administrar o instagram

5 dicas para administrar o Instagram e deixá-lo mais atrativo

Além de manter uma página, a empresa deve administrar o Instagram de forma interessante para que chame a atenção do público-alvo. Essa dica vale principalmente para os negócios que dependem de imagens para vender.

E fazer esse trabalho não é apenas tirar fotos e colocar legendas com hashtags. O Instagram exige atenção especial em alguns pontos, como o tratamento de suas imagens e bons relacionamentos com os influenciadores.

Confira 5 maneiras de administrar o Instagram:

1- Bom uso das hashtags

As hashtags são usadas em muitas redes sociais, mas nas legendas do Instagram elas são fundamentais. Nessa rede social é comum os consumidores buscarem por algum assunto pelas tags publicadas.

Por isso, use-as corretamente, colocando as palavras mais comuns da área do seu negócio e as principais relacionadas ao assunto da postagem.

2- Relacionamento com influenciadores digitais

A parceria com os influenciadores digitais é uma grande estratégia para as marcas. No Instagram principalmente, pois é a mídia em que eles mais ganham audiência. Para que dê certo, a empresa precisa descobrir quais são as principais celebridades da sua área e negociar divulgações pela rede social.

3- Estilo de vida

Um fator que atrai os usuários do Instagram para as páginas é o estilo de vida postado. As pessoas de identificam com os perfis que publicam fotos com assuntos relacionados aos seus interesses.

Quanto mais a página retrata um estilo em comum com o seu público, mais interessante se torna.

4- Filtros

Caso você não consiga uma imagem com boa qualidade para postar na sua página, os filtros disponibilizados pelo próprio Instagram podem ajudar. Use estas edições de forma inteligente para que seus posts fiquem ainda mais bonitos.

5- Faça vídeos no Instagram Stories

Muitas pessoas usam o Instagram Stories para postar sobre o dia a dia. As empresas podem usar esse recurso para divulgar novidades, como produtos recém-lançados, explicando suas novidades e diferenciais, por exemplo.

O Instagram Stories é uma ferramenta muito acessada pelos usuários dessa rede social.

Administrar o Instagram para atrair o público que deseja alcançar não é uma tarefa difícil. Mas é preciso criatividade e capricho nas imagens, uma vez que esta rede social é totalmente voltada para a questão visual.

Com informações do Mundo do Marketing

métricas de redes sociais

5 métricas de redes sociais para analisar o desenvolvimento da sua empresa

A sua empresa tem usado corretamente as métricas de redes sociais? Pelos indicadores que plataformas como Facebook, Instagram, Twitter, LikedIn e outras mídias disponibilizam, é possível saber informações sobre quantas pessoas foram alcançadas e a opinião delas a respeito do seu negócio, por exemplo.

Analisar os resultados faz parte das estratégias de Marketing Digital. E como as redes sociais são um dos principais canais de comunicação e divulgação das marcas, acompanhar o desenvolvimento das campanhas é fundamental para o sucesso do seu negócio.

Confira estas 5 métricas de redes sociais para acompanhar os resultados da sua empresa:

1- Conversões

Alcançar novos consumidores é um dos principais motivos das marcas estarem presentes nas redes sociais. Por isso, é importante acompanhar o número de visitantes convertidos em leads por meio das campanhas feitas nesta plataforma.

2- Engajamento

O número de engajamento (curtidas, comentários e compartilhamentos) é um indicador da popularidade do seu negócio entre os usuários.

Mas aqui é importante prestar atenção em um detalhe: observe o teor dos comentários e mensagens de compartilhamento dos seus posts. Uma grande quantidade de interação nem sempre pode ser positiva, mas sim uma reclamação ou exposição negativa da sua marca.

3- Alcance

Este resultado indica quantas pessoas são impactadas pela sua publicação. O alcance pode ser orgânico, quando a postagem não teve nenhum valor investido para alcançar novos usuários, como pago, conhecido como anúncio patrocinado.

4- Menções

Diariamente os usuários das redes sociais escrevem milhares de postagens. E, muitas delas, podem envolver os nomes das marcas. Quando esse tipo de post é público, ou seja, mais pessoas além dos amigos podem vê-lo, a empresa citada consegue monitorá-lo e descobrir o que está sendo falado ao seu respeito.

Este indicador faz com que as corporações fiquem informadas sobre a satisfação ou não de seus consumidores com seus produtos e serviços.

5- Classificação por estrelas

Essa avaliação mede, além das ações de Marketing Digital, a percepção das pessoas em relação à empresa. Fique de olho nessas classificações para dar um feedback para as pessoas, principalmente quando envolve uma opinião negativa.

Com informações do blog Inspire

erros de Marketing Digital

Descubra como evitar 6 erros de marketing digital na sua empresa

Já compartilhamos diversas dicas para o sucesso da comunicação de sua empresa. Entretanto, também é importante lembrar sobre os erros de Marketing Digital que devem ser evitados, para que eles não prejudiquem a sua estratégia.

Se você ainda tem alguma dúvida sobre o que não fazer em suas ações de comunicação, reunimos aqui alguns toques para te ajudar.

Confira 6 erros de marketing digital que devem ser evitados:

1- Não acompanhar os resultados

Em uma estratégia de Marketing Digital, mensurar os resultados das ações é fundamental para analisar o desenvolvimento do seu trabalho.

Pelos números é possível acompanhar o desenvolvimento das publicações e se elas dão o retorno desejado. Caso algo não saia do jeito planejado, a equipe descobre os erros a tempo e direciona as estratégias para outro caminho.

2- Não definir suas personas

É preciso criar uma persona real para entender as necessidades do público que a marca quer alcançar. Quando não se determina as principais características, hábitos e preferências podem existir complicações para a equipe de comunicação na hora de traçar as estratégias.

Por isso, é importante ter os perfis dos potenciais consumidores definidos para fazer ações bem direcionadas.

3- Não ter objetivos estabelecidos

Antes de planejar as ações de comunicação, é preciso colocar uma meta para a sua marca.  Quantas pessoas deseja alcançar? Qual o número de vendas que deve ser atingido? Perguntas como essas vão ajudar a definir os passos da sua estratégia.

Sem um objetivo estabelecido, a empresa perde o foco de onde chegar e não trabalha direito com as ações que devem ser colocadas em prática.

4- Não dar continuidade no relacionamento com os leads

Uma vez que o visitante se converteu em lead, você deve manter contato com ele enviando frequentemente conteúdos que possam lhe interessar.

Para que os leads estejam sempre atualizados sobre o seu negócio, envie emails periodicamente, como newsletters, para que fiquem por dentro das novidades da sua marca. Assim, quando desejarem fazer a compra de um produto que a sua empresa oferece, eles vão fazer a busca no seu site.

5- Não produzir um conteúdo otimizado

Nos materiais divulgados no site, blog e redes sociais, é fundamental destacar as palavras-chave, principalmente aquelas que são mais usadas no momento. Essa estratégia é muito importante para se destacar nos resultados orgânicos das buscas.

Além disso, se certifique de que suas páginas se adaptem para os diversos tipos de tela, pois grande parte dos visitantes navega pelos dispositivos móveis, como smartphones e tablets.

6- Não usar as ferramentas necessárias de Marketing Digital

A tecnologia é uma grande aliada para a divulgação das marcas. Portanto, use todos os recursos que puder para atingir seu público-alvo, como site, blog, redes sociais, softwares, estratégias de SEO, entre outras.

Os consumidores fazem buscas por diferentes canais e, estar presente em todos eles, é uma regra básica para que a sua marca seja encontrada.

Em algum momento a sua empresa pode já ter tropeçado nesses erros de Marketing Digital. Mesmo que isso tenha acontecido, sempre há tempo para rever suas ações e colocá-las em prática da maneira correta para atingir o sucesso do seu negócio.

Com informações da Agência Inbound

gerar leads

5 tipos de conteúdos para gerar leads para o seu negócio

Quando falamos em conteúdos para gerar leads, a primeira coisa que nos passa pela cabeça é a publicação de algum artigo. Esse é o material mais usado pelas marcas, pois é um meio de falar de vários assuntos por uma linguagem simples.

É importante continuar produzindo esse tipo de publicação para levar conhecimento e esclarecer as dúvidas do público. No entanto, existem outros conteúdos que também podem interessar aos seus consumidores e, ao mesmo tempo, variar as suas postagens.

Confira 5 tipos de conteúdos para gerar leads e variar as suas publicações:

1- Ebooks         

Depois dos artigos, esse é um tipo de material bastante utilizado pelas empresas. Muitas vezes, pode servir como “isca” para as landing pages. Por exemplo, você oferece um eBook gratuito e, em troca, o visitante deve preencher um formulário.

Nesse tipo de conteúdo o assunto é mais aprofundado do que quando escrito em um artigo. É uma estratégia que beneficia tanto a marca, quanto o consumidor que o adquire.

2- Webinars

Os webinars são como palestras, mas feitos totalmente online. Uma alternativa para usar vídeos, é um meio atrativo devido à sua interatividade, pois permite criar uma conversa em tempo real com quem fala com a audiência.

Os interessados em participar deverão fazer um cadastro. A partir dessas informações, é possível capturar novos leads.

Em seguida, os inscritos recebem o link por email para acessar o webinar, com a data e a hora marcada.

3- Cursos Online

Muitas pessoas buscam aumentar os conhecimentos por informações na internet. Os cursos online são cada vez mais procurados e as empresas que oferecem aulas com temas que interessem ao seu público saem na frente da concorrência.

Para se cadastrarem, os participantes devem deixar dados importantes, como nome, email e profissão. Isso ajudará a empresa a aumentar o número da base de contatos.

Os cursos online podem ser transmitidos por vídeos, ou enviando os materiais por email para os inscritos.

4- Entrevistas

Além de artigos dos especialistas da sua empresa e parceiros, entrevistas com pessoas que são referência ou até mesmo influenciadores na área em que a marca atua podem ser um grande atrativo de visitantes para o seu site e, consequentemente, gerar novos leads.

5- Conteúdo em áudio

Os sites e blogs têm muitos materiais disponíveis, mas nem sempre é possível ler tudo devido à correria do dia a dia. Conteúdo em formato de áudio pode facilitar o consumo de informação das pessoas e gerar leads para o seu site.

Sejam artigos ou ebooks, o visitante que não conseguir ler seus materiais poderá ouvi-los de onde estiver.

Com informações do blog Marketing de Conteúdo

resultados do blog

4 indicadores para você medir os resultados do blog

Assim como nas redes sociais, para medir os resultados do blog é preciso acompanhar algumas métricas que indicam o desenvolvimento deste trabalho do Marketing Digital.

Muitas empresas mantém um blog apenas para compartilhar alguns conteúdos. Entretanto, quando usado estrategicamente, pode ser uma excelente ferramenta para otimizar a divulgação do negócio e alcançar os resultados desejados.

Para isso, é preciso fazer um acompanhamento e analisar o desempenho e repercussão entre os visitantes. Não existem indicadores tão precisos como os das redes sociais, mas algumas perguntas podem te ajudar a enxergar os resultados.

Veja 4 questões que podem ser usadas como métricas para medir os resultados do blog:

1- O blog ajuda no desenvolvimento do meu negócio?

A finalidade do conteúdo publicado no blog é atrair, não apenas acessos, mas também leads para o seu negócio. Por isso, é importante saber quantas conversões foram feitas a partir deste canal.

Você pode usar ferramentas como chat online, pesquisas e até mesmo landing pages para capturar novos leads. Assim, você vai ter uma noção de quantas pessoas acessam o seu blog e quais os artigos mais buscados.

 2- O conteúdo agrada o público-alvo?

Um conteúdo relevante e interessante para o público é fundamental para o sucesso do blog. O desafio é saber se a estratégia da empresa está no caminho certo.

Um indicador que ajuda neste sentido é descobrir se o seu blog traz de volta os visitantes que já acessaram o seu site anteriormente. Se o número de retorno é alto, isso é um bom sinal.

Caso você perceba que não há um bom número de retorno, você pode repensar nas estratégias do seu conteúdo e tentar uma nova abordagem.

3- O blog está otimizado?

Assim como seu site, o blog deve funcionar de maneira responsiva. Ou seja, ele deve se adaptar para telas de diferentes dispositivos.

Você pode acompanhar estas visitas pelo número de acessos mobile e visitas orgânicas feitas por dispositivos móveis. Caso estes números estejam baixos, quer dizer que os visitantes têm dificuldades para acessar o seu site de celulares ou tablets.

Outro ponto a ser analisado é a velocidade de carregamento do seu blog. Se ele estiver muito lento, pode ter uma má classificação do Google e não ser bem posicionado nos resultados de busca.

4- As pessoas encontram o meu blog?

Um dos maiores segredos dos acessos orgânicos é o uso das palavras-chave. Quanto mais palavras relacionadas ao seu negócio forem usadas nos seus textos, maior a chance do seu blog aparecer em uma boa posição. Aposte nessa estratégia.

Com informações do blog Marketing de Conteúdo

público conectado

6 maneiras de manter o público conectado com a sua empresa

Manter o público conectado com a sua empresa é fundamental para as estratégias de conversão em leads e vendas. E, estabelecer um relacionamento não é algo fácil, pois são necessárias diversas ações por parte da equipe de comunicação.

No entanto, existem práticas eficientes que podem ser realizadas pelas marcas para deixá-las próximas ao público.

Veja 6 estratégias para manter o público conectado com a sua empresa:

1- Estude o seu público

As pessoas vão se aproximar da sua marca a partir do momento que elas sentirem uma identificação. Por isso, é importante estudar os perfis das pessoas que você deseja atrair.

Descubra quais são os interesses e o que elas buscam antes de promover qualquer ação. Isso vai garantir que as suas estratégias caminhem para a direção certa e você conseguirá atingir os objetivos mais rapidamente.

2- Faça um cronograma para suas estratégias

É importante definir um cronograma para organizar cada fase das ações colocadas em prática. Assim, você analisa o comportamento dos clientes ao longo de cada campanha que está sendo feita para criar o relacionamento.

O objetivo é estabelecer um processo e não perder o foco, desde o primeiro contato, até o pós-venda.

Entre as etapas deste processo, podemos citar a identificação da persona, contato, interação por meio de conteúdo e as soluções para seus problemas.

3- Escute o que seu público tem a dizer

Uma das melhores maneiras para estudar o seu público e produzir conteúdos relevantes é ouvi-lo.

Ao entender as necessidades das pessoas, você conseguirá fazer ações mais assertivas e, assim, chamará mais a atenção do público-alvo.

4- Utilize um software para guardar dados

O CRM (Customer Relationship Management) é uma ótima solução para armazenar informações e disponibilizá-las quando for necessário.

É impossível lembrar as características de cada pessoa, e, pelo fato de ser necessário entender o público-alvo, manter um software para guardar todos os dados necessários é uma estratégia fundamental.

5- Não padronize o seu público

Uma das principais exigências dos clientes atualmente é o atendimento personalizado. Eles querem se sentir únicos e, para isso, é importante adequar todas as estratégias para cada perfil.

6- Mantenha a comunicação em todos os momentos

Assim como é importante fazer a comunicação antes da compra do consumidor, também é fundamental o contato pós-venda. Você não pode deixar de se relacionar com ele porque já atingiu seu objetivo. Pelo contrário.

Quanto mais próximo do consumidor após ele ter realizado a compra, maior a chance de ele voltar a consumir seus produtos. Por isso, o relacionamento pós-venda é uma estratégia tão importante para manter o público conectado com a sua marca.

Com informações do Mestre do Adwords

como usar chatbots

O que são e como usar chatbots

Você já deve ter ouvido falar a respeito, mas pode ainda estar se perguntando “o que são e como usar chatbots?”.

Como o nome sugere, “bot” é abreviação em inglês para “robot”, ou seja, robô de chat. Essa é uma das principais ferramentas da Inteligência Artificial (ou AI) atualmente. São programas desenvolvidos para interagir com os humanos, simulando uma conversa. Assim, é possível automatizar algumas atividades burocráticas.

Como usar chatbots e otimizar os canais de comunicação?

Os chatbots podem ser instalados nos seus canais de comunicação pela internet, como em sites e páginas do Facebook. Eles funcionam como um chat, serviço do qual já estamos acostumados. A diferença é que este software está programado para responder a diversos tipos de questões.

Existem muitas atividades que em que os chatbots podem ser usados. Atualmente, a mais comum é o atendimento ao cliente. Por exemplo, quando um consumidor tem alguma dúvida em relação à sua marca, ele pode enviar uma mensagem que será respondida pelo chatbot e terá seu problema resolvido em minutos.

Entretanto, as empresas podem usar os chatbots para outras funções também. Eles podem ajudar nas ações de marketing e vendas, pesquisas de satisfação, reservas em restaurantes e pedidos de comida, por exemplo.

Benefícios no uso dos chatbots

A maioria dos serviços de automatização facilita o trabalho das empresas e, com os chatbots, não é diferente. Isso ajuda a resolver as burocracias rapidamente, satisfaz o cliente e melhora a reputação da marca.

Outro benefício é que os chatbots estão online 24h por dia. Portanto, o cliente poderá ser atendido a qualquer hora que precisar e não terá que esperar para resolver suas questões no período comercial.

Se você ainda não tem um chatbot para automatizar alguma ou várias tarefas da sua empresa, comece a pensar em instalar essa ferramenta. Ela pode trazer benefícios tanto para você, quanto para seus clientes.

Existem diversas organizações que podem te ajudar com a instalação desse software. Já no Facebook, você pode customizar o seu próprio chatbot por meio de diversos programas, como o ChatFuel, MEOKAY, Botsify, Morph, entre outros.

vídeo marketing

3 dicas para ter sucesso na sua estratégia de vídeo marketing

As postagens no formato de vídeo marketing já não são mais novidade. Muitas marcas já adotaram esse formato para variar seu conteúdo e chamar a atenção do público. Entretanto, o maior desafio é fazer um material interessante e que se destaque em meio a tantos outros.

O conteúdo em vídeo vai além do texto. Ele pode, até mesmo, criar uma conexão com a audiência quando bem feito, devido à imagem, ao som, à música e outros elementos que o compõem.

Para criar vídeos que façam sucesso entre o público existem algumas técnicas.

Veja 3 dicas para criar um vídeo marketing de sucesso:

1- Use a sua personalidade

É preciso que o executivo responsável pela imagem da marca se expresse com  confiança nos vídeos para conquistar as pessoas.

Devem participar aqueles que representam a identidade da empresa. E o tom a ser usado também depende de como a marca se impõe no mercado.

Quando se trata de um ecommerce de roupas e sapatos, cabe à marca usar um tom mais descontraído para atrair o público-alvo. Por outro lado, se a empresa for uma consultoria financeira, por exemplo, deve fazer a produção de um modo mais sóbrio.

2- Faça um roteiro para o vídeo marketing

Seja qual for o tempo de duração do seu vídeo, é importante seguir um roteiro. Neste caso, não precisa ser nada extremante profissional, mas um guia para organizar o que será falado e quais palavras serão usadas.

Sem um roteiro, o vídeo pode ficar confuso e não agradar ao público. Por isso, coloque em um papel todos os elementos que precisam ser falados, em ordem que façam sentido. Para concluir, recapitule tudo o que foi falado antes.

3- Faça um calendário com a periodicidade das postagens dos vídeos

Entre os benefícios de postar conteúdo em formato de vídeo, destacamos dois. O primeiro é que, geralmente, o público entende melhor a sua mensagem por este meio. O segundo é quanto mais vídeos você postar, maior será o acesso no seu site e redes sociais, uma vez que é um material interessante.

E, devido ao volume de vídeos que sua equipe começar a produzir, é importante organizar a periodicidade da postagem, para que não sejam publicados em períodos muito curtos ou longos.

Defina a melhor periodicidade para a publicação dos vídeos. Leve em consideração o tempo que levam para ser produzidos, a disponibilidade de quem vai participar e os assuntos que serão abordados.

Existem muitas outras dicas para ter sucesso em suas campanhas de vídeo marketing. Essas são algumas estratégias fáceis e que podem ser colocadas em prática o mais rápido possível.

Com informações do blog Copyblogger