segurança de sites

Segurança de sites: como garantir sem grandes investimentos

Após o texto sobre a velocidade de carregamento, o assunto desta vez é a segurança de sites. Como os pequenos negócios podem garantir a confiabilidade da sua página sem grandes investimentos?

A preocupação com a segurança de sites deveria ser constante para os pequenos empreendimentos, mas são poucos os que têm esta visão de negócio.

Geralmente, muitas empresas sequer dedicam atenção ao assunto, quanto mais investimentos. O fundamental é as organizações entenderem a importância de manter um site seguro.

Dificuldade para implementar a segurança de sites

As pessoas só compreendem a importância da segurança de sites quando algo acontece. Muitos não fazem o backup regular e, por isso, correm o risco de perder todos os arquivos.

Entre os critérios que dificultam a implementação da segurança de sites em pequenas empresas é o desconhecimento do tema. Quem não conhece, não se importa.

Mas, não se preocupar com o tema pode causar danos ao negócio e a sua presença digital.

Empresas como Google, Facebook e outros ignoram e penalizam sites infectados.

Como manter a segurança de sites sem investir muito

Um bom caminho a seguir é terceirizar o processo de tecnologia. Antes de pensar no negócio em si, tenha em mente que a terceirização é primordial para o sucesso da futura pequena empresa.

Seu negócio precisa de uma presença digital consistente para alcançar novos clientes, além de falar com os atuais.

Para isso, é preciso atentar-se a três fatores que exigem segurança: hospedagem do site, desenvolvimento e manutenção. Confira a seguir:

– Segurança de hospedagem: procure hospedar seu site em locais que minimizem riscos e resolvam algum problema de forma rápida e eficaz. Não escolha servidores que deleguem a tarefa para você.

– Segurança de desenvolvimento: os profissionais por trás do desenvolvimento de sites e lojas virtuais devem conhecer muito de segurança para evitar possíveis brechas que levem a ataques.

– Segurança de manutenção: é preciso monitorar e executar rotinas consistentemente. Utilize soluções gratuitas como, por exemplo, o plugin WP Care. Este plugin informa se há alguma vulnerabilidade de segurança na versão utilizada.

* Com informações do Apiki Blog

0 comentários

Faça seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *