Posts

email-marketing

Email Marketing: 6 detalhes para conferir antes de fazer o disparo

O email marketing é uma importante ferramenta para as empresas. Mas, antes de enviar a mensagem, é necessário verificar se está tudo em ordem e com atenção redobrada, pois atingirá um grande número de pessoas.

Depois de ter o conteúdo estruturado e pronto para o disparo, é imprescindível se atentar a pequenas informações.

Veja 6 detalhes para conferir antes de enviar um email marketing:

1- Assunto

O campo “assunto” é valioso, pois é o que chama a atenção do remetente para abrir a sua mensagem. Por isso, deve conter elementos que gerem interesse e mostre relevância para o leitor.

Outro ponto importante é o tamanho do assunto. O ideal é que contenha entre 20 e 40 caracteres para que fique todo legível na caixa de entrada.

2- Email do remetente

Aqui você deve se atentar a dois pontos. O primeiro é o nome do remetente. Ao enviar uma mensagem, certifique-se que o leitor receberá com o seu nome, ou o de sua empresa, para facilitar o reconhecimento de quem mandou.

Também escolha encaminhar por um email mais pessoal. Ao invés de contato@nomedaempresa.com, prefira inserir o seu nome, para criar mais empatia e confiança por parte de quem está recebendo.

3- Nome da campanha

Ao fazer as edições na plataforma do envio do email marketing, coloque um nome fácil para a sua campanha. Isso irá ajudar na busca se precisar ser encontrada.

4- Personalização

Mesmo que a mensagem vá para um grupo segmentado da sua lista, é interessante enviar um email personalizado para cada um. Por exemplo, você pode programar para que seus contatos recebam o conteúdo com o primeiro nome na saudação.

5- Verifique os links

Certamente sua mensagem terá links para direcionar para algum conteúdo. Portanto, certifique-se de que todos eles foram inseridos corretamente, tanto se direcionam para a página corretamente, quanto se estão colocados na palavra certa.

6- Envie um email teste

Para ter certeza de que está enviando tudo corretamente, mande um teste para si. Assim, você poderá conferir todos os itens comentados acima e fazer o disparo sem preocupações.

*Com informações do blog Resultados Digitais

Composite image of hand using laptop put on a desk with letter icons

10 dicas para melhorar sua campanha por email

Muitas empresas adotam o email como um dos principais canais de comunicação com Leads e clientes. Com as estratégias corretas, pode se tornar um grande aliado e trazer ótimos resultados.

Para te ajudar nesta missão e melhorar sua comunicação por este canal, reunimos 10 dicas para que você entenda sobre uma campanha de email e passe a produzi-lo melhor:

1- 35% das pessoas abrem o email apenas pelo assunto

Entretanto, enquanto este é um grande atrativo para que a mensagem seja lida, o mesmo serve para que os leitores a marquem como spam.

2- Assuntos personalizados atraem 26% dos leitores

Utilizar o nome de cada destinatário torna o email mais atraente e aumenta as chances de sua mensagem ser lida.

3- O horário das 6 da manhã tem a maior taxa de abertura e cliques

O estudo do HubSpot aponta que as pessoas leem emails assim que acordam.

4- Os leitores levam de 3 a 4 segundos decidindo se abrem ou não a sua mensagem

O reconhecimento do remetente é muito mais importante do que você imagina. Na maioria dos casos é o primeiro fator que o destinatário leva em conta. Certifique-se de que seu nome e email são confiáveis para garantir que a mensagem seja aberta.

5- “Clique aqui” é a mensagem de call to action que possui maior taxa de cliques

Outro estudo do HubSpot aponta que esta frase é a que mais atrai os leitores para clicar nos links que envia por email.

6- Os botões de compartilhamento nas redes sociais aumentam as taxas de clique em mais de 100%

É o que aponta um estudo feito pelo Nonprofit Hub.

7- Mais de 80% dos destinatários preferem receber email em HTML

Outra pesquisa da Hubspot que ainda aponta que pouco mais de 10% prefere receber as mensagens em texto simples.

8- 65% dos destinatários gostam de imagens nos emails

Enquanto 35 % preferem apenas textos, revela o Hubspot.

9- 81% dos consumidores online que recebem emails baseados em hábitos de compra anteriores possuem maior probabilidade de realizar outras compras no futuro

O estudo da eMarketer mostrou que segmentações em envios de campanha e automações de marketing por linha de conteúdos e produtos são mais eficazes.

10- Seus contatos mais recentes são os que possuem maior probabilidade de interagir com seus emails

HubSpot utiliza este recurso em sua ferramenta e garante usuários interagindo com os conteúdos da marca.

Com informações do blog Comunique-se

blog-14-10

Comprar listas de emails: grande erro que algumas empresas cometem

Muitas empresas que estão começando no marketing digital acreditam que a compra de listas de emails é uma das melhores formas de iniciar o processo. No entanto, elas cometem um grande erro com esta prática.

O fato de ser uma das formas menos trabalhosas pode ser o motivo da continuidade desta prática. Outras justificativas como “se todo mundo faz, eu também posso” ou “com tanta gente nestas listas, não é possível que alguém não se interesse pelo negócio”, também estão entre as principais para que a área de comunicação da empresa faça isso.

E para mostrar o tamanho da cilada que é comprar listas de emails, indicamos abaixo alguns motivos para sua empresa não fazer isso:

1- As pessoas não se inscreveram para receber suas informações

Os contatos que estão nas listas compradas não imaginam como sua empresa conseguiu o email deles e isso passa uma má impressão.

Como há alguns anos não tínhamos tantas informações, receber uma grande quantidade de emails não impactava tão negativamente. Mas o fato das pessoas conseguirem encontrar informações pelos diversos canais de comunicação, faz com que qualquer mensagem não autorizada se torne um incômodo.

2- Ferramentas de envio podem considerar sua mensagem como SPAM

Outro fator que pode prejudicar bastante o envio de seus emails são as ferramentas de inteligência. Elas podem entender suas mensagens como SPAM e não mandá-las diretamente para a caixa de entrada. Isso afeta tanto a imagem da empresa, quanto pessoas que gostariam de receber suas informações.

3– A qualidade das listas nem sempre é boa

Nestas listas estão emails de todos os perfis possíveis, e, muitas vezes, as pessoas que recebem seus conteúdos nem fazem parte do seu público alvo. Outro problema muito comum é que vários destes emails já podem estar desativados e, ao fazer o envio de suas mensagens, os serviços de disparos interpretam que a lista não é atual. Desse modo, sua empresa vai para grupos com o rótulo de baixa reputação.

4- Bons serviços de email marketing podem barrar o envio

Pelo fato de muitas listas apresentarem taxas de marcação de SPAM e erros de entrega muito altos, elas podem prejudicar a reputação do servidor de envio. E para não terem a imagem queimada por mandarem mensagens sem autorização dos usuários, estas ferramentas proíbem a importação de listas compradas.

Portanto, ou o servidor proíbe o envio para estas listas ou, se ele permitir, a ferramenta não é bem qualificada.

5- Crie listas de contatos para sua empresa

Ainda que seja trabalhoso, criar as suas próprias listas de emails vale muito a pena. Para atrair contatos, crie conteúdos que sejam interessantes para os perfis que sua empresa procura. Isto traz diversos benefícios, como:

– Lista qualificada

As pessoas que estão nas suas listas conhecem sua empresa e permitiram receber seus conteúdos. Dessa forma, o índice de aberturas e cliques será muito mais alto.

– Vantagem competitiva

Quer dizer, mesmo que um concorrente copie seus produtos e serviços, vai demorar muito tempo para ele ter uma lista tão boa e um relacionamento próximo com tantos clientes quanto a sua empresa tem.

– Independência e economia

Sua empresa terá mais consistência e não vai depender da compra de listas para obter os resultados de marketing.

Com informações do site Resultados Digitais

blog-03-10

Organize sua caixa de email e otimize o tempo no trabalho

O email é a plataforma digital onde as mensagens pessoais e profissionais mais importantes estão guardadas. E para que seja possível encontrar rapidamente as informações desejadas, é fundamental que a caixa de entrada esteja sempre organizada. Caso contrário, terá muito lixo virtual dificultando a visualização de oportunidades e ocupando o espaço que lhe resta.

Embora seja ignorada pela maioria das pessoas, a organização da caixa de email é a chave para a eficiência e produtividade no dia a dia. É comum que profissionais recebam cerca de 50 mensagens por dia. Sem disciplina, muita gente acaba se perdendo e deixa de responder assuntos importantes ou até apagando informações relevantes.

Com gerenciamento bem feito, o profissional otimiza o tempo e consegue desenvolver outras tarefas mais calmamente. Para isso, preste atenção nestas dicas sobre como organizar melhor sua caixa de email:

1-Mude a forma de checagem de emails

Parar as tarefas para olhar a caixa de email o tempo todo nos distrai para realizar trabalhos que demandam mais atenção. Para que isto não aconteça, estabeleça intervalos para verificar sua caixa de entrada. Caso alguém precise falar com você urgentemente, oriente que faça contato por telefone.

2- Estabeleça um método

Vale a pena investir seu tempo e responder emails imediatamente quando a tarefa não dura mais que dois minutos. Por outro lado, se as mensagens forem longas e complexas, é aconselhável reservar uma parte do seu dia só para isto.

Para não perder muito tempo, sempre verifique o destinatário. Se seu nome estiver em cópia apenas para tomar ciência do assunto, guarde-o em uma pasta específica para ler depois e dê prioridade aos que são enviados diretamente para você.

3- Elimine cópia aberta

Quando enviamos cópia aberta para muitas pessoas, recebemos uma enxurrada de respostas que, muitas vezes, não nos são direcionadas. Se for necessário que os destinatários saibam quem é copiado, coloque apenas estes nomes visíveis.

4- Caixa de entrada vazia

Soa estranho, mas manter a caixa de entrada vazia é a melhor maneira de visualizar novos emails. Separe os temas por pastas e, à medida que receber suas mensagens, guarde cada uma em seu respectivo lugar.

5- Programe para que mensagens sejam armazenadas em pastas

Muitas contas permitem a criação de pastas para armazenamento ou de marcadores para classificação das mensagens. Você pode criar categorias como “pendentes”, “projeto X”, “resolvidos”, etc., para se organizar e esvaziar a caixa de entrada. Apague mensagens inúteis, spams e emails que você não precisa guardar.

Tanto o Outlook quanto o Gmail permitem que você utilize um dispositivo para encaminhar mensagens diretamente para suas devidas pastas sem que elas sequer cheguem na caixa de entrada.

6- Redirecione emails menos importantes para outra conta

Evite cadastrar seu email profissional em lojas, newsletters ou sites de desconto para que não encham sua caixa desnecessariamente. Estas mensagens podem ser enviadas para uma conta pessoal, para que você possa vê-las em outro momento que não atrapalhe suas tarefas.

7- Crie respostas padronizadas

Se você recebe mensagens do mesmo assunto frequentemente, crie uma resposta padrão bem informativa e guarde-a em uma pasta. Deste modo, da próxima vez que receber o email com a mesma questão, já terá uma resposta pronta e otimizará muito o seu tempo.

8- Diminua o número de emails recebidos

Se você é gestor, naturalmente recebe uma enxurrada de mensagens diariamente, mas você pode fazer com que este número diminua. Basta evitar enviar decisões práticas por email e comunique à sua equipe pessoalmente. Isso melhora as condições de trabalho e alivia a caixa de entrada.

Profissionais chegam a perder horas do dia respondendo emails quando não sabem administrar corretamente. Evite que isto aconteça com você. Fazendo um bom gerenciamento e seguindo estas dicas, você otimizará seu tempo no escritório e se tornará mais produtivo.

 Com informações do portal Neotriad

blog-07-09

5 motivos que justificam o uso do email marketing

As mídias sociais se tornaram ferramentas importantíssimas para o marketing e isso criou um questionamento entre os profissionais da área: ainda vale a pena usar email como canal de divulgação?

Sem dúvida alguma as redes sociais revolucionaram o trabalho do marketing. Elas permitiram que as marcas alcançassem um maior número de pessoas, expandindo seus públicos e divulgando conteúdos sobre produtos e serviços.

Mas isso não é motivo para aposentar o email marketing. O canal ainda é um aliado da área da comunicação e seus resultados o justificam como parte principal da estratégia de divulgação.

Se ainda restam questionamentos, listamos 5 motivos pelos quais sua empresa deve continuar dedicando recursos para o email marketing:

1- Todos usam email

Ainda que o Brasil seja líder no número de adeptos das redes sociais, é provável que uma parte de seus clientes e prospects não as usem frequentemente, principalmente aqueles que trabalham com negócios B2B (Business to Business). Há casos de empresas que até bloqueiam o acesso a estas mídias no ambiente de trabalho.

No entanto, estão conectados com seus emails o tempo todo e é nesse ponto que a estratégia do email marketing é muito eficiente. Para este público com acesso mais restrito às redes sociais, a caixa de entrada é o melhor meio de chamar atenção.

2- Publicações em mídias sociais são momentâneas

Se você não vê o post no momento em que é publicado, dificilmente o verá mais tarde, a não ser que ele seja republicado.

Já o email não se perde e a mensagem estará na caixa de entrada da pessoa pelo tempo que ela quiser. É muito comum que uma campanha seja vista dias depois de seu disparo.

3- Relacionamento mais “pessoal”

Da mesma forma que começamos a seguir uma empresa nas redes sociais, também podemos deixar de segui-la. Muitas vezes nem mesmo interagimos com estas páginas.

Por email assumimos um compromisso maior. Quando nos inscrevemos para alguma lista, investimos mais tempo para dar atenção aos contatos que recebemos.

4- Controle da lista de email

Ainda que seja necessário um software para trabalhar no disparo de email marketing, temos o total controle de quem está em nossas listas.

Já os anúncios pagos do Facebook e Instagram, por exemplo, podem fugir do nosso controle, pois é o próprio sistema que determina os usuários que verão os conteúdos na timeline.

­­5- É possível automatizar o email marketing

Em resumo, é possível fazer um disparo chamado Nutrição de Leads. É uma sequência automatizada a partir de ações tomadas pelo usuário ou por seu perfil (cargo, empresa, tipo de negócio).

Pelas redes sociais também é possível fazer este tipo de automação, mas não é tão confiável como quando feita por email.

Com informações do site Endeavor

comunicação por email

7 passos para uma boa comunicação por email

Empreendedores precisam se comunicar com sua lista de contatos, sejam compradores ou potenciais clientes. O email é uma ferramenta antiga, e, apesar de existirem outros meios de comunicação digital, ainda é uma das mais importantes.

No entanto, muitas pessoas ainda não sabem usá-lo corretamente, seja por causa de mensagens longas e confusas, ou por mandarem assuntos que não interessem a um grupo de destinatários. Isso pode prejudicar o negócio e o email deixa de ser uma ferramenta otimizada.

Listamos aqui 7 passos para fazer um bom contato por email e se destacar no mercado digital.

1- O email não morreu

O email ainda é muito importante no meio corporativo. É um canal valioso para o marketing digital e muito eficiente para a comunicação direta. Seu uso melhorou bastante após ser inserido nos aplicativos, podendo ser acessado remotamente pelos smartphones e tablets.

2- Precisa conter informações relevantes

O conteúdo do email é muito importante para atrair potenciais clientes que estejam na lista dos destinatários. É interessante segmentar os leads de acordo com o assunto e produto ofertado, para que as mensagens atinjam o público certo.

3- Automatização

Além de informar sobre sua marca por meio de mensagens, é necessário saber os desejos de cada lead. Por exemplo, junto com um email com conteúdo, enviar um link para e-Book ou sobre outras informações podem ser opções para descobrir o que seu contato realmente busca. É impossível realizar esta tarefa manualmente. Por isso, contrate uma ferramenta que auxilie no disparo do email marketing com listas segmentadas por diferentes interesses.

4- Tenha intimidade e bom senso

O email é uma ferramenta íntima e individual e você terá mais atenção dos destinatários se colocar o nome de cada um nas mensagens, usando uma linguagem menos formal. Entretanto, atente-se para não encher a caixa de seus contatos. Trace uma periodicidade de uma semana ou mais para retornar o contato com seu lead.

5- Em hipótese alguma compre listas

O primeiro passo para a base do email marketing é a permissão das pessoas para serem inclusas nas listas. Esta já foi uma prática comum, mas hoje não funciona mais. A compra de contatos cadastrados não tem filtro nenhum. Além de perder o foco do interesse dos diferentes públicos, é bem provável que sua mensagem vá direto para o Spam.

6- É preciso saber Copy

Assuntos que chamam atenção com títulos curtos, objetivos e mensagens que causem impacto são as principais táticas para que seu email se destaque em meio aos outros da caixa do leitor. Saber a técnica do “copy” ou “copywriting” – habilidade de escrever textos persuasivos – é de fundamental conhecimento para os profissionais que trabalham nesta área.

7- Monitore os emails

As ferramentas de envio de email oferecem mensuração de resultados em tempo real e isto precisa ser utilizado constantemente. As ações dos contatos devem ser analisadas por métricas, como taxa de abertura, cliques, descadastramento, respostas e conversões para o site.

Com informações do site Notícias ao Minuto

email corporativo

6 dicas para não errar nos emails corporativos

Ainda que as redes sociais e o WhatsApp já façam parte da comunicação entre chefes e colegas de trabalho, o email continua sendo o principal meio. No entanto, o modo de escrita informal adquirido na internet acaba migrando para o dia a dia e muitos profissionais o utilizam nas trocas de mensagens corporativas, podendo comprometer a imagem destes colaboradores.

Para evitar erros e manter uma comunicação adequada nos emails corporativos, listamos seis dicas:

1- Linguagem correta

Entre os colegas de trabalho não é necessário usar uma linguagem muito formal. Mas, o tratamento com algumas autoridades exige protocolo. De qualquer forma, nos dois casos é imprescindível utilizar a norma culta do português, sem gírias ou abreviações e uso correto da ortografia.

Também é preciso ser educado, começando a mensagem com um “olá” ou “boa tarde”. Para encerrar, “atenciosamente”, “até breve” ou mesmo um “abraço”. Evite mandar “beijos”, principalmente para alguém do sexo oposto, o que pode soar estranho.

2- Seja breve

É necessário ser objetivo, a começar pelo assunto, usando poucas palavras que resumam a mensagem. O mesmo vale para o corpo do email, que deve esclarecer a ideia logo nas primeiras linhas. E, caso a questão seja muito complexa, é melhor fazer um contato telefônico, para que a mensagem escrita não fique longa e confusa.

3- Resposta rápida

O email tem se tornado uma ferramenta de comunicação rápida, principalmente por causa dos smartphones. Por isso, é indelicado demorar muito tempo para responder uma mensagem, com exceção nos feriados e finais de semana sem expediente. Mesmo que não tenha uma posição sobre o assunto, responda logo que está buscando uma solução.

4- Atenção aos destinatários

Para evitar equívocos, coloque o email do destinatário apenas quando revisar a mensagem, para evitar o risco de enviá-la sem querer. Se precisar mandar para muitos destinatários, inclua os endereços em ordem alfabética ou em nível hierárquico. Outro ponto é atentar-se às mensagens anexas nos emails encaminhados.

5- Revisão dupla

Antes de enviar a mensagem, revise seu email desde o destinatário selecionado, até a grafia e concordância das palavras. Use uma fonte simples, letras minúsculas e cor sóbria. Quando escrevemos um texto com todas as letras maiúsculas, parece que estamos gritando. Caso precise destacar alguma palavra, prefira usar o negrito ou itálico.

6- Seja Profissional

Email corporativo deve ser usado apenas para assuntos profissionais. Vincular uma mensagem pessoal com o remetente do trabalho pode prejudicar o funcionário. A maioria das empresas tem acesso às mensagens enviadas pelo seu servidor, por isso, use o próprio email para assuntos pessoais.

Com informações do jornal Gazeta do Povo