velocidade de carregamento do site

Descubra porque a velocidade de carregamento do site é fundamental

A velocidade de carregamento do site deve ser uma preocupação constante de qualquer negócio, principalmente dos menores. Entenda o porquê este processo é tão importante para o sucesso da empresa.

Quem tem um pequeno negócio busca visibilidade no mundo digital e, para isso, é preciso ter em mente, ao menos, dois fatores fundamentais: o ranking do Google e a popularização do acesso à internet via celular.

No primeiro caso, é importante saber que o bom desempenho da página é um dos fatores considerados pelo Google para melhor posicionar o site na lista de buscas, auxiliando, assim, a estratégia de SEO.

Já o segundo ponto a ser lembrado é que a qualidade da internet móvel no Brasil ainda é ruim. Apesar disso, em 2016, 94,6% dos internautas brasileiros usavam a rede pelo aparelho.

Mas não são só estes os pontos a serem observados. Há outros motivos para investir na velocidade de carregamento do site, entre eles:

– Com a sociedade cada vez mais veloz, os usuários não têm tempo, nem paciência para esperar o site carregar;

– Está comprovado: sites mais rápidos, geram mais negócios;

– O Facebook (principal rede social do momento) tem uma política para penalizar sites lentos;

– Cada segundo de velocidade a mais será um ponto positivo a seu favor.

Como verificar a velocidade de carregamento do site?

Desde 2017, o Google oferece uma ferramenta chamada PageSpeed Insights que leva em consideração dados reais de todo o mundo para analisar a performance das páginas.

Estas informações têm como base um relatório de experiência dos usuários do navegador próprio do Google, o Chrome.

A ferramenta tem 3 pontuações:

De 0 até 59 pontos;
De 60 até 79 pontos e
De 80 pontos ou mais.

Além de pontuar, as páginas são classificadas em 3 cores: vermelho, amarelo e verde, respectivamente e recentemente receberam 3 nomes: ruim, média e boa.

Para finalizar, é preciso recapitular: sites com velocidade de carregamento rápida geram benefícios para o negócio e, por isso, o trabalho de performance deve ser uma constante.

A competitividade do negócio está atrelada à velocidade da página na internet. Lembre-se: o usuário não tem tempo de esperar que ela carregue.

Com informações do Apiki Blog

frequência de postagens

Marketing de conteúdo: a importância da frequência de postagens no blog

O tema do texto de hoje é a frequência de postagens no blog. Apesar de algumas pessoas pensarem ao contrário, a página ainda é uma das principais ferramentas na estratégia de marketing de conteúdo. Desta forma, manter a periodicidade de posts é fundamental.

Entre os principais benefícios que o blog pode trazer para o negócio estão: atrair tráfego de qualidade, gerar interesse e mais conversões, ganhar mais destaque nos buscadores, estabelecer um relacionamento mais próximo e saudável com o público, informar e doutrinar a audiência, ser um guia para o potencial consumidor no funil de vendas, entre outros.

No entanto, muitas empresas acabam subestimando o valor do blog e deixam de atualizar o conteúdo. Para conquistar sucesso com esta ferramenta é preciso tempo e dedicação. Os resultados são duradouros, mas é preciso determinação para alcançá-los.

Ao iniciar um blog, você tem que ter em mente que o projeto requer tempo para escolher uma pauta com conteúdo relevante, criar os textos e manter a regularidade na publicação.

Não há nada mais frustrante na internet, do que acessar um blog e não encontrar um conteúdo no dia e horário de costume.

Se você deixar de publicar e o seu leitor não encontrar aquilo que busca mais de duas vezes, dificilmente ele voltará a acessá-lo.

O acúmulo de tarefas e a falta de tempo podem ser barreiras para atualizar o blog, mas estes fatores devem ser levados em consideração ao traçar o planejamento inicial.

Veja 4 motivos para manter a frequência de postagens do blog

1. Relacionamento próximo: ao postar com frequência, você criará identificação com o seu público. Mas, é preciso que a presença esteja atrelada à relevância. Poste conteúdos úteis para sua audiência.

Ao entregar um conteúdo de relevância, você cria no leitor o hábito de acompanhar seu material. E este material precisa ser apresentado com linearidade, para que o público se sinta prestigiado.

2. Visibilidade: ao usar o blog, você utiliza as técnicas de SEO e, assim, atinge naturalmente as melhores posições no ranking de resultados das pesquisas, alcançando mais visibilidade, tráfego e resultados. Mas, para isso, é preciso ser constante com as postagens.

3. Interações: com a força das redes sociais, deixar de apresentar conteúdo pode te tornar invisível. Afinal, estar presente na lembrança do público é preciso, pois dessa forma você gera a interação e o engajamento.

4. Destaque: se você for na contramão das empresas que não acham necessidade de manter uma frequência de postagens, sua marca terá um diferencial em relação aos concorrentes. Você pode se tornar uma referência ou autoridade na área de atuação.

Após ler sobre os motivos para manter a frequência de postagens no seu blog, você deve estar se perguntando: mas, qual a média ideal então?

Não há uma receita definida de quantos posts devem ser feitos por dia/semana. Você precisa avaliar o seu público e entender o negócio. A frequência de postagens deve ser média, nem tanto, nem pouco.

Ofereça conteúdo de forma que não seja nem excessivo, nem ausente. Diversificar a forma e os tamanhos dos textos são boas dicas a serem seguidas.

Com informações do Mestre do Adwords

Imagem: divulgação

infraestrutura digital

Infraestrutura digital: veja 3 benefícios para pequenas empresas

Recentemente, mostramos como a infraestrutura digital é de extrema importância para pequenas empresas no artigo “5 motivos para as pequenas empresas contratarem uma agência digital”. Hoje, o nosso assunto também é voltado para este público, com o objetivo de indicar 3 benefícios que auxiliam a conquistar presença na internet.

Inicialmente, as pequenas empresas têm duas necessidades básicas: hospedagem de site e serviço de e-mail. Este raciocínio vem do fato de que, atualmente, é através da página, redes sociais e e-mails que as empresas conseguem conquistar novos clientes, além de manter e atender os atuais.

Como na maioria dos casos, os pequenos negócios quase não têm orçamento para divulgação. Por isso, quando a verba é pequena, é preciso usá-la com sabedoria. Se você não tem conhecimento técnico para lidar com estas situações, a sugestão é terceirizar o trabalho.

Infraestrutura digital para pequenas empresas: descubra 3 benefícios:

1- Hospedagem de site: completo, o WordPress é a melhor opção para hospedar o site. Através de vários plugins, a plataforma é flexível e oferece diversas soluções de infraestrutura digital para as pequenas empresas.

Ao optar por uma empresa que já possui uma infraestrutura consolidada, o pequeno empresário foca apenas no seu negócio e não se preocupa com questões técnicas como: atualização de sistema operacional, monitoramento de disponibilidade, entre outros.

É preciso saber que há vários tipos de hospedagem. Cabe a cada cliente analisar qual a necessidade do negócio para encontrar a melhor solução disponível.

2- E-mail: o e-mail é o principal meio de comunicação para as empresas. Sejam elas grandes ou pequenas.

A empresa pode optar por gigantes como o G Suite, do Google, ou o Office 365, da Microsoft. Mas, vale salientar que há outras soluções mais simples que podem atender diferentes necessidades.

As empresas de hospedagem de site, em sua maioria, oferecem o serviço de e-mails. Este fato ajuda a reduzir os custos da operação.

3- Presença digital: estar presente e ser engajado nas redes sociais ajuda a aumentar o tráfego para o site. Assim, cresce também o número de e-mails na caixa de entrada e a possível conversão de novos clientes.

O dono do pequeno negócio precisa focar no trabalho e deve, assim, terceirizar os assuntos que estão diretamente ligados à infraestrutura digital para pequenas empresas.

Na hora de escolher o provedor para hospedagem do site e o e-mail, analise todas as opções, pois o mercado oferece diversos modelos. Ao conhecer os diferenciais de cada um, priorize aquele que garantir a melhor relação custo-benefício.

Com informações do Apiki Blog

Imagem: divulgação

autoridade no marketing digital

Autoridade no Marketing Digital: descubra como ganhar esse status

Tornar-se uma autoridade no Marketing Digital é o desejo de muitos empreendedores. Afinal, quando uma marca ou profissional ganha esse status, passa a ser admirado, cobiçado e mais valorizado. Ou seja, é o sonho de praticamente todos.

Mas, afinal, como se tornar uma autoridade no Marketing Digital? E por que isso é realmente tão necessário?

Para ficar mais claro, imagine a seguinte situação: você está buscando um curso online sobre como aumentar as vendas e se depara com duas opções.

A primeira é com um especialista que você já conhece, seja por acompanhá-lo nas redes sociais, pelas aparições na imprensa, pelos artigos dele que você adora ler ou pela recomendação de algum amigo.

A outra possibilidade é com um profissional que você nunca ouviu falar. Depois de pesquisar o nome dele na Internet, não achou quase nada. Pouquíssimo conteúdo, sem depoimentos de clientes, redes sociais desatualizadas…

Agora responda: de quem você compraria o curso? A resposta é óbvia.

E sua decisão está totalmente atrelada à autoridade, segurança e confiança que o especialista transmitiu a você. Ou seja, para chegar a esse nível de ser comprado, sem fazer esforço, o profissional precisou trabalhar sua imagem, sua marca. Só depois, então, começou a colher.

Para virar autoridade no Marketing Digital, comece pelo início

O caminho é claro, afinal, é o que normalmente se faz no mundo offline. Normalmente na carreira começamos fazendo um estágio – muitas vezes até sem ser remunerado – e, aos poucos, alcançamos novos cargos, passamos a ser reconhecidos e conquistamos melhores salários.

Só que, hoje em dia, com o boom do Marketing Digital, muitos querem encurtar o caminho. E até começar pelo final, sem querer cumprir a caminhada natural.

É comum entrarem em contato comigo na RZT Comunicação, agência que fundei em 2006, e falarem: “Almir, acabei de criar um e-book, um curso online, e agora quero vender. Quero ganhar dinheiro pela Internet!”. E então, quando vou pesquisar sobre o profissional ou a marca, não acho nada. Nem um site ou blog sequer! Talvez nem ele compraria seu próprio infoproduto.

Então, se você pensa em usar essa vitrine sensacional chamada Internet, tenha humildade ao começar. Não se iluda com histórias de quem fala que ganhou 6 ou 7 dígitos em um mês. Isso pode acontecer? Sim, pode, mas depende de uma série de fatores.

10 passos para a conquista da autoridade no Marketing Digital

1. Defina um nicho no qual você vai trabalhar. Quanto mais específico, melhor;

2. Defina a sua persona, ou seja, o perfil detalhado do seu cliente;

3. Profissionalize seus canais de comunicação (site, redes sociais, canal no YouTube…);

4. Crie estratégias para gerar leads;

5. Comece a produzir artigos com frequência, sempre com as técnicas de SEO;

6. Produza muitos vídeos, com conteúdo que realmente agregue valor para seu público;

7. Participe ativamente de grupos nos quais sua persona está presente;

8. Destine uma verba mensal para anúncios. Hoje não dá mais para sobreviver apenas de alcance orgânico nas redes sociais;

9. O mundo offline também ajuda a ganhar autoridade. Contrate uma assessoria de imprensa para aparecer na mídia, pois isso gera credibilidade. Antes, faça um Media Training;

10. Talvez você não tenha tempo para cuidar de tudo isso nem se sinta capacitado para fazer sozinho. Sem problemas, normal. Terceirize. Há agências, como a RZT Comunicação, e profissionais especializados nisso.

Formando uma base sólida, as chances de você ter sucesso no Marketing Digital são enormes. Boa caminhada!

Autor do artigo: Almir Rizzatto é jornalista e pós-graduado em Comunicação Empresarial, Relações Públicas e Marketing. É fundador da agência RZT Comunicação, palestrante, instrutor, consultor e especialista em Marketing Digital. Através da RZT, oferece soluções para profissionais liberais e empresas de todos os portes, além de cursos como os de Marketing Digital e SEO.

blog da empresa

3 dicas para aumentar o número de leitores do blog da empresa

Quando o assunto é o blog da empresa, a primeira pergunta que vem à cabeça é: será que o meu tipo de negócio precisa mesmo de um blog?

Com exceção dos blogueiros independentes, que já entraram no mercado com a intenção de divulgar seu trabalho, as empresas poderiam apenas se contentar com o site institucional. Afinal de contas, manter o blog da empresa requer muito empenho.

Para alcançar o chamado sucesso na rede, a empresa precisa contar com uma boa estrutura, design agradável, navegabilidade amigável e carregamento ultra veloz.

Além, é claro, de um conteúdo atualizado, de qualidade, relevante, que seja constante, tenha uma identidade, e se comunique de forma clara.

Mesmo demandando tanto trabalho, a resposta para a pergunta inicial deste texto é: sim, o blog da empresa é de extrema importância. Pois, é através deste canal que se pode estabelecer um contato e um relacionamento direto com os clientes.

O caminho para conseguir alcançar um número satisfatório de leitores, que vão ler e interagir com os materiais, não é nada fácil, mas é possível.

Lembre-se que é através do blog da empresa que você conseguirá aplicar as técnicas de marketing de conteúdo, para atrair e engajar potenciais interessados na sua marca.

Confira abaixo as 3 dicas que vão fazer o maior sucesso no blog da empresa:

1. O seu conteúdo tem que ser digital

O conteúdo dever ser pensado e feito exclusivamente para o ambiente digital. A forma como as pessoas se comunicam mudou, principalmente com a popularização da internet.

Atualmente, o público quer rapidez, praticidade e facilidade, mas não abre mão da qualidade e da relevância do conteúdo. Foque no canal de comunicação e nas preferências do seu público. Deixe sua veia literária para outras ocasiões.

O objetivo do blog da empresa tem que ser comunicar, informar, interagir e acima de tudo, engajar.

O texto precisa ser fluido. Por isso, as frases têm que ser curtas e os parágrafos não devem ter mais do que 3 ou 4 palavras. Sempre busque simplificar o texto e não use expressões rebuscadas.

2. Utilize os métodos PAS e AIDA no seu blog da empresa

Estratégias de conteúdo para chamar atenção do público, os métodos PAS e AIDA são ferramentas para aumentar o número de leitores do blog.

O método PAS consiste em chamar a atenção para o problema, explicar, identificar o porquê tratá-lo e apresentar uma solução.

Já no AIDA você apresenta dados, fotos e gráficos relevantes já logo no início do texto, para depois engajar e despertar a vontade do leitor para descobrir mais.

3. Não se preocupe tanto com as palavras-chaves

Aqui não se trata de deixar as palavras-chave de escanteio. Pelo contrário. A ideia é mostrar que o conteúdo pode ser avaliado de várias formas e sob outros olhares, para abrir novas possibilidades.

Busque entender o seu potencial cliente, como ele pensa e o que ele deseja. Assim, o seu conteúdo poderá ser direcionado especificamente para o seu público ideal.

Com informações de Mestre do Adwords

Imagem: divulgação