criatividade

12 dicas para usar a criatividade como aliada no crescimento dos negócios

Apesar da ideia recorrente de que a criatividade é um talento nato, é possível dizer que com treino e dedicação você poderá ser capaz de encontrar soluções criativas para muitos problemas.

No mundo dos negócios, então, ser criativo é uma habilidade que pode auxiliar (e muito!) na hora de tomar decisões difíceis ou, ainda, no momento de produzir um conteúdo com mais qualidade.

As 12 sugestões a seguir foram elaboradas para ajudar quem busca aplicar a criatividade no dia a dia, principalmente nos negócios, mas, muitas vezes, encontra alguma dificuldade.

Confira as 12 dicas que podem ajudar na sua criatividade:

1. Observe e seja curioso: a criatividade está diretamente ligada à curiosidade. As grandes inovações do mundo surgiram da observação das necessidades das pessoas. Seja questionador e não tenha medo de ter dúvidas. Quem pergunta busca criar novas conexões no cérebro e isso é de extrema importância para encontrar caminhos ainda não explorados.

2. Mantenha-se sempre em busca do conhecimento: ser curioso leva ao conhecimento. Para que haja criatividade é preciso informação. E esta informação tem que ser de qualidade. O importante é sair da zona de conforto e estar sempre atento a novos conhecimentos. Aprender tem que ser uma lição diária. Todos os dias.

3. Seja musical: ouvir música ajuda, pois há uma transformação da mente. Você precisa saber que não existe uma lista que desperte a criatividade como uma receita de bolo. Pelo contrário. Cada um tem o seu estilo e ele deve ser respeitado. Busque ouvir músicas que lhe agradam, mas fique atento a novos artistas e canções, pois isso poderá te ajudar com outras inspirações. A dica primordial é: não ouça a mesma coisa o tempo todo.

4. Veja muitos filmes e séries: assim como as músicas, filmes e séries despertam sentimentos. Por isso, assistir filmes pode gerar ideias criativas. Opte por histórias profundas que causem certo tipo de reflexão. Ao pensar no que o filme pode proporcionar às pessoas, você certamente terá boas ideias.

5. Leia muitos livros: a leitura tem que ser um hábito. Ler estimula a criatividade e faz com que a sua imaginação se expanda. Quanto aos assuntos, o ideal é escolher algo que seja do seu interesse. Mas que tal buscar novos horizontes? Ler sobre empreendedorismo pode ser um bom começo para quem procura um novo caminho a percorrer.

6. Mantenha o bom humor: a base da criatividade está no humor. Perceba que algo só é engraçado para você porque antes alguém relacionou algum fato e o interpretou. Além do mais, o humor deixa as situações complexas mais leves e isso é fundamental para tornar o ambiente mais criativo.

7. Ouvir é sempre o melhor caminho: além de observar as pessoas, vá além. Procure ouvi-las. São as experiências, histórias e opiniões que estão ao nosso lado que farão nosso cérebro criar conexões para solucionar problemas.

8. A criatividade tem que ser trabalhada exaustivamente: respeite o seu tempo. Por mais que não desejamos, o bloqueio criativo pode acontecer. Neste momento, a melhor coisa a fazer é parar, dar um tempo e respirar. Uma pequena pausa faz milagres e pode ajudar muito. Qualidade é sempre melhor do que quantidade. Procure sempre ter em mente momentos de descontração. Sempre que possível opte por programas que valorizem o seu lazer. Tente sair da rotina e busque inspiração em pessoas e lugares novos.

9. Anote tudo: não confie na memória. As boas ideias podem surgir a qualquer momento e em qualquer lugar. E depois que surgem, elas podem ser melhor trabalhadas e lapidadas. Nem é preciso andar com o famoso bloco de notas impresso. Você pode usar o seu smartphone para anotar tudo aquilo que lhe vem à cabeça.

10. Reflita sobre tudo: reserve um tempo para pensar. Ao organizar as ideias, você conseguirá que os pensamentos apareçam espontaneamente. O simples exercício de respirar lentamente pode ser fundamental para o surgimento daquela ideia sensacional.

11. Durma com tranquilidade: ter uma boa noite de sono, ao lado de uma alimentação saudável, informação de qualidade e momentos de lazer são imprescindíveis para o sucesso criativo. O descanso proporcionado é fundamental para a realização das tarefas diárias e ajuda e muito no processo de criatividade.

12. Ponha a mão na massa: a criatividade pode até ser um talento nato para algumas pessoas. Mas, se você busca excelência para fazer algo, conte com a experiência e pratique. Colocar os planos em ação é o primeiro passo para realizar seus projetos.

Esperamos que as dicas acima sejam úteis para você colocar a criatividade para funcionar fortalecendo, assim, ainda mais o seu negócio.

*Com informações do Automação de Vendas

*Imagem: divulgação

arquitetura da informação

Descubra o que é a arquitetura da informação e como ela pode ser útil

Para falar de arquitetura da informação, é preciso voltar um pouco no tempo. Se você tem mais de 30 anos com certeza se lembra de como era navegar na internet no começo dos anos 2000.

Como a tecnologia estava iniciando naquela época, os sites tinham poucos recursos e a navegabilidade era terrível. No entanto, os anos passaram e o avanço tecnológico tomou uma proporção exponencial.

Hoje, a quantidade de informações ao qual somos expostos é imensurável. Para administrar este excesso de dados é preciso que o conteúdo apresentado esteja estruturado.

É neste contexto que a arquitetura da informação se faz presente. Do inglês, Information Architecture, ou simplesmente IA, este conceito tem utilidade prática no cotidiano de todos.

Arquitetura da informação auxilia a organizar os dados

A evolução da tecnologia caminha a passos largos, mas, antes de tudo, é preciso analisar que o ser humano ainda tem um cérebro analógico, ou seja, por mais que haja novidades high-tech a cada minuto, as pessoas precisam de tempo para captar e entender o que vem acontecendo na sociedade.

Para auxiliar neste processo, diversos profissionais vêm trabalhando nas equipes de desenvolvimento de sites e aplicativos para oferecer a melhorar experiência ao usuário.

Responsáveis por criar ativos digitais úteis e intuitivos, designers, produtores de conteúdo e analistas de experiência do usuário atuam para oferecer a melhor estrutura possível, para que as pessoas consigam encontrar aquilo que buscam em um site.

A arquitetura da informação apresenta uma estrutura facilmente compreensível com lógica simples e é necessário que seja levada em consideração a possibilidade de interação.

A importância da arquitetura de informação para o seu negócio

Inicialmente, o assunto pode parecer algo futurista e sem conexão com a realidade, mas a arquitetura da informação é atualmente uma necessidade básica de qualquer empresa.

O investimento neste tema se faz necessário pelo fato do usuário buscar uma boa experiência ao navegar pelo seu site. Caso não encontre as informações organizadas de maneira positiva, o possível cliente vai procurá-las em outra página.

Não se esqueça: vivemos na era da informação abundante e você precisa prender a atenção do seu visitante.

Há outro problema relacionado à navegabilidade ruim: a experiência negativa do usuário. Caso ele venha a se sentir mal, enquanto utiliza o seu site, o visitante pode atrelar este momento à marca do seu produto.

Como dito anteriormente, o fluxo de informação nos dias atuais só cresce. Por este motivo é preciso estar atento a todas as transformações e buscar ficar atualizado com as novidades que surgem a cada momento.

*Com informações do Marketing de Conteúdo

*Imagem: divulgação

Sucesso para o e-commerce

Sucesso para o e-commerce: como usar o marketing de conteúdo

As conversões são a chave do sucesso para o e-commerce. O tráfego para o site é extremamente importante, mas, de nada adiantará uma quantidade enorme de pessoas que acessam a página, se estas não se tornarem leads para depois se converterem em vendas.

É neste momento que entra em jogo o marketing de conteúdo. Estudos apontam que, com ele, é possível aumentar a taxa de conversão em até 6 vezes. Ou seja, o conteúdo tem extrema importância para gerar conversões para o e-commerce.

Fomentar a criação de conteúdo permite que a página crie uma estreita relação com os clientes. Os consumidores querem se sentir engajados e, ao aumentar o engajamento, você cria fidelidade à marca, impulsionando conversões e elevando, assim, o número de vendas.

Ao seguir a marca, o cliente busca mais que promoções e ofertas: ele quer informação. Seja sobre produtos, conceitos ou serviços oferecidos.

Como alcançar sucesso para o e-commerce: dias úteis para começar

Escolha um conteúdo: foque em um tipo e uma plataforma. Qual? Vai depender do produto/serviço, nicho de mercado e tipo de consumidor. A dica é começar pelo e-mail marketing, pois tem o maior retorno de investimento. Mas, lembre-se que há outras plataformas. Explore aquela que lhe é mais familiar: um post no blog, um vídeo no YouTube.

Crie guia de produtos ou serviços para os clientes: ofereça dicas de como usar, montar ou arrumar os produtos. Detalhes sobre serviços ofertados também são de grande valia. O guia deve ser usado para educar os clientes, não para realizar vendas. Preocupe-se em sempre apresentar itens visuais. Os clientes querem visualizar como as coisas funcionam e parecem. Querem ver como usar e cuidar dos possíveis futuros itens comprados.

Crie vídeos: as pessoas precisam de estímulos visuais, por esta razão o uso do vídeo é essencial. Seja em campanhas de anúncios, webinars aprofundados, cursos online ou outro modelo do tipo.

Ofereça informações úteis: ao criar uma tabela de tamanhos, você cria empatia com o cliente, pois disponibiliza para ele dados que serão utilizados na vida real. Outra estratégia é criar uma página com perguntas e respostas frequentes. O consumidor se sentirá muito confortável para buscar solucionar a questão que o levou até ali.

Conte histórias de clientes: compartilhar como 0 produto foi um sucesso para outra pessoa é um caminho vantajoso. Ao ver que a experiência foi positiva, o cliente vai em busca de algo similar para ele.

Há inúmeras maneiras de atrair tráfego e, consequentemente, ampliar o número de vendas para atingir sucesso para o e-commerce. Estas são as principais, mas, o primeiro passo é começar.

Invista no marketing de conteúdo que, em breve, a sua página estará com um bom fluxo de visitantes e com o engajamento em alta. Desta forma, o número de vendas só tende a crescer.

Com informações do Neil Patel

Imagem: divulgação

media training para advogados

Media Training para advogados e a importância da preparação

O Media Training para advogados vem sendo cada vez mais aplicado em escritórios. Normalmente ligado a porta-vozes de empresas e executivos, o treinamento para lidar com a imprensa também pode (e deve!) ser aplicado a profissionais da área jurídica.

A boa oratória, habilidade comum em advogados, não basta na hora de atender jornalistas. É necessário aprender a conceder entrevistas de forma eficaz, como se portar diante das câmeras, entender o que o repórter espera da fonte e até mesmo como reagir diante de perguntas embaraçosas. E é justamente isso que é apresentado no Media Training para advogados.

Quando se representa um cliente, então, o advogado tem inúmeras responsabilidades na mídia. A falta de capacitação e habilidade para lidar com jornalistas pode gerar danos irreversíveis.

Além de ensinar como se relacionar com a imprensa em geral, o treinamento também mostra como funcionam os meios de comunicação, casos reais e dá dicas de como conseguir destaque na mídia.

Dependendo do número de participantes, no Media Training é possível realizar atividades práticas de simulações de entrevistas. Esses exercícios são gravados, em vídeo e áudio, e exibidos aos participantes em sala de aula, com indicação de pontos de melhoria.

Media Training para advogados trabalha o “juridiquês”

 A prática de Media Training para advogados ajuda também a simplificar o vocabulário. Acostumado a termos jurídicos, o advogado precisa entender que o público de TVs, jornais, revistas, rádios e sites não é o mesmo dos tribunais. Por isso, é fundamental saber se comunicar de forma mais clara.

O curso também ajuda o profissional a organizar melhor suas ideias, expressando de forma coerente e coesa todo o conhecimento adquirido ao longo da carreira.

A RZT Comunicação oferece o curso de Media Training para advogados, inclusive in company, em todo Brasil. Entre em contato conosco e saiba como podemos ajudar.