Posts

blog da empresa

3 dicas para aumentar o número de leitores do blog da empresa

Quando o assunto é o blog da empresa, a primeira pergunta que vem à cabeça é: será que o meu tipo de negócio precisa mesmo de um blog?

Com exceção dos blogueiros independentes, que já entraram no mercado com a intenção de divulgar seu trabalho, as empresas poderiam apenas se contentar com o site institucional. Afinal de contas, manter o blog da empresa requer muito empenho.

Para alcançar o chamado sucesso na rede, a empresa precisa contar com uma boa estrutura, design agradável, navegabilidade amigável e carregamento ultra veloz.

Além, é claro, de um conteúdo atualizado, de qualidade, relevante, que seja constante, tenha uma identidade, e se comunique de forma clara.

Mesmo demandando tanto trabalho, a resposta para a pergunta inicial deste texto é: sim, o blog da empresa é de extrema importância. Pois, é através deste canal que se pode estabelecer um contato e um relacionamento direto com os clientes.

O caminho para conseguir alcançar um número satisfatório de leitores, que vão ler e interagir com os materiais, não é nada fácil, mas é possível.

Lembre-se que é através do blog da empresa que você conseguirá aplicar as técnicas de marketing de conteúdo, para atrair e engajar potenciais interessados na sua marca.

Confira abaixo as 3 dicas que vão fazer o maior sucesso no blog da empresa:

1. O seu conteúdo tem que ser digital

O conteúdo dever ser pensado e feito exclusivamente para o ambiente digital. A forma como as pessoas se comunicam mudou, principalmente com a popularização da internet.

Atualmente, o público quer rapidez, praticidade e facilidade, mas não abre mão da qualidade e da relevância do conteúdo. Foque no canal de comunicação e nas preferências do seu público. Deixe sua veia literária para outras ocasiões.

O objetivo do blog da empresa tem que ser comunicar, informar, interagir e acima de tudo, engajar.

O texto precisa ser fluido. Por isso, as frases têm que ser curtas e os parágrafos não devem ter mais do que 3 ou 4 palavras. Sempre busque simplificar o texto e não use expressões rebuscadas.

2. Utilize os métodos PAS e AIDA no seu blog da empresa

Estratégias de conteúdo para chamar atenção do público, os métodos PAS e AIDA são ferramentas para aumentar o número de leitores do blog.

O método PAS consiste em chamar a atenção para o problema, explicar, identificar o porquê tratá-lo e apresentar uma solução.

Já no AIDA você apresenta dados, fotos e gráficos relevantes já logo no início do texto, para depois engajar e despertar a vontade do leitor para descobrir mais.

3. Não se preocupe tanto com as palavras-chaves

Aqui não se trata de deixar as palavras-chave de escanteio. Pelo contrário. A ideia é mostrar que o conteúdo pode ser avaliado de várias formas e sob outros olhares, para abrir novas possibilidades.

Busque entender o seu potencial cliente, como ele pensa e o que ele deseja. Assim, o seu conteúdo poderá ser direcionado especificamente para o seu público ideal.

Com informações de Mestre do Adwords

Imagem: divulgação

boa comunicacao

7 dicas para ter uma boa comunicação no mundo digital

Ter uma boa comunicação no mundo digital é fundamental para as empresas. Com as ferramentas atuais é possível prospectar clientes e fechar negócios sem sair do escritório. Mas, para isso, é preciso que a comunicação seja eficiente e não cause ruídos.

Estudo de Albert Mehrabian mostra que 93% da comunicação humana se dá pelos gestos, intensidade da voz, expressões faciais e postura. Somente os outros 7% se referem ao conteúdo da mensagem em si.

Assim, percebe-se que a forma como se fala é muito mais importante do que o que é falado. E como transmitir esta emoção na linguagem escrita?

Confira 7 dicas práticas de como ter uma boa comunicação na era digital

1. Pergunte: fazer questionamentos é fundamental para entender o que o outro está pensando. As perguntas podem ser abertas com respostas livres ou fechadas com opções para que o interlocutor escolha.

2Cuidado com a gramática: o uso correto do idioma é essencial para uma boa comunicação. Atenção com acentos, pontuação e grafia de termos garante que a mensagem será compreendida

3. Coloque emojis: como a comunicação escrita não consegue transmitir emoções, o uso dos emojis pode ser útil para quebrar barreiras. Nem sempre a utilização dos símbolos é bem-vinda. Assim como tudo na vida, cuidado com os excessos.

4. Use áudios: a voz transmite melhor a sensação do que se comunica. Se possível, utilize áudios no material para valorizar o conteúdo.

5. Educação e cordialidade: lições da vida também devem ser utilizadas no meio digital. Pedir licença e usar por favor, são regras básicas que se encaixam perfeitamente na comunicação digital.

6. Frases curtas: o tempo está cada vez mais escasso. As tarefas se multiplicam e é preciso produzir conteúdo rápido, mas sem esquecer a qualidade. A comunicação precisa ser de fácil entendimento para agregar valor à vida das pessoas.

7. Fuja das palavras difíceis: escrever de forma difícil pode afastar o público. Escolha termos simples, para evitar que a comunicação não seja eficiente.

Com informações do Automação de Vendas

*Imagem: divulgação

email-marketing

Email Marketing: 6 detalhes para conferir antes de fazer o disparo

O email marketing é uma importante ferramenta para as empresas. Mas, antes de enviar a mensagem, é necessário verificar se está tudo em ordem e com atenção redobrada, pois atingirá um grande número de pessoas.

Depois de ter o conteúdo estruturado e pronto para o disparo, é imprescindível se atentar a pequenas informações.

Veja 6 detalhes para conferir antes de enviar um email marketing:

1- Assunto

O campo “assunto” é valioso, pois é o que chama a atenção do remetente para abrir a sua mensagem. Por isso, deve conter elementos que gerem interesse e mostre relevância para o leitor.

Outro ponto importante é o tamanho do assunto. O ideal é que contenha entre 20 e 40 caracteres para que fique todo legível na caixa de entrada.

2- Email do remetente

Aqui você deve se atentar a dois pontos. O primeiro é o nome do remetente. Ao enviar uma mensagem, certifique-se que o leitor receberá com o seu nome, ou o de sua empresa, para facilitar o reconhecimento de quem mandou.

Também escolha encaminhar por um email mais pessoal. Ao invés de contato@nomedaempresa.com, prefira inserir o seu nome, para criar mais empatia e confiança por parte de quem está recebendo.

3- Nome da campanha

Ao fazer as edições na plataforma do envio do email marketing, coloque um nome fácil para a sua campanha. Isso irá ajudar na busca se precisar ser encontrada.

4- Personalização

Mesmo que a mensagem vá para um grupo segmentado da sua lista, é interessante enviar um email personalizado para cada um. Por exemplo, você pode programar para que seus contatos recebam o conteúdo com o primeiro nome na saudação.

5- Verifique os links

Certamente sua mensagem terá links para direcionar para algum conteúdo. Portanto, certifique-se de que todos eles foram inseridos corretamente, tanto se direcionam para a página corretamente, quanto se estão colocados na palavra certa.

6- Envie um email teste

Para ter certeza de que está enviando tudo corretamente, mande um teste para si. Assim, você poderá conferir todos os itens comentados acima e fazer o disparo sem preocupações.

*Com informações do blog Resultados Digitais

desafios do marketing digital

5 grandes desafios do Marketing Digital

Uma pesquisa feita pela Clear Vice revelou­­ os maiores desafios do Marketing Digital atualmente. Participaram cerca de 1000 profissionais da área que apontaram dificuldades como tempo, criatividade, credibilidade e conversão.

Se você está preocupado por causa das dificuldades encontradas no dia a dia do trabalho, saiba que esse problema também acontece com milhares de outros profissionais.

Veja 5 desses desafios do Marketing Digital apontados na pesquisa:

1- Tempo

O tempo parece ser uma das maiores dificuldades. A desorganização, altas metas e a falta de colaboração passam a sensação de que um dia não é o suficiente para fazer tudo.

Esses desafios implicam no seguimento do calendário, gerenciamento dos processos e em colocar as ideias em prática.

 2- Criatividade

 Como citado no primeiro item, a falta de tempo afeta a criatividade dos profissionais. Outro desafio é o fato de existirem milhares de publicações disponíveis por dia. Mesmo que haja uma ideia inovadora, muitas vezes eles não se sentem confiantes para colocá-la em prática.

 3- Credibilidade

Além da criatividade, fazer um conteúdo de qualidade também passou a ser um desafio para os profissionais de marketing digital.

Uma publicação sem informações esclarecedoras e de fontes não muito confiáveis implicam em sua índole e, consequentemente, na credibilidade que o leitor dá a ela.

4- Conversão

Já os profissionais mais focados em vendas apontam que a conversão de visitantes em leads é uma das maiores dificuldades. Ainda que ofereçam um bom conteúdo e utilizem estratégias para capturar potenciais consumidores, não estão muito satisfeitos com seus resultados.

5- Quantidade de plataformas digitais

O que parece ser uma solução para as equipes de comunicação, na verdade não é. A diversidade de plataformas digitais acaba atrapalhando as estratégias das marcas pelo fato de tornar mais difícil alcançar o público e ter a sua atenção.

Entretanto, os profissionais de comunicação não se deixam abater por esses desafios. Eles trabalham para se superarem cada vez mais e continuarem inovando na comunicação das marcas.

Com informações do blog Convince & Convert

marketing digital e tecnologia

4 tendências que envolvem Marketing Digital e tecnologia

Marketing Digital e tecnologia são áreas que, juntas, contribuem para o avanço da comunicação. Atualmente, grande parte das ações feitas pelas empresas é baseada em recursos automatizados.

Para captar dados dos clientes e melhorar a eficiência no atendimento, as ferramentas tecnológicas são de grande ajuda para a comunicação.

Veja 4 tendências que envolvem Marketing Digital e tecnologia:

1- Mobile Marketing

A acessibilidade por dispositivos móveis permite que os consumidores fiquem online 24h por dia. Isso obrigou as empresas a repensarem sua comunicação, adaptando seus sites e campanhas nas redes sociais para as telas de smartphones e tablets.

Por isso, ao desenvolver suas ações, é preciso pensar em todo tipo de acesso que vá além dos desktops. Assim, as pessoas conseguirão navegar pela internet por qualquer aparelho.

2- Big Data

O Big Data guarda um grande volume de informações das pessoas que acessam conteúdos online. Assim, é possível fazer uma análise sobre o mercado e a visão dos clientes sobre o negócio.

Esses dados são muito importantes, pois ajudam a definir as personas e servem como base para traçar estratégias de comunicação.

3- CRM – Customer Relationship Management

O CRM é um software que integra diversas informações. Ele é o sistema responsável pela gestão do relacionamento entre as marcas e os clientes. No mercado de TI (Tecnologia da Informação) existem diversos CRMs. Cabe à empresa contratar o que achar melhor.

Ele funciona assim: primeiro, capta informações dos clientes. Depois, junta esses dados e os coloca em um banco de dados.

Desse modo, as empresas conseguem manter as informações necessárias para entender os consumidores e fazer ações mais assertivas para o público-alvo.

4- Inteligência Artificial

Conhecida pelo termo em inglês AI, Artificial Intelligence, é um sistema criado para simular algumas atividades feitas pelos humanos, tomando decisões como se fosse uma pessoa.

Essa é uma tendência que vem crescendo nas empresas. O exemplo mais comum de Inteligência Artificial que temos contato ultimamente são os chatbots. Por eles, é possível atender a um cliente, pois o sistema entende a dúvida e a responde, solucionando o problema rapidamente.

Outros sistemas de Inteligência Artificial já estão sendo estudados e logo serão colocados em prática também. Essa é uma tecnologia que veio para automatizar muitas atividades, principalmente na comunicação.

A tendência é de que o Marketing Digital e a tecnologia continuem juntos, pois trazem muitos benefícios para as empresas em relação à campanhas e atendimento ao cliente. Fique esperto em suas estratégias e comece a usar algumas destas ferramentas também.

Com informações do blog Casa de Imagem

Top view of young  Businessman woman hands reviewing analyzing financial data chart.

5 preocupações de quem começa a praticar o Inbound Marketing

O Inbound Marketing já não é uma prática tão recente, mas ainda há empresas dando os primeiros passos. E, como em todo início, surgem muitas dúvidas se esta é mesmo uma boa estratégia para a comunicação da marca.

Reunimos aqui 5 preocupações mais comuns sobre o Inbound Marketing e como solucioná-las. Confira:

1- “Não tenho uma equipe para trabalhar nisto e nem tempo para fazer sozinho”

Gerenciar o tempo é uma de nossas maiores dificuldades. Por isso, é importante organizar as tarefas e saber priorizá-las. Portanto, ter uma pessoa para trabalhar no conteúdo de Inbound Marketing da sua empresa é muito interessante para que as informações estejam em dia e, assim, gerar melhores resultados.

Mas, caso seja você mesmo que vá atualizar o conteúdo de seu site ou blog, siga estas dicas para se organizar melhor:

  • Defina uma persona (perfis do público);
  • Produza conteúdos rápidos;
  • Crie uma oferta para geração de Leads;
  • Tenha uma estratégia clara de abordagem dos Leads mais qualificados.

2- “Os resultados vão demorar muito”

A maioria das empresas que começa a praticar o Inbound Marketing tem expectativas de retorno imediato. E quando os resultados não aparecem logo no primeiro mês, já pensam em cancelar o investimento e interromper o processo.

Existem muitos casos de empresas que já viram resultado no primeiro mês. Entretanto, se você busca por rapidez, algumas mídias com resultado de curto prazo podem ajudar. Mas, lembre-se: é imprescindível ter uma oferta para converter visitantes em leads. As mídias pagas vão gerar visitas, mas o objetivo é oferecer um conteúdo relevante para esses visitantes entrarem na sua base de dados.

3- “Não consigo gerar um conteúdo relevante”

No início pode ser difícil criar pautas que atraiam o seu público alvo. Mas, quando dominamos o ramo no qual trabalhamos, temos muito conhecimento para transmitir.

Se estiver com dificuldade em começar a escrever ideias, siga estes passos:

  • Procure identificar suas personas e o motivo pelo qual elas precisam do seu produto ou serviço;
  • Evite falar apenas dos benefícios do seu produto ou da sua empresa;
  • Exercite a empatia. O que suas personas estão buscando quando abrem o Google?
  • A partir daí, pense em conteúdos que sejam relevantes e dê a eles um formato atraente.

Além de construir conteúdos importantes com os seus conhecimentos, você também passará a fazer pesquisas para falar de novos temas e, assim, aprenderá mais.

4- “Se eu entregar meu conhecimento, ninguém vai precisar dos meus serviços”

Mostrar o seu conhecimento é a melhor forma de ganhar a confiança do público. E isso não trará perda de clientes, muito pelo contrário, pois, apesar de falar sobre os seus serviços, você é que realmente sabe praticá-los.

Ou seja, não deixe de compartilhar seus conhecimentos por medo de “entregar o ouro”, porque esta é justamente uma das melhores estratégias para fazer o seu negócio crescer.

5- “E se as pessoas não visitarem meu site/blog?”

Produzir conteúdos relevantes, gerar ofertas para leads e ninguém ver. Isso é uma preocupação relevante, afinal, você dedica parte do seu tempo e investimento para esta estratégia dar certo. Entretanto, existem muitos casos de sucesso para te motivar, então não desista desta prática que tem ajudado tantas empresas e poderá ajudar a sua também.

Empresas enfrentam dificuldades em todas as fases, desde o início, até mesmo quando está em seu auge. Conte com estratégias simples, como o Inbound Marketing, para te ajudar em todas elas. Compartilhe o seu conhecimento e faça com que ele te ajude a crescer cada vez mais.

Com informações do blog Resultados Digitais

assessoria-imprensa

Assessoria de imprensa: 5 serviços importantes para sua empresa

A assessoria de imprensa cresceu muito na área de comunicação pelo fato de estreitar os laços com os veículos de divulgação. Toda empresa que preze pela sua imagem na mídia busca por uma equipe especializada para este serviço.

Entretanto, com o avanço dos meios de comunicação, as assessorias aumentaram suas tarefas e hoje oferecem inúmeros serviços de comunicação para a sua marca. Veja 5 ações importantes dos profissionais desta área:

1- Tornar a empresa fonte para entrevistas

O assessor envia sugestões de pauta frequentemente para todos os tipos de veículo. Assim, os jornalistas passam a conhecer o trabalho e especialidade da empresa e podem usá-la como fonte em suas matérias relacionadas aos assuntos que lhes convém.

Entretanto, este relacionamento não acontece do dia para a noite. O relacionamento com a mídia é construído aos poucos, começando por veículos menores, até que a assessoria consiga entrevistas com a grande mídia.

2- Transformar o negócio em notícia

Este é um dos principais motivos que levam empresas a contratarem assessoria de imprensa. A instituição pode ser especialista em um determinado setor, o que já pode torná-la fonte no assunto, mas o cotidiano, curiosidades sobre as equipes e o modo de trabalho também podem servir como pauta.

3- Engajamento nas redes sociais

Um dos pontos que sempre citamos aqui no blog, engajamento nas redes sociais é fundamental para a boa imagem e relacionamento com o cliente. Caso a empresa não tenha uma equipe especializada, muitas agências de assessoria de imprensa, hoje em dia, têm equipes que gerenciam as redes sociais, o que é ótimo para as empresas, pois centraliza a comunicação em um único lugar.

4- Expor a marca para os influenciadores digitais

Além dos jornalistas profissionais, a assessoria de imprensa pode estreitar relações com os influenciadores das mídias sociais – youtube, instagram, snapchat, entre outros – para que a empresa possa fazer uma parceria publicitária, por exemplo.

5- Conquistar credibilidade para a marca

A união destes trabalhos – entrevistas para a mídia, ser assunto de pautas, engajamento nas redes sociais e parceria com influenciadores digitais – são um conjunto que, dia após dia, formam a imagem da empresa na mídia e constroem a sua credibilidade. E este é um dos objetivos do serviço de assessoria de imprensa.

Este tipo de serviço exige do profissional conhecimento de mídia e bom relacionamento com a imprensa. Por isso, se a sua empresa busca por resultados eficientes, procure por uma equipe especializada no assunto.

Com informações do portal Administradores

integracao-comunicacao-marketing

Os benefícios da integração entre o marketing e a comunicação

As áreas de marketing e comunicação são muito semelhantes, o que leva aos profissionais destes dois segmentos a trabalharem em conjunto. Resumidamente, o marketing é responsável pela parte das vendas do produto, enquanto a comunicação define o modo como irá divulgá-lo para o público-alvo.

A comunicação, antes vista como um setor complementar, hoje é fundamental para a estratégia das empresas. Suas atividades compreendem um conjunto de atividades, ações, estratégias, produtos e processos desenvolvidos para reforçar a imagem da organização para a mídia e seu público-alvo.

O profissional de comunicação é responsável por transmitir a informação para os consumidores e formadores de opinião da forma mais adequada para cada meio. Assim, ele promove os produtos de modo que o consumidor tenha interesse e seja interessante para a divulgação pela mídia.

Enquanto a comunicação foca no trabalho de imagem e transmissão de informações, o marketing é voltado aos negócios, vendas e mercado consumidor. Realiza estudos sobre o produto, a concorrência e os consumidores.

Cabe à equipe de marketing perceber os desejos e necessidades dos clientes para guiar as próximas estratégias. Também avalia os produtos e serviços que devem ser ofertados, baseados no perfil dos consumidores, para garantir os melhores resultados.

Mesmo pertencendo a segmentos diferentes, as práticas de comunicação e marketing se completam e fazem parte de um mesmo propósito dentro das empresas, cada uma atuando do modo mais efetivo.

O alinhamento entre as duas áreas é pensado de forma diferente para cada empresa. E é extremamente vantajoso manter estas duas equipes trabalhando unidas nas organizações. Confira alguns destes benefícios:

– Alinhamento de discurso e objetivo: a falta de alinhamento entre os departamentos é um grande problema e pode causar prejuízos na imagem e posicionamento das organizações. O trabalho em conjunto de comunicação e marketing resulta no esforço coletivo que pode trazer resultados muito positivos.

– Redução de custos: quando as áreas semelhantes trabalham em conjunto, os resultados ficam prontos mais rapidamente, diminuindo o retrabalho e os custos para a realização dos projetos.

– Menos erros e mais resultados: conhecimentos complementares e processos verificados de forma mais abrangente reduzem as chances de erros. A comunicação passa a entender melhor o mercado no qual a empresa atua e o marketing compreende o discurso transmitido.

– Comunicação pensada de forma rentável: o marketing associado à comunicação apresenta uma abordagem mais interessante para o mercado, já que esta estimula o cliente, baseando-se em suas necessidades.

Com os conhecimentos de marketing, a comunicação passa a ser mais assertiva e alinhada com o mercado, enquanto o marketing aborda os clientes de forma mais pessoal e atrativa.

Com informações do portal Comunique-se

midia-treinamento-imprensa

As lições de oratória que são usadas pelo Media Training

As práticas da oratória são muito importantes para todos os âmbitos da vida e, principalmente, para o desenvolvimento da comunicação profissional.

Provavelmente você já deve ter ouvido falar sobre o Media Training, que utiliza algumas lições de oratória. É um serviço de treinamento com a imprensa cada vez mais solicitado pelas empresas e que tem evoluído junto com os novos meios de comunicação.

O Media Training é um serviço muito útil para aqueles que sentem mais dificuldades em aprender sozinhos, além de aprimorar a fala de gerentes, diretores e líderes, para que consigam passar suas mensagens com mais clareza e objetividade.

Em um treinamento de Media Training, o profissional aprenderá a desenvolver a postura e a comunicação para saber falar de forma precisa com a imprensa. É uma responsabilidade muito grande para o porta-voz, pois, no momento em que se expõe, a imagem da empresa depende dele.

Para isso, o profissional deve explicar o assunto com calma e clareza, independentemente da gravidade do motivo pelo qual está sendo entrevistado. Se estiver falando de um assunto do qual o jornalista não domina, cabe ao entrevistado dar uma “miniaula” a respeito do tema abordado, mas em um tom leve para que não intimide o jornalista.

Apesar de a notícia ser o mais importante, uma identificação entre as partes gera uma simpatia que também favorece um destaque maior no veículo em que será divulgada.

Entre outras técnicas usadas pelo Media Training, estão:

– Desenvolvimento de frases fortes de efeito;

– Simulação de uma entrevista para a televisão, filmando e verificando o áudio para avaliar o desempenho do porta-voz;

– Desenvolvimento da entonação para trazer emoção e convencer os jornalistas sobre os sentimentos a respeito do fato abordado;

– Ajuda aos profissionais que são treinados a formularem frases conclusivas logo no início da frase;

– Orientar os porta-vozes a serem autênticos e fiéis aos seus estilos para transferir autenticidade ao discurso.

Se o profissional responsável pelo pronunciamento da marca na imprensa não desenvolve uma boa oratória, o Media Training poderá ser muito útil. E ele levará estas lições não apenas para a vida profissional, mas se comunicará melhor em todos os aspectos.

Com informações do site Widoox

Artigo: 5 passos para uma comunicação clara nos relacionamentos

*Por Maria Emilia M. Oliveira

Como podemos nos comunicar de uma forma amorosa, direta e confiável? Como criar um contexto seguro para dar e receber informações de maneira congruente?

Com base no principio de que as pessoas têm valor e o que elas falam também tem valor, Virginia Satir, grande mestra e terapeuta da década de 1960, criou um processo para ajudar todos a se sentirem mais conectados, confiantes, confiáveis e próximos ao se relacionarem. Essencialmente, é um processo de construção da autoestima.

Ajuda diretamente os grupos a melhorar sua comunicação e a sua validação.  Assim, os membros do grupo experimentam o seu envolvimento interna e externamente, mudando sua temperatura com eles e entre eles. Esse processo chama-se Leitura de Temperatura.

Seu procedimento é simples e pode ser útil para casais, ou grupos, seja familiar, de empresa, em um curso ou em uma escola.

Surgiu da necessidade de clarear e desintoxicar situações problemáticas, observando como os membros de um grupo se sentam para compartilhar seu tempo juntos.

A Leitura de Temperatura dá a todos uma oportunidade de ter voz quanto a sua satisfação e insatisfação em um contexto leve e de responsabilidade mútua.

Recomenda-se fazer a Leitura de Temperatura por meia hora a cada dia, para que os assuntos chaves emerjam e para que todos se acostumem com o processo.

E quais são os passos da Leitura de Temperatura?

1) Apreciação e Entusiasmo

Ao iniciar uma conversa ou uma reunião de grupo, abrimos com uma rodada de apreciações, partindo de uma frase simples: “Eu quero compartilhar o meu apreço por…”. Elogiar é o primeiro passo, pequenas mensagens de amor, relato de algo que aconteceu e que nos tocou. Conectados com o coração, ultrapassamos nossos medos e a vergonha de nos expor. E, assim, encontramos o que é bonito e forte em cada um, deixando o amor disponível para todos.

Somos pessoas de muitos lados, muitas faces, muitas vozes. Virginia Satir dizia “quero que você fique entusiasmado com a pessoa que você é. Apaixone-se por si mesmo”.  E completava: “a minha esperança é que possamos criar realidades lindas e curativas. Toda pessoa é um milagre. E acredito que reconhecer uma competência é sempre saudável”.

Segundo Eva Wieprecht, professora da Formação no modelo Satir de Validação Humana, há uma escola que usa as apreciações como um ritual diário e o desempenho melhorou muito.

2) Novas informações

Este passo é o momento de compartilhar qualquer informação que for relevante para o grupo ou para a pessoa.  Por exemplo: horário de inicio e fim dos trabalhos; previsão de intervalos; onde ficam os banheiros; restaurantes mais próximos.  Ou: “vou chegar mais tarde após o jantar”; “vou sair mais cedo esta manhã”; ”por favor, chame o técnico para o conserto da máquina; vou ficar com os amigos”; etc. Informações são bem apreciadas quando divididas.

3) Preocupações e ansiedades

Muitas vezes, para não parecermos inadequados, não falamos das nossas preocupações e elas se transformam num monstro que ninguém sabe o que é.

Questões que clareiam problemas começam por “quando”, “o que”, “como”, e “onde”. Por exemplo: “Quando você saiu ontem parecia chateado. Você está bem agora?”.

4) Reclamações com recomendações                        

Quem colocar um problema ou fazer uma reclamação deve fazê-lo sugerindo possíveis soluções ou recomendações. Assim, eu me torno a serviço da construção da equipe.

Por exemplo: “Eu fico ressentido quando você não me responde ao celular”. “Eu agradeço se você verificar mais vezes se ele está ligado”.

5) Esperanças e desejos

Neste passo, as pessoas são convidadas a compartilhar suas esperanças na vida e, muitas vezes, só o fato de expressá-las já é uma grande ajuda para cada um.

Por exemplo: “Espero que possamos estar mais tempo juntos neste final de semana”.  “Eu lidero o processo e vocês lideram o conteúdo”.

A intenção de Virginia Satir sempre foi ajudar as pessoas a terem mais responsabilidades pelas suas próprias preocupações internas e reclamações, através deste processo simples de compartilhamento e retificação e, assim, serem suportes uns para os outros.

Ela verdadeiramente encorajava as pessoas a responder ao outro e comunicar-se de uma maneira congruente. Afinal, para Virginia Satir, “as pessoas têm valor e o que elas falam também tem valor”.

*Maria Emilia M. Oliveira é especialista em Psicologia Transpessoal e Constelação Familiar Sistêmica. Também faz parte do grupo da Formação no Modelo de Validação Humana Virginia Satir (www.virginiasatir.com.br).

Atendimento à imprensa:

Juliana Fernandes – RZT Comunicação
www.rztcomunicacao.com.br
redacao1@rztcomunicacao.com.br
Fones: (11) 5051-8142