TV studio - Video camera viewfinder

Novas plataformas de comunicação causam mudanças no Media Training

O Media Training se tornou uma prática muito comum na comunicação das empresas para preparar diretores, gerentes ou algum porta-voz específico para lidar com o relacionamento com a imprensa. Este tipo de treinamento geralmente acontece em um dia e é oferecido por profissionais experientes do jornalismo, oratória e relacionamento interpessoal.

Além de preparar os profissionais para falar com a imprensa sobre a divulgação de seus produtos e serviços, o Media Training também é essencial para que eles saibam se relacionar em momentos de crise e como se portar diante de uma situação delicada, para não prejudicar a imagem da empresa.

Por muito tempo o serviço de Media Training ensinou práticas para se relacionar apenas com os meios de comunicação mais comuns: jornais, revistas, televisão e rádio. Isto porque estes são os formatos tradicionais de imprensa, em que o jornalista apura a informação com a fonte, volta para a redação, edita o texto e imagem e só depois a matéria será publicada.

Ainda que este tipo de mídia esteja sobrevivendo, os canais digitais ganham cada vez mais espaço e mudam rapidamente o modo de publicar conteúdos. Seja por portais, blogs ou redes sociais, a divulgação por estas plataformas já é muito popular e o controle sobre a informação fica mais difícil.

A mobilidade das ferramentas para publicação de conteúdo, como smartphones e tablets, faz com que tudo possa ser publicado instantaneamente, principalmente por meio de fotos e vídeos. Muitas destas informações não são apuradas ou editadas devidamente, podendo causar facilmente um mal entendido para a imagem das marcas.

Na mídia tradicional, os formadores de opinião são jornalistas renomados, de muitos anos de carreira, ou especialistas das áreas que ganharam destaque ao longo do tempo. Hoje, a internet permite que qualquer pessoa exponha seus pensamentos e pontos de vista. Isto permitiu a criação de diversas personalidades da internet, que são seguidas por um grande número de usuários das redes sociais e que influenciam nos gostos e modo de pensar do público.

Por isso, líderes e porta-vozes devem estar preparados para lidar com todos os representantes dos meios de comunicação. É preciso atender não somente aos veículos mais tradicionais e de seus interesses, mas também estas personalidades das plataformas digitais que influenciam diversos tipos de público. Um pequeno erro de interpretação ou falta de respostas podem impactar negativamente um significativo número de pessoas.

O desafio do Media Training cresce à medida que novas plataformas surgem nos meios de comunicação e, juntamente, aparecem novos formadores de opinião. O serviço deve ajudar os porta-vozes a lidarem com os tradicionais e novos canais de informação para que consigam impactar positivamente os públicos sobre seus serviços, produtos e imagem.

Com informações do artigo de Rafael Torres para o LinkedIn

0 comentários

Faça seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *