Posts

gerar leads

5 tipos de conteúdos para gerar leads para o seu negócio

Quando falamos em conteúdos para gerar leads, a primeira coisa que nos passa pela cabeça é a publicação de algum artigo. Esse é o material mais usado pelas marcas, pois é um meio de falar de vários assuntos por uma linguagem simples.

É importante continuar produzindo esse tipo de publicação para levar conhecimento e esclarecer as dúvidas do público. No entanto, existem outros conteúdos que também podem interessar aos seus consumidores e, ao mesmo tempo, variar as suas postagens.

Confira 5 tipos de conteúdos para gerar leads e variar as suas publicações:

1- Ebooks         

Depois dos artigos, esse é um tipo de material bastante utilizado pelas empresas. Muitas vezes, pode servir como “isca” para as landing pages. Por exemplo, você oferece um eBook gratuito e, em troca, o visitante deve preencher um formulário.

Nesse tipo de conteúdo o assunto é mais aprofundado do que quando escrito em um artigo. É uma estratégia que beneficia tanto a marca, quanto o consumidor que o adquire.

2- Webinars

Os webinars são como palestras, mas feitos totalmente online. Uma alternativa para usar vídeos, é um meio atrativo devido à sua interatividade, pois permite criar uma conversa em tempo real com quem fala com a audiência.

Os interessados em participar deverão fazer um cadastro. A partir dessas informações, é possível capturar novos leads.

Em seguida, os inscritos recebem o link por email para acessar o webinar, com a data e a hora marcada.

3- Cursos Online

Muitas pessoas buscam aumentar os conhecimentos por informações na internet. Os cursos online são cada vez mais procurados e as empresas que oferecem aulas com temas que interessem ao seu público saem na frente da concorrência.

Para se cadastrarem, os participantes devem deixar dados importantes, como nome, email e profissão. Isso ajudará a empresa a aumentar o número da base de contatos.

Os cursos online podem ser transmitidos por vídeos, ou enviando os materiais por email para os inscritos.

4- Entrevistas

Além de artigos dos especialistas da sua empresa e parceiros, entrevistas com pessoas que são referência ou até mesmo influenciadores na área em que a marca atua podem ser um grande atrativo de visitantes para o seu site e, consequentemente, gerar novos leads.

5- Conteúdo em áudio

Os sites e blogs têm muitos materiais disponíveis, mas nem sempre é possível ler tudo devido à correria do dia a dia. Conteúdo em formato de áudio pode facilitar o consumo de informação das pessoas e gerar leads para o seu site.

Sejam artigos ou ebooks, o visitante que não conseguir ler seus materiais poderá ouvi-los de onde estiver.

Com informações do blog Marketing de Conteúdo

conteudo-não-gera-leads

5 situações em que seu conteúdo não gera leads

Quando o conteúdo não gera leads, é sinal de que a empresa não está fazendo um trabalho eficiente. Isso é um grande problema, pois, o investimento no Marketing Digital é a maior aposta das marcas para aumentar a audiência do site e atrair potenciais clientes.

Se a sua empresa não percebe o aumento do tráfego e leads interessados nos seus produtos e serviços, é possível que esteja cometendo alguns erros. Aqui listamos 5 deles para que você comece a corrigi-los e evitá-los. Confira:

1- O conteúdo não é de interesse da sua persona

Este é um dos principais motivos do fracasso de geração de leads. Se a empresa não define suas personas e não conhece os interesses e necessidades delas, será difícil criar um conteúdo relevante.

Por isso, definir as pessoas para quem seu negócio será direcionado é fundamental para criar as estratégias de Marketing Digital. A sua audiência só vai aumentar quando seus conteúdos forem relevantes para o seu público e, consequentemente, crescerá o seu número de leads.

2- Seu conteúdo gera pouco ou nenhum valor

Ainda que seu conteúdo seja interessante, ele pode não ter relevância para o seu público. E este é um erro muito cometido pelas empresas.

Você deve responder às dúvidas e identificar as dores das suas personas para gerar conteúdo de valor. Ofereça conteúdos apropriados que vão conquistá-los aos poucos. Para atrair um lead, ofereça um material valioso, como eBook ou vídeo exclusivo, por exemplo.

 3- Você não faz uma boa divulgação do seu material

Após publicar o seu material no site ou blog, é preciso divulgá-lo em outras plataformas para alcançar o maior número de pessoas possível.

Postar nas redes sociais é a maneira mais usada e fácil atualmente. Além de publicar na página da sua empresa, também é possível promover o post por anúncios pagos para alcançar mais usuários.

Outro modo é o email marketing. Periodicamente, você pode enviar mensagens para a sua base de contatos com os materiais mais recentes do seu blog. Assim, elas ficarão guardadas na caixa de entrada e a pessoa poderá ter acesso a qualquer hora.

4- Não deixar as Landing Pages em destaque

Além de deixar as Landing Pages bem visíveis no seu site, também é preciso trabalhar em estratégias para que sejam encontradas nos resultados de busca. Use táticas de SEO para que ganhem as primeiras posições nos resultados de pesquisa, crie URLs amigáveis, use palavras-chave nos títulos e nos textos e use um layout leve para que carreguem rapidamente.

5- Não há CTAs para chamar atenção dos internautas

As Landing Pages precisam de um botão que chamem a atenção dos visitantes do seu site. Os CTAs (calls-to-action) exercem essa função e é preciso que estejam nos formulários para que as pessoas se inscrevam e se tornem leads.

Use essas chamadas de modo criativo e colorido para obter melhores resultados.

Os materiais de Marketing Digital, além de atrair leads, também têm como objetivo educar sua audiência e se aproximar dela. Esta é uma estratégia muito simples e, se o seu conteúdo não gera leads, encontre os erros e corrija o mais rápido possível para ver os resultados.

Com informações do blog Marketing de Conteúdo

conteudo-online

3 dicas que facilitam a criação de conteúdos digitais para a sua empresa

Muitas pessoas procuram por uma fórmula para criar bons artigos online, mas a verdade é que isso não existe. Conhecer a área de atuação da empresa, o público que ela atende e estudar o desenvolvimento do trabalho são atitudes fundamentais para a criação de conteúdos digitais.

Não é à toa que as empresas desejam melhorar a produção de seus conteúdos digitais, uma vez que a informação por este meio cresce mais a cada ano e é um forte elemento para a marca se destacar no seu mercado e na internet.

Para criar bons conteúdos não existe uma fórmula pronta, mas alguns planejamentos ajudam a equipe de comunicação a chegar neste caminho. Veja 3 dicas para construir materiais relevantes:

1- Conhecer o público que deseja atingir

Antes de criar o seu texto, pense para quem você vai escrever e o que essa pessoa deseja saber. Para ter relevância, é preciso ser de interesse de seu público, clientes e leads, caso contrário, não terá serventia para quem você deseja atingir. Essa informação deixará muito mais fácil a escolha da abordagem de seus conteúdos.

2- Escolha as mídias de divulgação

Atualmente, a maior parte das pessoas se relaciona com suas marcas pelas plataformas digitais. É importante estar presente nestas mídias, mas não é necessário estar em todas.

Antes de criar sua página em uma rede social, procure saber em quais estão presentes o seu público-alvo. O Facebook é democrático, pessoas de todas as idades têm conta lá, mas outras, como Instagram e LinkedIn têm propostas bem diferentes. E mesmo se suas personas estiverem em mais de uma, é preciso adequar a linguagem para cada, pois algumas têm o tom mais descontraído, outras, mais formal.

3- Abordagens dos conteúdos

Independentemente da área de atuação da empresa, é possível abordar diversos temas para variar os materiais publicados. Fale sobre os produtos, serviços, visão e valores da marca, dicas de boas práticas, novidades, assuntos relacionados ao setor, entre outros.

Os temas podem ser usados no blog e nas redes sociais, adequando a linguagem para cada plataforma. O texto deve ter uma leitura de fácil compreensão e com parágrafos não muito compridos. É interessante usar um formato próprio de linguagem, para que seja reconhecido pelo público.

Com informações do AdNews

digital composite of business graphics with office background

Produção de conteúdo: 5 fatores que devem ser levados em conta

O Marketing Digital revolucionou a área da comunicação nas empresas. Diversas tendências foram incorporadas às estratégias do mercado e o modo da produção de conteúdo e de se relacionar com o público também passou por transformações.

Nos blogs, sites, redes sociais e outras plataformas digitais o conteúdo é fundamental, pois é a pratica que leva informação para os visitantes da página, clientes e prospects.

A forma de escrever conteúdo deve ser pensada de uma forma que atinja o público-alvo e faça o site aparecer nas primeiras posições dos buscadores.

Listamos abaixo 5 fatores que devem ser levados em conta na hora de produzir conteúdo para as plataformas digitais:

1- Defina o público-alvo

Ao escrever um conteúdo você deve saber exatamente com quem e como vai falar. Quando deseja atingir um público-alvo, as informações devem ser direcionadas para os interesses dele, caso contrário, sua estratégia pode não dar certo.

2- Palavras-chave

As palavras-chave são aquelas que juntas resumem o assunto abordado. São fatores importantes para que seus posts e artigos sejam encontrados nos resultados dos buscadores. Devem estar presentes principalmente no título e no começo dos textos.

3- Títulos

O título será a chamada para a divulgação e estará presente na URL do site, por isso é de grande importância para que suas publicações sejam facilmente encontradas e chame atenção dos leitores.

4- SEO

O conceito de SEO se tornou fundamental para as publicações. São palavras-chave que podem ser responsáveis pelo aumento do tráfego em suas páginas. Essa prática otimiza o site e ajuda a alcançar mais visitas.

As palavras usadas como SEO não devem ser muitas, no máximo duas. Elas devem estar presentes na URL da página da publicação, no título e no corpo do texto.

5- Veiculação

Depois de pronto, publique seu post nos canais mais usados pelo seu público-alvo. Pesquise em quais redes sociais eles estão mais presentes e compartilhe também no blog de seu site. Seguindo estes passos suas publicações poderão ser encontradas facilmente nos resultados dos buscadores.

Com informações do blog Comunique-se

fatores-conteudo

3 fatores importantes para construir conteúdos nas mídias digitais

Milhares de conteúdos são compartilhados por dia, não apenas em blogs, mas em todas as redes sociais. E, em meio ao excesso de informação, muitos materiais podem se tornar superficiais e de pouca utilidade, uma vez que ficam parecidos uns com os outros. No caso das marcas que desejam atrair público, ser mais um entre tantos pode distanciar as pessoas, que estão cada vez mais críticas, buscando por publicações interessantes.

Oferecer conteúdo de qualidade é fundamental para as empresas que queiram se destacar nas mídias digitais e conseguir mais audiência e seguidores. Para isso, existem 3 fatores que podem tonar as suas publicações mais interessantes. Confira abaixo quais são eles:

1- Autenticidade

Ao começar um blog, é essencial conhecer a área que sua empresa atua e o público-alvo para construir um bom material. Além de seus conhecimentos, transmita o que seus concorrentes não abordam e use seus diferenciais.

Defina o seu público-alvo para facilitar o direcionamento dos temas e falar sobre as ofertas, produtos, serviços e novidades lançadas pela empresa. Conhecer as necessidades e interesses dos clientes é outro fator que ajudará a definir a abordagem do conteúdo.

Caso precise de ajuda, procure parcerias com empresas complementares à sua e que, trabalhando juntas, poderão aumentar o número de vendas. Essa estratégia é muito benéfica para as duas partes.

Portanto, dominar a sua área, o público-alvo, a necessidade de seus clientes e buscar parcerias são pilares que deixarão o seu conteúdo autêntico e com mais credibilidade.

2- Audiência

Audiência não significa apenas ter muitos seguidores nas redes sociais e visitantes no site. É preciso fidelizar clientes que enxergam sua empresa como referência no segmento e ganhar cada vez mais consumidores que pensem da mesma forma.

E, apesar de usar o conteúdo para vender seus produtos e serviços, são muito valorizadas as empresas que compartilham informações gratuitamente, sem que o cliente tenha que pagar ou fazer algum tipo de assinatura para acessá-la. Mas é claro que, em algumas publicações, vale a pena fazer algum tipo de promoção.

3- Influência

Um dos primeiros passos para ganhar influência é entender em qual momento da jornada de compra o seu lead se encontra e oferecer o que ele está buscando realmente. Agir da maneira certa em cada momento é uma grande estratégia.

Outra forma de ganhar influência nas mídias digitais é publicar depoimentos de clientes recomendando seu produto e serviço. Mais do que propaganda, os consumidores hoje buscam referência de outras pessoas que já tenham experimentado antes.

Postar vídeos ou apenas publicações escritas de clientes recomendando a sua empresa pode e deve ser usado como conteúdo em seu blog e redes sociais. Isso ajuda a aumentar a influência da sua empresa no mercado.

A produção de conteúdo é um dos principais pilares do Marketing Digital. Entretanto, é preciso usar os diferenciais e particularidades da empresa para se destacar em meio aos milhares tipos de informações que se igualam todos os dias.

Use os aspectos mais originais do seu negócio, conte com o apoio de clientes e parceiros e destaque o seu conteúdo nas plataformas digitais.

Com informações do blog Resultados Digitais

dicas-conteudo

5 dicas para produzir conteúdos mais interessantes para seu público

Adotar estratégia de conteúdo para atrair visitantes, convertê-los em leads, relacionar-se com eles e transformá-los em clientes é uma das práticas mais comuns do Marketing Digital atualmente.

Para que traga resultados é preciso que o conteúdo esteja relacionado ao que o seu público esteja buscando. Por isso, contratar uma equipe para produzir posts e publicar artigos em sites e blogs não é o bastante se o material não for desenvolvido para um grupo de pessoas específico.

Entretanto, muitas empresas ainda não entenderam este propósito e o investimento acaba saindo caro. Para que isso não aconteça e o Marketing Digital passe a ser um grande aliado das empresas, damos aqui quatro dicas para que você acerte no conteúdo para o seu público:

1- Levante ideias de pauta com a sua equipe

Antes de profissionais de marketing, sua equipe é formada por pessoas que usam sites de busca para encontrarem o que desejam. Sendo assim, faça reuniões frequentes para obter temas que sejam interessantes abordar.

Além do time de marketing, consulte também outras equipes e ouça quais são as suas reclamações, de seus clientes e prospects a respeito do seu negócio.

2- Responda dúvidas de seus clientes

Uma das utilidades que as pessoas veem nos mecanismos de busca é a possibilidade de fazer perguntas. Por isso, aproveite as principais dúvidas em relação ao seu mercado – elas podem servir de ideias para seu conteúdo.

Uma forma de identificar as dúvidas é lendo os comentários nas redes sociais e blogs da empresa, mensagens privadas e emails.

Outra maneira é fazer debates e pesquisa de opinião para identificar o que o público mais precisa conhecer sobre a empresa e suas principais dúvidas.

3- Traga a solução dos problemas

Outra forma bem comum de as pessoas fazerem pesquisas nos mecanismos de busca é tentando resolver um problema – aquelas frases que começam com “como fazer”.

Por isso, abordar assuntos em formato de tutorial ou passo a passo pode ser uma boa ideia para solucionar problemas da sua audiência.

Ao entender quais são os problemas de sua audiência, documente todos eles e responda-os em posts no blog de sua empresa ou em materiais educativos.

4- Pense em temas únicos

Caso o tema para qual você escreve já tenha sido bastante explorado, inove no conteúdo. Faça artigo com listas, glossários, relatos de experiência e aprendizado. Fuja dos textos comuns e alterne com gráficos, webinars ou podcasts.

5- Publique onde as pessoas buscam

Não adianta produzir um material de qualidade se você não o disponibiliza nos canais em que está o seu público-alvo. Por isso, descubra quais redes sociais e canais as pessoas acessam e divulgue por eles o seu material. Anúncios podem ser uma ótima opção para turbinar a sua divulgação.

Mais uma vez mostramos o quanto vale a pena investir em conteúdo como estratégia para atrair leads. Entretanto, é preciso estudar o seu público para entender o que ele realmente quer saber e onde encontrá-lo. Faça uma pesquisa sobre o seu mercado e torne esta prática uma grande aliada de seu negócio.

Com informações do blog Resultados Digitais

conteudo-blog

7 ideias de conteúdo para publicar em seu blog

Manter um blog é uma das principais ações do Marketing de Conteúdo. Publicar frequentemente neste espaço atrai visitantes e torna o site da empresa uma referência na área em que atua.

Entretanto, postar artigos interessantes pode ser uma tarefa muito difícil para as empresas. Muitas vezes, o responsável por essa função se pergunta “que tipo de post posso produzir?” ou “qual o formato mais indicado para este tema?”.

Por isso, mostramos 7 tipos de conteúdo que você pode fazer para nutrir o seu blog. Veja quais são eles:

1- Posts educativos

Nestes artigos o principal motivo é educar os leitores sobre a área em que a empresa atua. No entanto, fique atento ao modo de como escreve, pois o intuito desta publicação é ensinar e não vender o produto ou serviço. Isto mostrará que a marca conhece o mercado e se tornará referência no assunto.

2- Notícias

Falar sobre as novidades do mercado também é um tema muito interessante. Para este caso, aproveite para postar enquanto o assunto é muito comentado, do contrário, se torna uma notícia ultrapassada.

3- Vídeos

A produção de vídeos, que já foi um tipo de conteúdo esporádico, hoje é uma prática fundamental para as publicações na internet e a eficácia dos resultados é comprovada.

Muitas pessoas preferem o conteúdo neste formato, então vai agradar ao público que prefere assistir vídeos a ler textos. Entretanto, também é interessante transcrevê-lo, porque uma parte dos usuários gosta de artigos por escrito. Ou seja, diversifique o modo da publicação que alcançará um número maior de visitantes e seguidores.

4- Entrevistas

Pessoas de diversos setores e até de fora da empresa podem ter boas dicas para compartilhar para o conteúdo do blog. Desse modo, é muito interessante fazer uma entrevista quando a pauta é relacionada com a especialidade de cada um.

Entrevistar pessoas que são referência no mercado cria um conteúdo de bastante qualidade para o blog, além de ser um grande aprendizado para o entrevistador.

5- Listas

Listas são ótimas maneiras de organização. Por isso mesmo, conteúdos com listas são muito atrativos e didáticos, sendo uma ótima opção para diversificar o seu blog. Para fazê-lo, pense em como dividir o tema em tópicos: ordem cronológica, do maior para o menor, sequencial, entre outros.

Esse tipo de post alcança resultados muito bons, pois são mais fáceis de ler, atiçam a curiosidade e simplificam a explicação do tema.

6- Pesquisas

Dados sobre o mercado em que a empresa atua são ótimas referências para dar credibilidade ao blog. Apresentar números é a forma mais concreta de falar sobre o cenário de atuação da organização, o que está em alta e quais serão as próximas tendências.

Caso não consiga fazer um estudo próprio, use como referência pesquisa de empresas parceiras ou institutos.

7- Experiências

Falar sobre o que faz no dia a dia é uma forma muito interessante de produzir conteúdo para os leitores. Organize e explique tudo sobre uma tarefa ou projeto e conte no blog.

Para muitas empresas, compartilhar os aprendizados pode ser algo prejudicial para o próprio negócio. Entretanto, para o Inbound Marketing, contar sobre o “know-how” fortalece muito mais a imagem da marca.

Estas são algumas ideias para que você consiga nutrir o blog da empresa com mais facilidade. Entretanto, todas têm uma peculiaridade que com certeza deve ser interessante para o público-alvo. Use isso a seu favor e faça sua página virar uma referência na área.

Com informações do site Resultados Digitais

marketing-digital-empreendedores

Por que o Marketing de Conteúdo é importante também para o empreendedor?

Como já falamos aqui em nosso blog, o Marketing de Conteúdo é uma ferramenta essencial para o site, blog e redes sociais das empresas, pois traz credibilidade e posiciona a marca à frente em seu setor.

Mas, o que estamos abordando hoje é que, não somente para a empresa, esta ferramenta do Marketing Digital também traz vantagens para o próprio empreendedor. Por quê? Pelo mesmo motivo que beneficia as marcas, aproximação de seus consumidores com menor investimento.

E, se este argumento ainda não é o suficiente, listamos outros cinco motivos:

1- Os clientes o encontrarão mais facilmente

É muito importante para o desenvolvimento do negócio que os empreendedores sejam encontrados por seus clientes, principalmente nas redes sociais. A produção de conteúdo é fundamental neste sentido, pois facilita nas buscas feitas na internet.

2- Melhora o relacionamento com os clientes

A vantagem do Marketing Digital é que ele não é intrusivo como as outras práticas e seu conteúdo aparece apenas quando é solicitado. Dessa forma, o consumidor entra em contato nos momentos em que deseja, e o material postado poderá ajudá-lo bastante em relação a dúvidas ou sugestões de seus produtos e serviços.

3- Facilita o compartilhamento das mensagens do empreendedor

O Marketing tradicional exige um grande investimento para que a mensagem alcance o máximo de pessoas. Já o Marketing de Conteúdo impacta o público muito mais rapidamente e com bem menos verba, já que, pelas redes sociais, as mensagens podem ser compartilhadas por diversos usuários e por tempo indeterminado.

4- Permite que os resultados das ações sejam acompanhados

Após publicar seu conteúdo nas redes sociais, é muito fácil monitorar os resultados e impactos que a mensagem causou na internet, já que existem ferramentas para isso nas próprias mídias. Assim, o empreendedor poderá fazer suas próximas publicações baseadas no que deu certo ou não.

5- Desenvolve o pós-venda

Por meio de seus conteúdos e até mesmo suas páginas nas redes sociais, os empreendedores podem ajudar seus clientes no pós-venda, com problemas, dúvidas ou outras solicitações.

Não apenas para a marca, a exposição do empreendedor nas plataformas digitais também é muito importante para o sucesso das vendas. Além disso, atrai a confiança e fidelidade de seus clientes, que se sentirão mais bem atendidos com acesso à comunicação diretamente com o responsável pelo negócio.

Com informações do site Resultados Digitais

marketing-de-conteudo

9 motivos para investir no Marketing de Conteúdo

Investir em Marketing Digital é essencial para qualquer empresa que queira se destacar no mercado. E para as marcas que já trabalham na área, o Marketing de Conteúdo tem se tornado uma das tarefas mais importantes.

Esta é uma estratégia feita para engajar o público-alvo nas redes sociais das marcas e aumentar o número de clientes por meio de conteúdos relevantes e que agreguem valor aos leitores.  As vantagens desta ferramenta são a possibilidade dos empreendedores em construir uma boa imagem e se aproximar dos consumidores com um investimento menor.

Além destes benefícios, veja outros motivos que fazem este investimento valer a pena:

1- O empreendedor pode ser encontrado por seus clientes

É importante que os empreendedores sejam encontrados nas buscas feitas por seus clientes, principalmente nas mídias sociais.

Com a produção de conteúdo fica muito mais fácil para a marca ser encontrada nas pesquisas, o que a deixa melhor posicionada em seu mercado. E isso traz maior chance de sucesso no empreendimento.

2- Melhora no relacionamento

Ao contrário das campanhas de marketing mais tradicionais, o conteúdo é menos invasivo, já que o usuário o encontra apenas quando busca e não o interrompe com propagandas em momentos em que não é solicitado.

Isso faz com que o consumidor entre em contato com a marca mais frequentemente, aumenta o relacionamento e deixa a marca em vantagem diante de seus concorrentes.

3- Aumenta o compartilhamento das mensagens do empreendedor

Devido à exposição nas redes sociais, o Marketing de Conteúdo pode ser compartilhado por diversas pessoas que o procuraram para entender melhor sobre o assunto de sua marca ou tirar dúvidas. Isso permite que o material produzido alcance um grande número do público, sem altos investimentos em publicidade.

4- Reduz os custos de divulgação

Para ter destaque na mídia tradicional, o empreendedor deve investir uma alta quantia para levar suas campanhas ao ar e, se ele parar de investir, a mensagem também para de ser transmitida.

O Marketing de Conteúdo permite que a campanha seja divulgada nas redes por tempo indeterminado, mesmo que a publicação tenha um ritmo reduzido.

5- Permite acompanhar os resultados das ações

No marketing tradicional fica mais difícil, já que a mensuração de resultados depende de pesquisas. Já no Marketing de Conteúdo é possível coletar estas informações por meio de ferramentas das redes sociais. Elas apresentam gráficos que mostram os posts que geraram mais engajamento, quantas curtidas ganhou ou perdeu, número de visitação na página, etc.

Essa forma otimizada de mensuração permite que o empreendedor corrija os erros e invista no que realmente dá certo para sua página.

6- Aumenta a visibilidade da marca

Esta ferramenta é uma ótima escolha para aumentar a visibilidade no mercado digital. Se o empreendedor não mantiver o investimento na imagem da marca, o concorrente pode se destacar e adquirir seus clientes. Por isso, é muito importante deixar sites, blogs e redes sociais sempre atualizados e em destaque nas buscas.

7- Cria defensores da marca

Um público fidelizado se torna defensor e consumidor frequente de sua marca. Além disso, vão sempre recomendar seus produtos e serviços e ajudar a fortalecer sua empresa no mercado.

A produção de artigos e outros materiais ajuda a responder às dúvidas do público e a orientá-lo melhor sobre os produtos e serviços do mercado, fazendo de uma marca uma referência.

8- Mostra as melhores práticas para o mercado

O Marketing de Conteúdo é um dos melhores meios de apresentar ao mercado produtos e serviços inovadores, porém, pouco explorados. Ensina ao público-alvo a importância daquele novo item e como usá-lo no dia a dia.

9- Relacionamento no pós-venda

O pós-venda é muito importante para a fidelização de clientes e esse processo precisa ser acompanhado. O Marketing de Conteúdo ajuda muito o empreendedor neste sentido, já que pode tirar dúvidas dos clientes por meio de artigos e publicações compartilhadas nas redes sociais.

Independentemente do segmento, o Marketing de Conteúdo é um recurso que vale muito a pena, principalmente pelo baixo custo que tem comparado às campanhas tradicionais. Ao produzir conteúdo frequentemente, a marca aproxima seus clientes e atrai novos consumidores, fazendo com que o empreendedor aumente cada vez mais as suas vendas.

Com informações do site Resultados Digitais

blog-19-10

O que a geração Y gosta de ver nas redes sociais

Observando o feed do Facebook percebemos que a maioria dos conteúdos é compartilhada e produzida pela geração Y ou “millennials”, como são chamados os jovens nascidos entre as décadas de 1980 e começo de 1990. Eles são o público principal de muitas empresas. Por ser a geração mais antenada no mundo digital, ela dita o modo como a internet é usada.

Não é novidade que a maior parte do tempo destes jovens é gasto nas redes sociais. E por estarem sempre conectados e a par de diversos assuntos, muitos conteúdos divulgados nas plataformas digitais não são mais interessantes para esse grupo.

Por isso, as marcas devem ser muito criativas para entreter e conquistar a fidelidade desta geração. Aqui apresentamos alguns critérios para fazer um conteúdo que seja realmente interessante para a geração Y:

1- Originalidade e criatividade

A geração Y usa uma variedade de fontes para se informar. E se todas elas compartilham o mesmo conteúdo, ela perde o interesse pela página. Portanto, não pense que postar imagens que estouraram na internet será um grande atrativo, porque logo os “millennials” se cansam e procuram por algo novo.

Usar a criatividade no conteúdo aumenta a qualidade da página nas redes sociais e atrai este público, que fica estimulado e engajado com a plataforma.

Uma dica para atrair os “millennials” é mandar sua mensagem pelo canal mais efetivo. Conheça seu público alvo e descubra qual a rede social mais utilizada por ele que combina com a sua marca.

2- Diversidade de redes

A geração Y usa diversas redes sociais ao mesmo tempo, mas em cada uma procura uma interação diferente. Para informações, por exemplo, o Facebook é a mídia mais usada; Youtube é mais solicitado para demonstração e o Instagram é o favorito para quem procura novidades do mundo da moda.

3- Proximidade

As redes sociais se tornaram, principalmente, uma ferramenta que aproxima a marca do público e é isso o que ele espera. Facilitar a comunicação com os usuários e mostrar-se próximo deles deixa a página muito mais interessante. Faça postagens nas quais seja possível uma interação e que tenha espaço para sugestões, reclamações, pedidos e etc.

4- Compreensão com o público

Não é porque a sua marca atende a um público que todas as pessoas serão parecidas. Às vezes um tipo de conteúdo pode não ser interessante para um determinado grupo de usuários, mas agrada a outra parte. Por isso, mesmo dentro de seu tema é preciso variar as postagens e não tratar a todos como um só.

Com informações do site AdNews