Posts

erros de Marketing Digital

Descubra como evitar 6 erros de marketing digital na sua empresa

Já compartilhamos diversas dicas para o sucesso da comunicação de sua empresa. Entretanto, também é importante lembrar sobre os erros de Marketing Digital que devem ser evitados, para que eles não prejudiquem a sua estratégia.

Se você ainda tem alguma dúvida sobre o que não fazer em suas ações de comunicação, reunimos aqui alguns toques para te ajudar.

Confira 6 erros de marketing digital que devem ser evitados:

1- Não acompanhar os resultados

Em uma estratégia de Marketing Digital, mensurar os resultados das ações é fundamental para analisar o desenvolvimento do seu trabalho.

Pelos números é possível acompanhar o desenvolvimento das publicações e se elas dão o retorno desejado. Caso algo não saia do jeito planejado, a equipe descobre os erros a tempo e direciona as estratégias para outro caminho.

2- Não definir suas personas

É preciso criar uma persona real para entender as necessidades do público que a marca quer alcançar. Quando não se determina as principais características, hábitos e preferências podem existir complicações para a equipe de comunicação na hora de traçar as estratégias.

Por isso, é importante ter os perfis dos potenciais consumidores definidos para fazer ações bem direcionadas.

3- Não ter objetivos estabelecidos

Antes de planejar as ações de comunicação, é preciso colocar uma meta para a sua marca.  Quantas pessoas deseja alcançar? Qual o número de vendas que deve ser atingido? Perguntas como essas vão ajudar a definir os passos da sua estratégia.

Sem um objetivo estabelecido, a empresa perde o foco de onde chegar e não trabalha direito com as ações que devem ser colocadas em prática.

4- Não dar continuidade no relacionamento com os leads

Uma vez que o visitante se converteu em lead, você deve manter contato com ele enviando frequentemente conteúdos que possam lhe interessar.

Para que os leads estejam sempre atualizados sobre o seu negócio, envie emails periodicamente, como newsletters, para que fiquem por dentro das novidades da sua marca. Assim, quando desejarem fazer a compra de um produto que a sua empresa oferece, eles vão fazer a busca no seu site.

5- Não produzir um conteúdo otimizado

Nos materiais divulgados no site, blog e redes sociais, é fundamental destacar as palavras-chave, principalmente aquelas que são mais usadas no momento. Essa estratégia é muito importante para se destacar nos resultados orgânicos das buscas.

Além disso, se certifique de que suas páginas se adaptem para os diversos tipos de tela, pois grande parte dos visitantes navega pelos dispositivos móveis, como smartphones e tablets.

6- Não usar as ferramentas necessárias de Marketing Digital

A tecnologia é uma grande aliada para a divulgação das marcas. Portanto, use todos os recursos que puder para atingir seu público-alvo, como site, blog, redes sociais, softwares, estratégias de SEO, entre outras.

Os consumidores fazem buscas por diferentes canais e, estar presente em todos eles, é uma regra básica para que a sua marca seja encontrada.

Em algum momento a sua empresa pode já ter tropeçado nesses erros de Marketing Digital. Mesmo que isso tenha acontecido, sempre há tempo para rever suas ações e colocá-las em prática da maneira correta para atingir o sucesso do seu negócio.

Com informações da Agência Inbound

Artigo: 7 erros fatais dos empreendedores iniciantes

*Por Erik Penna

Várias pesquisas apontam que um dos maiores sonhos do brasileiro, é abrir o próprio negócio. Ao abrir a empresa, descobre que apenas dedicação não resolve, pois é preciso ter alguns conhecimentos para que o sonho não vire um pesadelo.

Um dado preocupante do IBGE (set/2016) diz que, de cada 10 negócios abertos no Brasil, 6 fecham antes de completar 5 anos.

Enumero abaixo os 7 maiores erros cometidos pelos empreendedores novatos:

1- Plano de negócios

ERRO: Deixar de pesquisar o mercado, as ações da concorrência e não estabelecer objetivos bem definidos.

DICA: Antes de abrir as portas, faça uma pesquisa criteriosa sobre tudo que cerca o negócio e trace metas quantitativas claras para não começar com o pé esquerdo.

2- Clientes

ERRO: Não planejar a comercialização. Uma coisa é ter uma boa ideia, outra coisa é saber como encontrar o cliente. A escassez de clientes costuma ser fatal.

DICA: Se o cliente não vem, não fique esperando, seja proativo e vá em busca dele. Distribua panfletos, promova eventos, faça parcerias, divulgue na internet, visite empresas e órgãos públicos. É preciso “cacarejar”. Não adianta colocar um outdoor no porão. Faça os outros descobrirem seu ponto de venda.

3- Finanças

ERRO: Misturar as contas da empresa com as finanças pessoais. Colocar tudo na mesma gaveta é um perigo enorme!

DICA: Separe as contas. Crie um fluxo de caixa pessoal, outro da empresa e uma planilha relacionando todas as contas a pagar e receitas. Corte seus custos. E, a partir daí, vá renegociar as dívidas com as instituições financeiras e fornecedores.

4- Burocracia

ERRO: Não estudar o melhor regime tributário, não saber as obrigações fiscais a serem cumpridas e deixar de lado alguns controles internos.

DICA: Identificar o melhor tipo de regime tributário para o negócio, saber os impostos a pagar e incluir isso no cálculo de custo do produto, para trabalhar pagando o menos possível de impostos, mas dentro da lei. E, providenciar alguns relatórios com os registros de entradas e saídas de estoque e recursos é algo primordial, pois isso poderá nortear para as decisões e o rumo do negócio.

5- Capacitação

ERRO: Não reservar um tempo para a melhora contínua. Aprender com os próprios erros custa caro e, ás vezes, quando se percebe é tarde demais.

DICA: Qualificação própria e da sua equipe. Participe de cursos e treinamentos de temas como gestão, vendas, finanças, assim, você se capacita e aprende com os erros dos outros. Isso é mais fácil e barato.

6- Diferencial

ERRO: Ser mais do mesmo. O pequeno empreendedor fica tão envolvido na correria cotidiana, só dedicando tempo para as atividades operacionais, que normalmente se esquece das ações estratégicas da empresa.

DICA: Reserve um tempo para pensar no futuro do seu negócio, mesmo que seja 30 minutos por semana, mas pare para refletir sobre qual será sua próxima inovação e diferencial perante a concorrência.

7- Mitos

ERRO: Achar que vai trabalhar menos e que não terá patrão. Tem sim, o cliente é o patrão do empresário. Cuidado, às vezes, ele não perdoa uma única falha.

DICA: Se prepare para trabalhar muito, mas é extremamente motivador e recompensador perceber os resultados aparecerem. Esse é o grande gás do empreendedor, mudar a vida dele e a dos outros para melhor.

O que podemos concluir das dicas acima é que precisamos mudar um pouco a cada dia. Imagine você mudando apenas 5 centímetros a sua direção. Em 30 dias o seu caminho será completamente outro.

Não tenha tanto medo das tempestades, afinal, são os mares bravios e agitados que costumam formar os melhores marinheiros.

* Erik Penna é palestrante motivacional, especialista em vendas com qualificação internacional, consultor e autor dos livros “A Divertida Arte de Vender”, “Motivação Nota 10”, “21 soluções para potencializar seu negócio”, “Atendimento Mágico – Como Encantar e Surpreender Clientes” e “O Dom de Motivar na Arte de Educar”. Saiba mais sobre motivação e vendas em: www.erikpenna.com.br

Sobre o palestrante motivacional Erik Penna

 É palestrante motivacional, especialista em vendas com qualificação internacional e consultor. Possui MBA em Gestão de Pessoas pela Fundação Getúlio Vargas, pós-graduação em Administração e Marketing pela Universidade Paulista e graduação em Economia pela Universidade de Taubaté.

Aborda nas palestras ensinamentos baseados nas experiências vivenciadas por ele durante a sua carreira como executivo de vendas, professor, escritor, motivador de equipes e gestor corporativo. É autor dos livros “A Divertida Arte de Vender”, “Motivação Nota 10”, “21 soluções para potencializar seu negócio”, “Atendimento Mágico – Como Encantar e Surpreender Clientes”, “O Dom de Motivar na Arte de Educar” e coautor dos livros “Gigantes das Vendas” e “Gigantes da Motivação”.

Site: www.erikpenna.com.br

Atendimento à imprensa

 Patrícia Arantes – RZT Comunicação
www.rztcomunicacao.com.br
patricia@rztcomunicacao.com.br
Fones: (11) 5051-8142 / 99873-6008

erros-marketing-digital

4 erros cometidos no Marketing Digital e como corrigi-los

Apesar de ser muito utilizado pelas empresas, o investimento no Marketing Digital muitas vezes é desperdiçado por causa da falta de conhecimento da equipe responsável pela área. Não é uma tarefa difícil, mas é necessário conhecer os recursos e saber as melhores estratégias de comunicação. ­

Listamos aqui 4 erros cometidos pelas equipes de marketing e comunicação e como corrigi-los:

1- Comprar lista de email

Para começar o trabalho digital, muitas marcas ainda compram listas prontas de email, mesmo sabendo que isso vai contra as boas estratégias de comunicação.  Além disso, esta prática invade a privacidade dos usuários que não permitiram receber tais mensagens. A situação pode piorar quando o remetente é denunciado como spam, gerando má reputação e queimando o seu IP.

Como acertar

Para adquirir uma base de emails de forma correta, estratégias para capturar leads como ofertas e conteúdos exclusivos ou em troca de alguns dados são os caminhos mais apropriados. Isso garante que o cliente realmente queira receber suas mensagens e mantém a boa reputação da marca.

2- Comunicação sem segmento

A maioria das marcas ainda se comunica com todos os clientes da mesma forma e não segmenta suas mensagens de acordo com o perfil de cada cliente. Por exemplo, não faz sentido enviar emails com ofertas de sapatos femininos para homens. É preciso personalizar a comunicação.

Como acertar

Segmentar o público e enviar mensagens relevantes que despertem o interesse de cada um.

3- Não fazer testes

Acreditando conhecer bem o público-alvo, muitas marcas divulgam campanhas sem testarem ao menos uma vez. O resultado é o insucesso e a insatisfação dos consumidores, pois possuem diferentes opiniões e somente com testes é possível saber o tipo de abordagem que funciona melhor.

Como acertar

Realize dois tipos de testes e apresente para uma parte do público. Aquele que apresentar maior aceitação das pessoas será a melhor campanha para a divulgação da marca.

4- Não analisar os indicadores

Os dados sobre os perfis e preferências dos clientes são fundamentais para direcionar as próximas campanhas, mas a maioria das marcas não utiliza este recurso. É preciso conhecer as peculiaridades do público para ter uma ideia que atinja a todos.

Como acertar

Acompanhe por meio do relacionamento que o público tem por cada canal de comunicação. Por email, verifique o número de visualizações e cliques nos links. Nas redes sociais, as curtidas, compartilhamentos e o que as pessoas têm comentado. Tenha os números e os comportamentos atualizados para basear as próximas campanhas.

Para que suas campanhas de Marketing Digital sempre deem certo, você precisa estar atendo às tendências e, claro, no comportamento do público. Use todos os recursos que as plataformas digitais oferecem para basear suas estratégias e atinja cada vez mais pessoas do seu público-alvo.

Com informações do site AdNews

erros de escrita

Exclua estes 6 vícios das suas redações

A comunicação ganhou mais espaço na vida das pessoas com a troca frequente de emails, mensagens pelas redes sociais e aplicativos como o WhatsApp. No entanto, estas ferramentas tornaram a escrita menos culta e coerente, devido às gírias e abreviações usadas no dia a dia.

Por isso, é preciso muito cuidado para não deixar que este mau hábito esteja no ambiente corporativo. Ao contrário do que as pessoas pensam, ter uma boa redação não é um “luxo” dispensável, mas uma competência decisiva para o sucesso em qualquer segmento e atuação.

Ter uma boa escrita não traz apenas uma boa imagem para o profissional, mas também pode impactar em promoções, aumento de salário e visibilidade no mercado de trabalho. Para as empresas também é um grande benefício. Quanto maior a qualidade do diálogo entre os colaboradores, mais fáceis se tornam os acordos.

Para aperfeiçoar sua redação e gerar mais oportunidades profissionais, listamos alguns erros muito comuns que você deve eliminar desde já:

1- Expressões difíceis

Um dos maiores problemas do uso destas expressões mais “cultas” é que nem sempre elas significam o que achamos. Por exemplo, muita gente pensa que “junto a” é o mesmo que “com”, quando na verdade é “perto de”.

“Posto que” é outra expressão empregada equivocadamente. Enquanto ela é usada no sentido de “já que”, na verdade tem sentido adverso, como “embora”. Exemplo: “Posto que estivesse chovendo, fui à praia”.

2- Fórmulas prontas

Muitos profissionais enfeitam redações com frases prontas, como “Venho por meio desta” ou “Sem mais para o momento”. Estas fórmulas deixam o texto menos natural e o alongam desnecessariamente, impedindo a objetividade da mensagem. Para um texto mais original, deixa de usá-las.

3- Repetições

Ao contrário do que muitos pensam, a redundância cansa e desconcentra o receptor da mensagem, ao invés de reforçar a ideia. Usar conjunções como “entretanto”, “porém” e “embora” e pronomes relativos como “dos quais”, “onde” e “cujo”, cria conexões com as ideias e evita que as palavras sejam repetidas desnecessariamente.

Uma dica de ouro é procurar os sinônimos no dicionário. Ou no Google.

4- Ignorar duplos sentidos

Pela falta do tom de voz e expressões faciais, a comunicação escrita fica suscetível a mal-entendidos. É um erro não prestar atenção a estes detalhes. Depois de escrever seu texto, vá tomar um café, esfriar a cabeça e o releia.  Você terá outra visão e corrigirá possíveis erros que não tenha percebido antes.

A pontuação é um recurso para evitar a ambiguidade. Veja a diferença: “Pegue o livro, que está na gaveta” e “Pegue o livro que está na gaveta”. No primeiro caso, há um único livro, e seu lugar é a gaveta. No segundo, pode haver vários livros, mas apenas o que está na gaveta deve ser pego.

5- Erros antigos

É comum escorregar nos velhos modelos gramaticais. Os verbos “haver” e “fazer”, por exemplo, ainda fazem muitas pessoas errarem. Ambos devem permanecer no singular quando usados no sentido de tempo e existência. Ao invés de “fazem dois anos” é correto dizer “faz dois anos”. No lugar de “haviam dados”, deve ser escrito “havia dados”.

A maioria dos erros acontece pela correria, mas também pela falta de atenção. É preciso fazer uma revisão antes de enviar a mensagem.

6- Falha na padronização

As siglas precisam seguir um padrão. Se for usado num primeiro momento “A reunião será às 10h”, para continuar o resto do texto será de bom tom continuar usando esta abreviação para indicar as horas.

Outro ponto importante é escrever o nome por extenso na primeira vez em que mencionar a sigla. Por exemplo, “Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES)”. A partir daí, fique à vontade para usar só a sigla quando mencionar a instituição.

Com informações do portal Exame

erros linguagem corporal

6 erros de linguagem corporal para serem evitados

Como uma das formas mais naturais de comunicação, a linguagem corporal transmite nossas sensações e emoções por meio dos gestos, postura, tom de voz e movimento. No entanto, se errada, pode demonstrar insegurança e, por mais incrível que seja seu conteúdo, poderá ser ignorado por causa da impressão que foi passada.

Confira 6 hábitos que devem ser banidos e saiba como corrigi-los:

1- Evitar contato visual

Não fazer contato visual sólido faz com que qualquer pessoa pareça insegura. Olhar nos olhos transmite segurança e o assunto se torna mais interessante.

2- Gesticular “errado”

Pessoas nervosas tendem a movimentar mãos e braços junto com o resto ao corpo, o que demonstra total insegurança por parte de quem está falando. Ficar parado o tempo todo também não é a ideia, mas movimentos com ênfase e mais lentos transmitem mais segurança.

3- Curvar-se

Além da coluna, ter má postura prejudica também a transmissão de segurança da fala. Curvar-se passa a impressão de parecer menor e querer “sumir”. Esteja com os ombros para trás e o queixo para cima.

4- Movimento dos pés

O constante movimento dos pés pode demonstrar insegurança extrema. O ideal é mantê-los distantes, e na direção dos ombros.

5- Negligenciar expressões faciais

Demonstrar expressões faciais é fundamental para transmitir sua mensagem. Caso contrário, você não passará muita credibilidade pelo que fala.

6- Pensar demais no aperto de mão

Haja naturalmente ao cumprimentar pessoas com o aperto de mão. Não balance muito o braço e não aperte muito nem pouco a mão da outra pessoa.

Com informações do site Infomoney

 

Man plugging a memory stick in his head

6 erros de comunicação que pequenas empresas cometem

Entre os diversos desafios que os empreendedores encaram para fazer seus negócios decolarem, a comunicação é um dos maiores. A falta de conhecimento na área faz com que muitos falhem na hora de criar uma estratégia.

Confira os 6 principais erros de empresas em crescimento na área da comunicação:

1- Achar que Comunicação e Marketing são coisas de empresa grande

A área de comunicação e marketing pode ter estratégias traçadas de diversos jeitos, para qualquer tamanho de empresa. Comece pelo logo profissional, depois invista em ferramentas e canais de comunicação. O importante é encontrar o que realmente funciona para interagir com o público.

2- Deixar qualquer pessoa criar o logo da marca

O logo é a primeira impressão que o público terá da empresa. Ele estará visível na recepção, no prédio, nos cartões de visita, jornais, canais digitais e redes sociais e pode causar um impacto positivo ou negativo. Por isso, o processo de criação do logo da marca é um dos mais importantes e é preciso deixar esta tarefa na mão de profissionais. Saiba como e com quem fazer esta etapa da imagem de sua empresa.

3- Despreparo na comunicação dos colaboradores

Quando você inicia a empresa, o contato com seus clientes é praticamente diário. No entanto, conforme seu negócio vai crescendo e aumentando o número de profissionais, o distanciamento com seus consumidores é inevitável. Por isso, garanta que sua equipe terá uma comunicação bem desenvolvida para lidar com os clientes em seu lugar.

4- Cometer erros na escrita

Alguns erros de gramática em emails, flyers ou outros informativos parecem bobagem, mas aos poucos podem causar problemas para a imagem de sua empresa. Mesmo que ainda pequena, sua empresa precisa se mostrar grande. Não deixe que estes equívocos atrapalhem seu crescimento.

5- Colocar o Marketing na lista de “corte de gastos”

Marketing não é gasto, é investimento.  E o retorno pode ser visto por meio do sucesso das campanhas da marca. Se o resultado não aparecer é porque a estratégia usada está errada e está na hora de repensá-la. Antes de cortar a verba do marketing, pense bem e verá que não há outra forma de atrair clientes e que, se bem planejado, será um dos setores mais rentáveis da empresa.

6- Não medir resultado das campanhas

É importante medir o ROI (Return of Investiment) de suas campanhas para saber se estão dando certo. Algumas são mais fáceis de controlar, como campanhas de mídia paga online, onde é possível rastrear os acessos.

Já para mensurar anúncios ou distribuição de flyers, você pode anexar alguns cupons de desconto ou outro benefício que faça o cliente entrar em contato por aquela chamada.

Com informações do site Endeavor