digital composite of marketing graphics with office background

Google define os canais mais usados pelo Marketing Digital

Atualmente existem diversas plataformas de comunicação para trabalhar o Marketing Digital. Nas redes sociais, por exemplo, os mais conhecidos são o Facebook, Instagram, Twitter e LinkedIn. E, de tempos em tempos, ouvimos sobre algo novo.

Pelo fato de existirem tantos meios, o Google definiu alguns padrões para serem utilizados no Google Analytics e que passaram a ser adotados por muitas empresas.

Veja quais são estes padrões definidos pelo Google:

1- Tráfego Direto

Esse canal define os visitantes que entram em seu site diretamente, sem tê-lo encontrado em outra página. Isso significa que a pessoa já conhecia o site e digitou o endereço da sua empresa.

2- Pesquisa Orgânica

Os buscadores são as plataformas com o maior número de pesquisas orgânicas da internet.

Um fator interessante deste canal é que as pessoas já buscam por algo determinado e têm conhecimento sobre o que procuram.

3- Redes sociais

Um dos canais mais conhecidos, as redes sociais se tornaram essenciais para o trabalho de comunicação das empresas. Por esse meio é possível publicar conteúdos, receber comentários, respondê-los, atender solicitações, etc.

4- Email

O email foi uma das primeiras ferramentas de comunicação e continua sendo um dos canais mais utilizados pelas empresas, tanto interna, quanto externamente.

5- Referência

Enquanto o tráfego direto é definido pela visita de uma pessoa que já busca o site direto no servidor, o Google classifica como referência a navegação em sites a partir de outras páginas que disponibilizaram o link.

Desse modo, qualquer compartilhamento do link do seu site se torna também um canal de comunicação com a sua empresa. Outro ponto interessante é que a indicação do seu conteúdo é um critério de avaliação das ferramentas de busca e um bom influenciador para o seu SEO.

6- Mídia paga

Os anúncios pagos são ótimas soluções para aumentar a visibilidade da sua empresa nas pesquisas e alcançar mais pessoas.

Estes anúncios podem ser feitos no Facebook, no próprio Google e como banners em outros sites.

Você pode encontrar estas definições e outras informações do Google Analytics aqui.

Com informações do blog Resultados Digitais

marketing-conteúdo

4 objetivos alcançados por empresas através do Marketing de Conteúdo

O Marketing de Conteúdo se tornou praticamente obrigatório para as empresas. Toda marca que deseja se destacar nas plataformas digitais precisa ter sempre seus materiais atualizados, abordando temas que sejam do interesse de suas personas.

Ao fazer Marketing de Conteúdo, é necessário ter em mente quais objetivos se deseja chegar com esta estratégia. A princípio, ele é usado para se relacionar com os clientes e leads, mas esses materiais disponibilizados e compartilhados pela própria empresa podem fazer muito mais por ela.

Veja como alcançar 4 objetivos com o Marketing de Conteúdo:

1- Aumentar a visibilidade da marca

Este é um dos objetivos mais buscados pelas empresas e, na maior parte das vezes, alcançam. Utilizando corretamente esta estratégia, a marca pode aparecer em um dos primeiros resultados dos buscadores e ganhar a visibilidade de quem pesquisa, basta trabalhar sempre com conteúdos relevantes.

2- Aumentar o número de leads

Com um conteúdo de qualidade, o site da sua empresa se torna interessante e atrai mais pessoas que buscam por assuntos relacionados aos que você trabalha. Quando alguém visita seu site, é interessante ter um espaço para recolher informações dos visitantes, como nome e email.

Com estas informações, você pode começar um contato por meio de email marketing, por exemplo, fornecendo periodicamente informações sobre sua marca, com promoções, novidades e, claro, materiais produzidos. Assim, você começa a criar um maior relacionamento com o lead, que futuramente poderá ser o seu cliente.

3- Ser referência no setor

Ao produzir os próprios conteúdos, a empresa mostra o quanto entende sobre os produtos e serviços com os quais trabalha, o que acaba fazendo dela referência na área em que atua. E isso melhora quando as pessoas recebem informações relevantes e autênticas.

Desse modo, os visitantes do seu site são cativados pela sua empresa por meio do conteúdo que tem a oferecer. Mas, lembre-se que os resultados desta estratégia não aparecem de um dia para o outro. Requer muito trabalho, produção de material e empenho com cada lead em potencial.

4- Aumentar o número de clientes

Após conquistar leads, o passo seguinte é transformá-los em clientes. E o Marketing de Conteúdo funciona quando você mostra, por meio de informações, as soluções que a sua empresa oferece para o que ele tem buscado.

Neste caso, os materiais produzidos devem ser mais específicos para as diferentes necessidades de cada um, pois você já despertou o interesse da pessoa, e agora deve mostrar o potencial da sua marca em atendê-lo.

Estes são alguns dos principais objetivos do Marketing de Conteúdo. Conhecendo cada um, você percebe que é necessário produzir diferentes tipos de materiais para alcançar o que deseja.

Com informações do blog Soul Digital

otimizar-redes-sociais

4 dicas para otimizar suas postagens nas redes sociais

Campanhas de marketing digital nas redes sociais já não são novidade para as empresas. Entretanto, para obter sucesso é preciso ter uma boa estratégia e ferramentas. Parece complicado, mas com o tempo se torna uma atividade prática.

Se você ou sua equipe encontram dificuldades em realizar as campanhas da marca nas redes sociais, listamos 4 dicas para organizar e otimizar suas postagens:

1- Crie uma estratégia

Após escolher o público para o qual vai falar, defina em quais redes vai postar (se serão diferentes conteúdos para cada ou o mesmo para todas) e imponha uma meta: quantas curtidas deseja ter, seguidores engajados, pessoas alcançadas, novos fãs, etc.

Administre as estratégias e ações da equipe e acompanhe periodicamente os resultados para saber se seus objetivos estão sendo alcançados.

2- Utilize ferramentas

Existem diversas ferramentas online que podem facilitar o trabalho da equipe e aumentar a eficiência de suas campanhas. Ao criar seus conteúdos, programas como editores de imagem, revisores de texto, buscadores de conteúdo e programadores de redes sociais são grandes facilitadores.

3- Defina uma periodicidade para as postagens

As redes sociais são um ótimo campo para manter seus clientes atualizados sobre sua marca. Para isso, é necessário fazer postagens com uma periodicidade definida. Não existe um padrão, cada empresa publica de acordo com o número de conteúdo e tempo disponível para dedicar-se a esta tarefa.

Entretanto, é interessante postar ao menos todos os dias da semana para que seus seguidores vejam seu conteúdo e se aproximem. Páginas que não postam regularmente ficam desatualizadas e podem até perder a credibilidade.

4- Poste novamente os melhores conteúdos

Outra forma de aumentar a eficiência de suas campanhas pelas redes sociais é postar novamente os melhores conteúdos. Essa também é uma maneira de aumentar o número de cliques de um link. Se ele não atingiu sua meta na primeira postagem, pode conseguir em uma segunda vez.

Seguindo estas dicas simples suas campanhas se tornam mais eficientes e a equipe terá suas atividades mais organizadas. Coloque-as em prática e observe os resultados.

Com informações do blog Saia do Lugar

digital composite of hands using notebook with graphics

Esqueça estes 8 mitos sobre as redes sociais

A popularidade das redes sociais fez com que muitos fatos falsos interferissem nas estratégias de marketing digital das empresas. A princípio isso parece bobagem, entretanto, estes mitos podem atrapalhar o trabalho de comunicação e o desenvolvimento das marcas nas mídias.

Para deixar claro o que está certo ou errado, o que pode ou não fazer nas redes sociais, listamos 8 fatos equivocados sobre estas plataformas digitais. Confira:

1- Número de fãs é o fator principal

É importante que a marca ganhe cada vez mais curtidas em suas páginas nas redes sociais, mas ter um grande número de seguidores não é o suficiente se nem metade deles são consumidores.

Neste caso, não basta ter várias curtidas, mas seguidores que realmente consomem seus produtos e são engajados com a sua página (curtem, comentam e compartilham seus posts). Para isso, foque o trabalho de marketing digital no público que interessa.

2- Quanto mais hashtags, melhor

Usar hashtags é uma estratégia importante, mas o uso excessivo delas pode prejudicar sua página. Posts com um grande número delas não são levados a sério pelos usuários, incomoda a leitura e pode até mesmo confundi-los com spam.

3- Pensar que os clientes não estão nas redes sociais

Diversos estudos apontam que, apenas no Facebook, existem 1 bilhão de usuários. No Instagram, 500 milhões. Twitter e LinkedIn entre 300 e 400 milhões. Pessoas de todas as idades abrem novas contas em pelo menos umas destas redes sociais todos os dias. Você tem certeza que seus clientes não as usam?

4- Estar presente em todas as redes sociais

Este é outro erro que muitas empresas cometem. Antes de iniciar sua página em alguma rede social, certifique-se de que seu público-alvo está presente nela. O Facebook é a mídia mais democrática, mas Instagram e LinkedIn têm propostas diferentes, por exemplo.

Focar seu trabalho em uma rede social em que seus consumidores não se encontram é desperdício de trabalho e investimento. Esteja presente onde seus clientes e leads estão.

5- Apenas posts pagos funcionam

Publicações impulsionadas atingem um maior número de pessoas e é uma ótima estratégia para atrair novos seguidores. Mas, pagar por todos os seus posts nas redes sociais vai aumentar muito o investimento do marketing digital, o que pode não valer a pena.

Quando se trabalha em posts orgânicos de qualidade, com conteúdo interessante e utilidade para seus seguidores, eles ganham notoriedade, interação e até mesmo compartilhamento, aumentando a visibilidade nas redes sociais.

Trabalhe com carinho com os posts orgânicos que, a médio e longo prazo, você poderá ter resultados tão positivos quantos os dos posts pagos.

6- Quanto mais posts, melhor

Sim, quanto mais conteúdos compartilhados, mais pessoas serão alcançadas. Mas existe um grande porém que pode atrapalhar esta estratégia. A primeira é a forma como trabalha o Facebook, que agora só permite aparecer no feed conteúdos relevantes para cada usuário.

Já as outras redes sociais atualizam o feed de acordo com os conteúdos recentes. Neste último caso, o excesso de posts pode aborrecer os clientes. Mesmo sendo fã da sua página, o usuário não deseja ver atualizações de sua página o tempo todo. No Facebook, por mais que compartilhe novas publicações, elas podem não aparecer para as pessoas, caso não seja de grande relevância para elas.

Por isso, escolha uma periodicidade para suas postagens e foque na qualidade delas para que atraia e agrade seus seguidores.

7- Excluir comentários negativos

Receber comentários negativos, na maioria dos casos, é inevitável, principalmente em páginas de empresas de produtos e serviços. Entretanto, pior que tê-los expostos em seus posts, é apagá-los e ignorar este fato.

Diversas empresas que receberam comentários negativos e apagaram tiveram suas situações bem mais complicadas.

Neste caso, a melhor atitude é responder (educadamente) o comentário e procurar solucionar a queixa o mais rápido possível. E encare estes feedbacks como pontos que, muitas vezes, podem ser melhorados.

8- Redes sociais não geram leads

As redes sociais são uma estratégia importante do Marketing Digital para a geração de Leads. Diversas empresas que as usam corretamente podem comprovar que esta prática funciona. Portanto, esteja presente nas principais mídias para o seu público.

Com informações do blog Resultados Digitais

digital composite of business graphics with office background

Produção de conteúdo: 5 fatores que devem ser levados em conta

O Marketing Digital revolucionou a área da comunicação nas empresas. Diversas tendências foram incorporadas às estratégias do mercado e o modo da produção de conteúdo e de se relacionar com o público também passou por transformações.

Nos blogs, sites, redes sociais e outras plataformas digitais o conteúdo é fundamental, pois é a pratica que leva informação para os visitantes da página, clientes e prospects.

A forma de escrever conteúdo deve ser pensada de uma forma que atinja o público-alvo e faça o site aparecer nas primeiras posições dos buscadores.

Listamos abaixo 5 fatores que devem ser levados em conta na hora de produzir conteúdo para as plataformas digitais:

1- Defina o público-alvo

Ao escrever um conteúdo você deve saber exatamente com quem e como vai falar. Quando deseja atingir um público-alvo, as informações devem ser direcionadas para os interesses dele, caso contrário, sua estratégia pode não dar certo.

2- Palavras-chave

As palavras-chave são aquelas que juntas resumem o assunto abordado. São fatores importantes para que seus posts e artigos sejam encontrados nos resultados dos buscadores. Devem estar presentes principalmente no título e no começo dos textos.

3- Títulos

O título será a chamada para a divulgação e estará presente na URL do site, por isso é de grande importância para que suas publicações sejam facilmente encontradas e chame atenção dos leitores.

4- SEO

O conceito de SEO se tornou fundamental para as publicações. São palavras-chave que podem ser responsáveis pelo aumento do tráfego em suas páginas. Essa prática otimiza o site e ajuda a alcançar mais visitas.

As palavras usadas como SEO não devem ser muitas, no máximo duas. Elas devem estar presentes na URL da página da publicação, no título e no corpo do texto.

5- Veiculação

Depois de pronto, publique seu post nos canais mais usados pelo seu público-alvo. Pesquise em quais redes sociais eles estão mais presentes e compartilhe também no blog de seu site. Seguindo estes passos suas publicações poderão ser encontradas facilmente nos resultados dos buscadores.

Com informações do blog Comunique-se

erros-site

Corrija 5 erros em seu site e torne a navegação melhor

Não é uma tarefa fácil construir um site que atraia diversos tipos de internautas. É preciso manter a estética, qualidade do conteúdo, dividir tópicos sobre a sua marca e ser de fácil navegação. Estes são alguns fatores que agregam a experiência dos usuários e torna a página da empresa mais chamativa e visitada.

E, por mais que haja esforços por parte das empresas, muitas delas não conseguem manter uma página atraente o suficiente para chamar e fidelizar clientes. Existem diversas razões para isso e, aqui, listamos 5 erros que geralmente são cometidos:

1- Falta de foco no conteúdo

Muitos sites têm grandes layouts, coloridos e atraentes, mas acabam faltando em um fator principal: o conteúdo.

Ter uma página bonita é parte do processo, mas não se esqueça de colocar um conteúdo simples, de fácil acesso e leitura. As informações são essenciais para o sucesso do site.

2- Muitas pop-ups e anúncios

A publicidade é necessária, até mesmo como uma forma de renda para o seu negócio. Entretanto, o excesso de anúncios pode irritar os usuários e aumentar a taxa de rejeição do site.

Os anúncios publicitários devem ser colocados de forma que não atrapalhem a navegação dos usuários na página.

3- Falta de praticidade

Ao visitar seu site, o usuário deseja encontrar informações e conteúdo sobre a marca rapidamente. Tópicos no topo da página, divididos por diferentes temas facilitam a navegação e o acesso aos vários conteúdos disponíveis.

Para isso, invista em layouts simples, fáceis de navegar e que levem para outras páginas relevantes, como conteúdos mais antigos, logins, área para contato, etc.

4- Falta de adaptação a outros dispositivos

Muitos acessos são feitos por dispositivos móveis (smartphones, tablets). Entretanto, inúmeros sites ainda não possuem layouts que se adaptem para visualizações em telas menores. Isso dificulta a visibilidade dos usuários, limitando o número de visitas à página da empresa.

5- Não ouvir os usuários

Mesmo com um site todo organizado, pode haver alguns erros percebidos pelos usuários. Muitas vezes, eles entram em contato para avisar sobre problemas, mas não são todas as empresas que dão atenção.

Ouvir as reclamações dos visitantes, além ajudar a melhorar seu site, mostra que sua empresa se importa com ele, tornando-a mais humana e próxima de clientes e prospects.

Você já conferiu se tem algum destes erros em seu site? Corrija-os e torne a navegação de seu site mais fácil e atrativa.

Com informações do blog Soul Digital

video-marketing

5 motivos para fazer conteúdo em formato de Vídeo Marketing

O Inbound Marketing é uma estratégia muita usada pelas empresas para melhorar o posicionamento nos buscadores, aumentar o acesso em suas páginas e a venda de seus produtos. Escrever sobre a área em que atua e seus produtos e serviços tem dado certo, mas o conteúdo em formato de vídeo marketing  é uma prática que está crescendo no Marketing Digital.

Esta é uma estratégia que consiste em utilizar vídeos para atrair acessos, interação nas redes sociais e, claro, mais clientes.  Esta prática é mais dinâmica do que os textos, pois é possível fazer gravações institucionais, explicativas, contando novidades e até tutoriais.

Isso não é novidade para as grandes empresas, pois a maior parte delas já adota esta prática do Marketing Digital. Segundo a Rock Content, 56% das marcas brasileiras trabalham com vídeos. Ou seja, muitas outras ainda precisam iniciar nesta estratégia de comunicação.

Os vídeos se tornaram relevantes principalmente pelo maior uso da internet por meio de smartphones e tablets. Por estes aparelhos é muito mais fácil e prático visualizar o conteúdo por vídeo do que por texto. E não é segredo para ninguém que assistir informação é mais interessante do que a ler em um artigo.

Para ficar mais clara a importância dos vídeos, listamos 5 motivos para sua empresa começar a usar:

1- Melhor posicionamento nos resultados de busca

Todas as estratégias do Marketing Digital são voltadas às melhorias e bom posicionamento dos sites das marcas nos buscadores.

Uma pesquisa aponta que postagens em vídeos têm 53% mais chances de aparecer nas primeiras páginas dos buscadores. Também atraem de 2 a 3 vezes mais visitantes do que os textos.

2- Mais compartilhamentos

Repare que muitos anúncios em vídeos são viralizados nas redes sociais e compartilhados por milhares de pessoas. A visibilidade é muito maior.

Outra vantagem de fazer conteúdos em vídeos é a facilidade de mostrar o seus produtos e serviços na internet. Se um amigo quiser falar de sua marca para outra pessoa, será muito mais fácil apresentá-la.

3- Melhora os resultados no funil de vendas

O conteúdo explicado em vídeo ajuda o público a entender melhor sobre sua marca desde a descoberta, passando pela venda, até o suporte de pós-venda.

A produção deste tipo de conteúdo inclui desde materiais básicos para o “topo do funil” até as explicações para quem precisa fazer uma escolha, o “fundo de funil”.

Além de tudo, esta estratégia é muito melhor do que os vídeos de publicidade, que só circulam enquanto são pagos. Os conteúdos publicados nas redes sociais e outras plataformas permanecem e podem ser vistos e compartilhados a qualquer hora.

4- Mostrar o valor da marca

Os vídeos são os melhores materiais para que a própria empresa explique seus produtos e serviços aos prospects, pois é possível ver o ouvir o que tem a dizer, facilitando a compreensão.

Para falar sobre a empresa, os melhores tipos são os vídeos explicativos, famosos por apresentarem em um minuto ou pouco mais sobre produtos e serviços que, em texto, seria difícil de descrever.

5- Diferencial da empresa

Se seus concorrentes já utilizam os vídeos como estratégia de Marketing Digital, você também deve usá-los para não perder mercado. Mas, se ainda não usam, este será um diferencial da sua marca no mercado em que atua.

A maioria das pessoas acredita que os vídeos ajudam na decisão de compra. Vários consumidores passam o tempo assistindo vídeos sobre os produtos que desejam consumir.

Os vídeos mostram o conteúdo com mais facilidade, dinâmica e melhor compreensão para o público. As grandes empresas já mostraram como esta prática dá certo, então está na hora de usar na sua também. Com um bom roteiro, é possível ganhar autoridade no assunto e empatia dos potenciais clientes.

Com informações do blog Sambatech

hashtag

Aprenda a usar hashtags a favor de seu negócio

Muitas marcas já usam hashtags em suas postagens nas redes sociais. Entretanto, nem todas sabem usá-las da maneira correta e acabam perdendo visibilidade. Quando escritas da melhor maneira, atraem fãs para a sua página, apresentam seu produto para novos internautas e aumentam o engajamento em seus posts.

Para ajudar a melhorar o uso das hashtags em suas páginas nas redes sociais, listamos 6 dicas:

1- Pesquise as hashtags

Antes de usá-las, pesquise aquelas que combinam com a sua marca e seja buscada pelo seu público. Esse trabalho é importante para que sejam utilizadas palavras realmente relevantes nas redes sociais.

2- Coloque-as no contexto

Um jeito fácil para determinar as hashtags que serão usadas é fazer uma análise do contexto da publicação. Use aquelas adequadas ao tema que se está abordando. Por exemplo, se a postagem é sobre uma festa, #Festas e #HappyHour podem ser encontradas facilmente.

3- Caixa alta na primeira letra

Usar caixa alta na primeira letra de todas as palavras que estiverem na hashtag facilita a leitura dos internautas. #suamarca #SuaMarca. Viu a diferença?

4- Use em várias redes sociais

A hashtag ficou famosa pelo seu uso no Twitter. Entretanto, usá-las no Facebook e Instagram também pode dar muito certo.

Vale a pena ressaltar que cada rede social pode ter suas hashtags específicas, não necessariamente uma palavra usada no Facebook pode dar certo no Twitter ou no Instagram. O fundamental é entender as características do seu público em cada rede social e só depois determinar as hashtags que serão usadas em cada plataforma.

5- Não use hashtags longas

Além de dificultar a leitura, dificilmente serão buscadas.

6- Crie hashtags para sua marca

Isso é válido, pois leva seu público a procurar outras postagens com essas hashtags e instiga as pessoas a usá-las em seus próprios posts.

Com informações do Digitalks