composite of hand using tablet computer with blog graphic

7 motivos para manter um blog como ferramenta de Marketing Digital

O blog de uma empresa é o canal onde ela mostra por meio de conteúdo todo o seu conhecimento sobre seus produtos, serviços e a área em que atua. Por isso, é uma ferramenta de Marketing Digital importante e hoje se tornou quase que obrigatória, assim como as páginas nas redes sociais.

E, para esclarecer melhor sobre a sua importância, listamos 7 motivos para criar e manter um blog sempre atualizado:

1- Estabelece liderança

Escrever sobre um assunto mostra o conhecimento que tem sobre ele. E, se o seu blog tem qualidade, provavelmente fará sucesso, terá comentários e você se tornará referência no tema. Isso chama a atenção dos consumidores, que passarão a confiar mais na sua marca.

2- Coloca a empresa nas primeiras posições de pesquisa gratuitamente

Com a frequência de conteúdos publicados o seu blog terá muito material, o que fará com que os buscadores o encontre rapidamente e o coloque nas primeiras posições sem ter que pagar por isso.

3- É interativo

Muitos blogs têm espaço para comentários e este é um ótimo recurso, pois incentiva uma conversa e aproxima o relacionamento da empresa com o cliente.

Além disso, este espaço dá a oportunidade para tirar diversas ideias dadas pelos leitores, como temas de posts, experiências de outras pessoas e opiniões sobre o blog, seus produtos e serviços.

4- É dinâmico

Em um site comum o conteúdo é fixo e contém informações básicas, que raramente mudam. Já o blog é um espaço constantemente atualizado, com novos conteúdos, o que atrai o interesse das pessoas em conferir as novidades.

5- Facilita o processo de venda

O blog ajuda muito nos casos em que o cliente ainda não está totalmente direcionado para a compra. Assim, ao entrar em seu site, ele pode conferir as novidades do blog e passar a se interessar pelo o que sua empresa tem a oferecer.

6- Resultados permanentes

Se deixar de investir em propagandas, por exemplo, a marca não estará mais nos canais em que aparecia antes. Entretanto, mesmo não atualizando o blog, os links de indicação e a autoridade perante o Google continuam e a página ainda receberá visitas de forma gratuita.

7- Gera aprendizado

Escrever em um blog te força a estar atento ao que acontece na área em que trabalha. Além disso, o fato de escrever constantemente faz com que você organize seus conhecimentos e absorva as informações mais importantes.

Com informações do blog Resultados Digitais

composite of hand holding questionmark graphic with blue background

5 questionamentos sobre o Marketing Digital das empresas de tecnologia

Requisitos, tempo de retorno, necessidade de reformular o site. Estas são dúvidas que algumas empresas de tecnologia têm antes de iniciar o trabalho com o Marketing Digital.

Por isso, selecionamos 5 questões para esclarecer e mostrar que todas podem usar o Marketing Digital como estratégia de comunicação. Confira abaixo:

1- Quando o assunto da empresa é muito técnico

Como já explicamos aqui, o conteúdo é uma estratégia muito importante para criar autoridade e relevância para a marca. Além disso, é a ferramenta de relacionamento entre a empresa e o lead.

As empresas de tecnologia trabalham com profissionais que conhecem muito sobre o assunto, mas não escrevem a respeito do tema. E divulgar estes conhecimentos no site ou blog é excelente para ser visto pelo Lead quando ele está buscando a solução de um problema.

Se os profissionais não tiverem habilidade em escrever textos esclarecedores, a empresa pode contar com o apoio da equipe de comunicação. Um jornalista, por exemplo, recolhe as informações principais com o técnico responsável pelo assunto que será abordado e divulga o artigo no blog da empresa. Assim, quando o Lead procurar pelo tema, encontrará nos sites de buscas o que foi divulgado.

Desse modo, todos os profissionais podem colaborar para as informações divulgadas pelos meios de comunicação da empresa, a partir de seus conhecimentos técnicos.

2- É preciso reformular o site da empresa antes de iniciar as práticas do Marketing Digital?

É comum que muitas empresas queiram reformular seus sites antes de receber a visita de mais pessoas. Se for algo de muita relevância, é interessante que a marca dê uma nova cara à sua página. Entretanto, é mais importante focar nas ações que dão retorno em resultados.

Por isso, invista primeiro em otimizar para aumentar o número de Leads em seu site antes de deixar um design mais atraente e com pouco serviço.

3- Quais são os requisitos para a empresa começar as ações de Marketing Digital?

Apesar de o meio digital ter afinidade com tecnologia, muitas empresas ainda não utilizam este canal para vendas. Para iniciar as estratégias de Marketing Digital, é preciso os seguintes requisitos:

  • Entender os conceitos básicos de Lead e Email Marketing;
  • Já utilizar na empresa as redes sociais e o Google Analytics;
  • Uma pessoa com 50% de dedicação de tempo em Marketing Digital;
  • Um vendedor.

4- Em quanto tempo terei retorno?

O foco das estratégias de Marketing Digital deve ser trabalhado a médio e longo prazo. Isso porque é necessária a produção constante de conteúdo de qualidade para gerar volume de buscas significante para o retorno de vendas.

No entanto, em paralelo com a produção de conteúdo, é possível investir em outras estratégias para que o retorno já seja mensurável nos primeiros meses de trabalho. Por exemplo, fazer uma Landing Page com um material educativo e divulgá-la para sua base de contatos já existente ou utilizar uma estratégia com mídias pagas são formas de acelerar o processo e garantir mais resultados a curto prazo. Assim, é possível gerar Leads e qualificá-los para posteriormente fazer a abordagem comercial.

Existem diversas formas para atingir o público-alvo e o tempo para obter resultado varia bastante. Depende do desempenho da empresa, mas se tudo estiver indo bem, dentro de alguns meses é possível ver o retorno.

5- É possível os decisores com o Marketing Digital?

Sim, é possível. Os cargos decisores também têm dúvidas e buscam informações que lhes possam ser úteis. Por isso, sua empresa precisa aparecer nos resultados para captar este público e iniciar um relacionamento com ele.

Para nenhuma empresa o Marketing Digital é um bicho de sete cabeças. Iniciar suas práticas só precisa de conhecimento e pessoas trabalhando com os conteúdos e meios de comunicação. Analise qual o melhor caminho para sua empresa começar e boa sorte!

Com informações do blog Resultados Digitais

Business hand pushing a button on a touch screen interface

Como o trabalho de assessoria de imprensa pode ajudar nas campanhas de Marketing

O trabalho de assessoria de imprensa é tão importante para a imagem da marca quanto as campanhas de Marketing.

Antes de falar com o público, é fundamental a empresa ter uma boa relação com a mídia e só um assessor sabe como conquistar espaço sem ter que pagar por isso. Portanto, além de um bom time de Marketing, é importante um profissional de Relações Públicas para lidar com a imagem da marca na imprensa.

Trabalhando em conjunto, a equipe de Marketing promove as campanhas para o público enquanto o assessor de imprensa entra em contato com os jornalistas para divulgar estas ações. Desta forma, as informações são levadas para as pessoas  que ainda não têm conhecimento sobre as novidades da marca.

Para fazer este trabalho dar certo, o assessor deve seguir alguns passos:

  • Mapear seus produtos e se perguntar o que o leitor acharia interessante ler sobre eles;
  • Escrever um release com informações básicas para o jornalista. Mostrar dados, pesquisas, estatísticas. Fazer com que ele se interesse por seu release e peça mais informações;
  • Segmentar em um mailing de imprensa os jornalistas que deverão receber o release;
  • Disparar o release por uma ferramenta ideal e acompanhar a evolução das aberturas;
  • Após contato com o jornalista interessado, marcar uma entrevista e passar todas as informações possíveis;
  • Faça uma clipagem para mapear onde sua notícia foi publicada;
  • Encaminhar a notícia publicada em veículos e mostrar para os leads a autoridade/visibilidade que o produto ganhou ao sair em veículos de expressão. Depois, espalhe a notícia, publique em suas redes sociais, grupos de interesse, etc.

A exposição na mídia ajuda bastante a disseminar as campanhas feitas pelo marketing. Por isso, complementar a equipe com um assessor de imprensa ou até mesmo contratar uma agência é a receita perfeita para uma comunicação de sucesso.

Com informações do blog do Comunique-se

marketing-relacionamento

Marketing de Relacionamento: 3 estratégias para fidelizar seus clientes

O Marketing de Relacionamento é aquele empenho que a marca tem para conquistar o cliente a ponto de transformá-lo em fã e até em defensor de seus produtos. Mas este tipo de ação vai além deste objetivo. É uma estratégia que envolve a construção da marca, fidelização, disseminação e criação de autoridade no mercado.

E para aplicar o Marketing de Relacionamento existem diversas formas que foram facilitadas graças à internet. Você pode contar com metodologias do Marketing Digital, Inbound Marketing e Marketing de Conteúdo para isso. E como ferramentas, blog, mídias sociais e email marketing.

Mas, antes de começar as ações de Marketing de Relacionamento, é importante que você conheça a sua audiência. Aqui, voltamos em um assunto que abordamos diversas vezes: segmentação do público. Não adianta fazer uma campanha geral se não vai conseguir agradar a uma parte dos consumidores. Portanto, é preciso pensar em diferentes estratégias para cada perfil.

Após dividir o seu público de acordo com o perfil de cada um, você pode usar estas ferramentas online para trabalhar com o Marketing de Relacionamento:

Blog

Os conteúdos postados no blog da empresa podem abordar assuntos que sejam de grande utilidade para o consumidor, como informações, dúvidas e algumas questões sobre produtos e serviços. Estes esclarecimentos aproximam o cliente da marca e passam mais credibilidade e confiança, aumentando as chances dele buscar cada vez mais pelo o que a marca tem a oferecer.

Mídias Sociais

Estas são as ferramentas mais poderosas para aproximar clientes e empresas. Estar presente no Facebook, Twitter, Instagram, LinkedIn e outras já não é mais uma estratégia, mas uma obrigatoriedade para as marcas se relacionarem com seus consumidores.

Para se aproximar dos clientes por meio das redes sociais, é essencial divulgar por meio delas materiais de interesse, responder aos comentários e tirar as dúvidas dos consumidores o mais rápido possível. Demorar para dar um retorno pode passar a impressão de descaso por parte da marca e afasta o consumidor.

Email Marketing

Esta ferramenta é uma das melhores para personalizar a mensagem para cada tipo de perfil do público. Pelo Email Marketing é possível criar diversas campanhas para o Marketing de Relacionamento, como:

  • Oferecer conteúdos relevantes para o consumidor;
  • Enviar campanhas e consolidação da marca, apresentando os benefícios que a empresa leva para o cliente;
  • Oferecer promoções, descontos e outras vantagens;
  • Ações pós-venda, como pesquisas de satisfação para saber a opinião dos clientes;
  • Oferecer novos produtos.

Estas são algumas das ferramentas e campanhas que podem ser utilizadas para o Marketing de Relacionamento. Muitas marcas já o praticam, mas é importante estar atento a um detalhe: só funciona bem se você conhece o perfil dos seus clientes e sabe atender às suas necessidades.

Por isso, estude o seu público, monte as melhores estratégias e aposte no Marketing de Relacionamento. Mantenha um contato saudável e positivo com o seu cliente para estabelecer uma relação duradoura. Afinal, já sabemos que a fidelidade é um dos fatores de sucesso das vendas.

Com informações do blog Resultados Digitais

erros-marketing-digital

4 erros cometidos no Marketing Digital e como corrigi-los

Apesar de ser muito utilizado pelas empresas, o investimento no Marketing Digital muitas vezes é desperdiçado por causa da falta de conhecimento da equipe responsável pela área. Não é uma tarefa difícil, mas é necessário conhecer os recursos e saber as melhores estratégias de comunicação. ­

Listamos aqui 4 erros cometidos pelas equipes de marketing e comunicação e como corrigi-los:

1- Comprar lista de email

Para começar o trabalho digital, muitas marcas ainda compram listas prontas de email, mesmo sabendo que isso vai contra as boas estratégias de comunicação.  Além disso, esta prática invade a privacidade dos usuários que não permitiram receber tais mensagens. A situação pode piorar quando o remetente é denunciado como spam, gerando má reputação e queimando o seu IP.

Como acertar

Para adquirir uma base de emails de forma correta, estratégias para capturar leads como ofertas e conteúdos exclusivos ou em troca de alguns dados são os caminhos mais apropriados. Isso garante que o cliente realmente queira receber suas mensagens e mantém a boa reputação da marca.

2- Comunicação sem segmento

A maioria das marcas ainda se comunica com todos os clientes da mesma forma e não segmenta suas mensagens de acordo com o perfil de cada cliente. Por exemplo, não faz sentido enviar emails com ofertas de sapatos femininos para homens. É preciso personalizar a comunicação.

Como acertar

Segmentar o público e enviar mensagens relevantes que despertem o interesse de cada um.

3- Não fazer testes

Acreditando conhecer bem o público-alvo, muitas marcas divulgam campanhas sem testarem ao menos uma vez. O resultado é o insucesso e a insatisfação dos consumidores, pois possuem diferentes opiniões e somente com testes é possível saber o tipo de abordagem que funciona melhor.

Como acertar

Realize dois tipos de testes e apresente para uma parte do público. Aquele que apresentar maior aceitação das pessoas será a melhor campanha para a divulgação da marca.

4- Não analisar os indicadores

Os dados sobre os perfis e preferências dos clientes são fundamentais para direcionar as próximas campanhas, mas a maioria das marcas não utiliza este recurso. É preciso conhecer as peculiaridades do público para ter uma ideia que atinja a todos.

Como acertar

Acompanhe por meio do relacionamento que o público tem por cada canal de comunicação. Por email, verifique o número de visualizações e cliques nos links. Nas redes sociais, as curtidas, compartilhamentos e o que as pessoas têm comentado. Tenha os números e os comportamentos atualizados para basear as próximas campanhas.

Para que suas campanhas de Marketing Digital sempre deem certo, você precisa estar atendo às tendências e, claro, no comportamento do público. Use todos os recursos que as plataformas digitais oferecem para basear suas estratégias e atinja cada vez mais pessoas do seu público-alvo.

Com informações do site AdNews

Business executives discussing with their colleagues on whiteboard during meeting at office

10 segredos de sucesso dos grandes oradores

Falar em público é uma das estratégias de comunicação ainda não muito bem desenvolvidas por muita gente, mesmo após um Media Training. É normal que haja dificuldade para falar em público e esta técnica só é aprimorada com o tempo, treino e prática.

Por outro lado, algumas pessoas já nascem com o dom de falar em público e, ao longo do tempo, aprimoram suas técnicas e fazem apresentações cada vez melhores. Elas têm 10 segredos que revelamos aqui para que você também consiga desenvolver a sua oratória. Confira:

1- Fale sobre o que entende

Quando for convidado para uma palestra, aula, curso, workshop ou qualquer evento deste tipo, avalie se o tema é de seu domínio. Não é necessário ser expert no assunto, mas precisa ter conhecimento para passar a mensagem para o público.

2- Desenvolva autoconfiança

Este é um dos principais segredos dos bons oradores. Quando você acredita em seu conhecimento e em sua capacidade em dominar o tema, certamente conseguirá transmitir a mensagem e ganhar o respeito do público.

3- Treine sua apresentação

Antes do grande dia, treine sua apresentação. Pode ser sozinho, mas, se mostrar para a família e amigos, será mais fácil fazer uma avaliação e corrigir os pontos que forem necessários.

4- Assista suas apresentações

Se possível, grave o treino de sua apresentação ou uma palestra anterior para que você mesmo encontre os defeitos que devem ser corrigidos.

5- Aprenda a usar sua voz

Sabendo usar, a voz se torna uma aliada de nossas apresentações. Existem técnicas vocais para aprimorá-la. Trabalhe sua entonação, articulação, respiração e ritmo de fala para conquistar o público. Procure ajuda de um profissional, caso seja necessário.

6- Cuide de sua imagem pessoal

Um fator para a autoconfiança é gostar da própria aparência. Quando estamos bem conosco, refletimos isso para os outros e ganhamos mais respeito e admiração. E isso é um elemento importante para fazer uma boa apresentação. Invista em boas roupas, cabelos arrumados, boas maquiagens, barbas bem-feitas.­­­ Coloque seu discurso na ordem: introdução, desenvolvimento e conclusão. Dessa forma, não haverá erro.

7- Organize suas ideias

Escreva em tópicos todos os assuntos que serão abordados em sua apresentação. Coloque seu discurso na ordem: introdução, desenvolvimento e conclusão. Dessa forma não haverá erro.

8- Busque uma inspiração

Na história existiram grandes oradores que moveram multidões com boas e más intenções. Mahatma Gandhi, Hitler, Martin Luther King, Nelson Mandela, Steve Jobs, Barack Obama, Getúlio Vargas, Silvio Santos. Tente se identificar com alguma personalidade e use suas características como exemplo para as suas apresentações.

9- Tenha autoconhecimento

Conhecer sua própria personalidade é um grande poder. O seu tipo comportamental do dia a dia não pode mudar diante da plateia. Você deve levar suas características para o palco e fazer delas parte de sua estratégia de oratória. Se for uma pessoa mais divertida, assim será a sua apresentação, da mesma forma que será séria e objetiva se este for o seu perfil.

10- Conheça o seu público

Outro segredo de ouro dos grandes oradores. Quando for convidado para uma palestra, avalie o local, a quantidade de pessoas, idade, gênero, nível de escolaridade, cultura. Busque o maior número de características possível para adaptar sua linguagem e se aproximar das pessoas.

Com informações do blog Studio 3 Comunicação

Artigo: Semelhanças e Diferenças nas relações humanas

*Por Eunice Brito

Há algum tempo tenho minha atenção para o olhar no ser humano em lugares públicos como bares, restaurantes, aeroportos e até outros países. Isso me fez perceber a beleza e as semelhanças em pessoas tão distantes, que nem conheço e, ao mesmo tempo, tão iguais no olhar, no andar, no sorriso, no pegar a mão de outra pessoa, nas expressões de alegria, preocupação ou afetividade.

Tenho me prendido a esta observação e percebo que, apesar das diferenças nas perspectivas, somos iguais na busca.

As necessidades universais são as mesmas para todos e se constituem na base do reconhecimento da nossa existência. Ser ouvido, visto e reconhecido são padrões por onde conseguimos nos perceber e receber a informação de que pertencemos a um grupo que nos dá referência.

Ao satisfazer estas necessidades, nos validamos como seres humanos, o que nos dá a sensação e o sentimento de pertencimento e existência.

Aprendemos e adquirimos muitas experiências na arte de conviver e muitas atendem a nossa necessidade de validação humana. Já outras nos proporcionam aprendizados de mecanismos de sobrevivência e defesa.

Algumas experiências nos aproximam da nossa essência Universal, humana e bela. Outras nos dividem em partes que julgam a si mesmo e ao próximo. Isso nos coloca em posições de juízes ou vítimas das circunstâncias da vida, onde nos sentimos, às vezes, poderosos e superiores aos nossos semelhantes ou inferiores, dependentes e pedintes da atenção.

Ainda devido às experiências e aprendizados da vida, às vezes defendemo-nos de reconhecer nossos sentimentos e desenvolvemos posturas duras, insensíveis, parecidas com máquinas que não sentem, apenas processam informações e não reconhecem o humano por trás de comportamentos e manifestações.

Temos, ainda, pessoas que, de alguma forma, se tornam distraídos. Parecem borboletas que voam, estão sempre pulando de um lado para o outro, mas não conseguem criar vínculos e laços de relacionamento com o outro. Isto também é fruto de aprendizado de defesa do contato humano, que protege e busca evitar as possíveis dores na difícil arte de conviver, como diria o poeta Carlos Drumond de Andrade. O indivíduo busca satisfação em coisas externas, um novo relacionamento, objeto de desejo, viagem, etc. Mas a essência é que fica borboleteando como se fosse um pássaro na vida.

Olhar tudo isso e reconhecer a beleza e a busca humana universal de ser feliz e encontrar seu lugar no mundo é realmente desafiador. É um convite para substituir o nosso chapéu de juiz pelo de detetive e buscar a caixa de tesouros que cada ser humano tem dentro de si, que pode ser manifestada através da expressão das suas potencialidades nos relacionamentos pessoal, afetivo e profissional.

Eu comparo este trabalho ao de um arqueólogo que busca na sua escavação encontrar o tesouro perdido de uma civilização, o elo entre a origem de quem somos e o que nos tornamos.

Somos originalmente seres brilhantes, com todos os recursos e potencial para realizar o que necessitamos, semelhantes e diferentes ao mesmo tempo no aprendizado e na forma de manifestar esta individualidade.

A Virginia Satir, terapeuta, pensadora e influenciadora das grandes correntes de desenvolvimento humano da atualidade, dizia que nos encontramos nas semelhanças e crescemos com as diferenças. Esta é uma verdade universal que impulsiona para a renovação de crenças e aprendizados e à aquisição de novas formas de viver em direção a nossa integridade.

*Eunice Brito é Psicóloga, Consultora, Coach, fundadora da Semilla Treinamento Empresarial e uma das organizadoras da Formação no Modelo de Validação Humana Virginia Satir (www.virginiasatir.com.br) no Brasil. Site: www.semilla.com.br

Juliana Fernandes – RZT Comunicação
www.rztcomunicacao.com.br
redacao1@rztcomunicacao.com.br
Fone: (11) 5051-8142

newsletter

Checklist: o que conferir antes de enviar uma newsletter

Enviar newsletters se tornou muito comum e é uma das primeiras práticas das empresas que desejam trabalhar com o Marketing Digital. Em sua maioria é um email marketing composto por artigos, novidades ou promoções de produtos e serviços e é um ótimo canal para se comunicar e estreitar o relacionamento com clientes e leads.

Ainda que produzir uma newsletter não seja uma tarefa difícil, é importante seguir cada etapa corretamente, desde a seleção do material, até o disparo para a base de contatos.

Separamos aqui um checklist com os principais passos antes de enviar sua newsletter:

1- Planejamento

A primeira coisa a se fazer é escolher o nome da campanha. É importante que tenha as características chave da newsletter para que todos saibam sobre o seu tema. Em seguida, determine o tipo de público para o qual você enviará, e, consequentemente, será mais fácil selecionar o conteúdo.

2- Calendário

É importante definir o dia e horário do envio de suas newsletters e, para isso, não existe uma regra. Cabe a você descobrir as datas que mais atinjam o seu público-alvo.

Depois desta definição, mantenha a periodicidade do envio já que a newsletter é uma campanha recorrente.

3- Conteúdo

Separe em um documento todos os conteúdos que serão abordados na newsletter. Depois, desenvolva um texto, como uma abertura, para introduzir os assuntos oferecidos para o leitor naquele dia.

O assunto do email também é um passo muito importante, pois ele é a mensagem que vai atrair o leitor a abri-lo ou não.

4- Layout do email

Para criar o design de sua newsletter você pode contratar um profissional ou algum programa com recursos próprios para este serviço.

Depois, revise tudo: desde o layout até o conteúdo final. Verifique se o assunto do email aparece completamente na caixa de entrada. O mais indicado é que tenha no máximo 50 caracteres. As imagens devem estar funcionando com texto alternativo, caso não carreguem, pois assim, poderão ser substituídas por códigos de HTML.

E, por fim, verifique se todos os links estão certos e a ortografia do texto.

5- Análise

Veja os resultados das outras newsletters disparadas para avaliar se o trabalho está dando certo ou precisa ser revisado. Para isso você pode usar algumas métricas:

  • Taxa de abertura: é o número de pessoas que abriram sua mensagem, dividido pelas que receberam o email. Verifique se aumentou ou reduziu.
  • Taxa de cliques: número de cliques em um link dividido pelo número de pessoas que receberam. Aumentou ou reduziu comparada à última campanha?
  • Taxa de conversão: quantas pessoas se converteram a partir daquela newsletter?

Seguindo estes passos você sempre enviará uma newsletter impecável e dirigida ao público certo. Acompanhe os resultados comparando com a última campanha e analise se há algo que deva melhorar. Trabalhe com foco e carinho para atingir seu objetivo.

Com informações do blog Resultados Digitais

alcance-organico

9 práticas para aumentar o alcance orgânico de sua página no Facebook

Criar e monitorar uma página no Facebook e em outras redes sociais se tornou uma das principais tarefas de comunicação e marketing de muitas empresas. Entretanto, o alcance orgânico de suas páginas, ou seja, interações, curtidas, likes e comentários sem a ajuda de anúncios pagos está diminuindo bastante.

Isso acontece porque, devido à grande concorrência pela atenção dos usuários, as páginas que utilizam mais recursos do Facebook, principalmente das ferramentas pagas, saem na frente daqueles que trabalham apenas com conteúdo e estratégias gratuitas.

Mas manter uma página no Facebook ainda é um ótimo investimento. E, mesmo não usando com tanta frequência as ferramentas pagas da rede social, é possível conseguir bons resultados apenas com o alcance orgânico.

Confira 9 dicas para alcançar mais usuários gratuitamente:

1- Publique conteúdos perenes

Esse é um tipo de material que continua relevante com o passar do tempo. Um artigo que tire as dúvidas de seu público e fale mais sobre o seu negócio, por exemplo, não ficará ultrapassado e poderá ser divulgado de novo futuramente.

2- Entenda sobre o Facebook Insights

Esta é uma ferramenta que possibilita entender o seu público o e relacionamento dele com a página. Isto é muito interessante, pois responde a muitas dúvidas sobre como proceder com as estratégias de publicação.

Os conteúdos mais populares, melhor horário para postagem, quantidade de links e outras informações são questões que podem ser direcionadas pelo Facebook Insights.

3- Use filtro de público

Se pretende postar um conteúdo relevante para diferentes públicos, não faz sentido incluir pessoas que não se interessam por determinado assunto. Por isso, use os recursos de filtro e direcione o material para quem está mais disposto a vê-lo.

4- Personalize os posts

Em um feed de notícias tão disputado, é interessante trabalhar nas artes visuais para chamar atenção do público. Mesmo que compartilhe links de artigos, seja criativo nas chamadas para incentivar os usuários a lerem o seu conteúdo.

5- Descubra o horário certo para postar

Um dos segredos para conseguir melhores resultados é saber o horário mais conveniente para postar. Por isso, terá sucesso de alcance orgânico se publicar nos momentos em que seus usuários mais acessam o Facebook.

Este dado você pode descobrir pelas ferramentas de insights que o Facebook oferece.

6- Divulgue mais de uma vez

Publicando o mesmo post em diferentes horários terá a chance de atingir um maior número de usuários, aumentando o seu alcance orgânico.

7- Publique vídeos

O uso de vídeos está entre os posts que mais geram engajamento entre os usuários do Facebook. Assim, você ganhará atenção e terá maior chance de interação, como curtidas, comentários e compartilhamentos.

8- Incentive a interação com seus fãs

Esta é uma prática simples. Na legenda dos posts você pode escrever algo como “marque um amigo aqui” ou “indique este artigo para alguém”. Qualquer pedido de interação é valido para aumentar a interação com seus usuários.

9- Use anúncios pagos

Existem muitos recursos gratuitos oferecidos pelo Facebook, mas os anúncios pagos estão crescendo e sai em vantagem a empresa que os utilizam pelo menos por algumas vezes. Quanto mais conhecer esta ferramenta, melhor será a sua interação com ela e é um investimento que pode ser muito lucrativo para a sua marca.

Apesar do número de postagens pagas estar crescendo e ser uma vantagem para as empresas que já fazem a prática deste recurso, continuar com os esforços para alcances orgânicos ainda valem a pena. O Facebook dispõe de muitas opções para ajudar a sua página a crescer. Conheça todas elas e tire o maior proveito para o seu negócio.

Com informações do blog Sambatech

Artigo: Como melhorar o atendimento investindo bem pouco

*Por Erik Penna

Você já foi mal atendido em alguma loja? Saiba que isso é muito comum e, por isso, as pessoas valorizam cada vez mais um atendimento de excelência.

Uma pesquisa feita pela revista Pequenas Empresas Grandes Negócios revelou que 61% dos clientes afirmaram que o bom atendimento é um fator mais relevante do que o preço. Curiosamente, o povo brasileiro tem a fama de acolher bem as pessoas, mas na hora de tratar o cliente, a fama é das piores.

A seguir, confira 5 passos simples e de baixo investimento que podem melhorar o atendimento de um estabelecimento comercial:

1) Tripé Básico do atendimento

– Cliente se aproximou, pratique o olho no olho;
– Acolha com um sorriso no rosto;
– Inicie o diálogo com uma saudação animada.

E, se quiser arrasar, chame o cliente pelo nome. Atitudes tão básicas, mas que muitos atendentes esquecem de utilizar no dia a dia.

2) Atue como um médico

Ao invés de ficar falando, oferecendo produtos e tentando empurrar produtos, prefira fazer como um bom médico faz, ou seja, pergunte para entender exatamente o que o cliente precisa, para só depois sugerir algo. É preciso entender para depois atender. Pratique a escutatória.

3) Espelhamento

Atenda o cliente como você gostaria de ser atendido. Certo ou errado?
Trabalhe o RAPPORT. Pratique o espelhamento, ou seja, descubra a forma que o cliente prefere ser atendido e, se possível, faça dessa forma.

4) Avalie o atendimento

Eis aqui uma peça chave para que o atendimento melhore. Várias pesquisas apontam que, pessoas que estão sendo avaliadas, tendem a render mais e melhorar a sua performance. Por isso, arrume uma forma do cliente avaliar o colaborador que faz o atendimento.

Outro dia, vi dois casos: uma farmácia de bairro que colocou uma máquina eletrônica para o cliente clicar e dar a nota do atendente e o de uma lanchonete, num posto de combustível, que colocou um banner com um número de celular para o cliente enviar por mensagem a nota para o atendimento. Atitudes fáceis, baratas e que geram resultados extraordinários.

Na avaliação do atendimento, ocorrem, ainda, dois grandes benefícios, além da melhora no atendimento:

a) Você consegue identificar quem atende bem e mal e, principalmente, pode reter o talento que atende bem, afinal, não se pode perder esse funcionário que encanta o cliente.

b) Existe a oportunidade de treinar quem atende mal para que ele possa voltar a realizar bons atendimentos na empresa.

5) Líder educador 

Uma gestão de excelência precisa focar no resultado financeiro, mas esse lucro só vem se, antes disso, for prestado um atendimento mágico ao cliente. Neste caso, a empresa precisa contar com uma equipe engajada, satisfeita e motivada. E isso só acontece se houver líderes educadores, que são aqueles que lideram pelo exemplo, valorizam o capital humano e inspiram e transformam pessoas e resultados.

* Erik Penna é palestrante motivacional, especialista em vendas com qualificação internacional, consultor e autor dos livros “A Divertida Arte de Vender”, “Motivação Nota 10”, “21 soluções para potencializar seu negócio”, “Atendimento Mágico – Como Encantar e Surpreender Clientes” e “O Dom de Motivar na Arte de Educar”. Saiba mais sobre motivação e vendas em: www.erikpenna.com.br

Sobre o palestrante motivacional Erik Penna

É palestrante motivacional, especialista em vendas com qualificação internacional e consultor. Possui MBA em Gestão de Pessoas pela Fundação Getúlio Vargas, pós-graduação em Administração e Marketing pela Universidade Paulista e graduação em Economia pela Universidade de Taubaté.

Aborda nas palestras ensinamentos baseados nas experiências vivenciadas por ele durante a sua carreira como executivo de vendas, professor, escritor, motivador de equipes e gestor corporativo. É autor dos livros “A Divertida Arte de Vender”, “Motivação Nota 10”, “21 soluções para potencializar seu negócio”, “Atendimento Mágico – Como Encantar e Surpreender Clientes”, “O Dom de Motivar na Arte de Educar” e coautor dos livros “Gigantes das Vendas” e “Gigantes da Motivação”.

Site: www.erikpenna.com.br

Atendimento à imprensa

Patrícia Arantes – RZT Comunicação
www.rztcomunicacao.com.br
patricia@rztcomunicacao.com.br
Fones: (11) 5051-8142 / 99873-6008