Posts

Dificuldade em escrever

Profissionais e até executivos sofrem na hora de escrever

As dificuldades com a escrita parecem cada vez mais evidentes, inclusive no meio corporativo. Profissionais de todos os níveis sofrem para elaborar propostas comerciais, relatórios e até simples e-mails.

Prova disso é o resultado de uma pesquisa feita recentemente pela RZT Comunicação: 84% das pessoas admitiram ter esse problema e reconheceram a necessidade de aprimoramento.

Participaram do levantamento profissionais das áreas de Comércio Exterior, Comunicação, Consultoria Empresarial, Educação, Finanças, Gestão, Palestras, Recursos Humanos, Saúde e Tecnologia da Informação.

“A maioria apontou a dificuldade geral de escrever, de colocar as ideias no papel. Outros identificaram problemas como falta de clareza e objetividade”, afirma Almir Rizzatto, diretor da RZT Comunicação.

A insegurança é tanta que, quando questionados se tinham interesse em escrever um livro, 88% disseram que sim, mas só se contassem com ajuda de um profissional.

De acordo com Rizzatto, que ministra cursos de escrita e criou um treinamento online, o problema atinge profissionais, inclusive os que ocupam cargos de chefia, liderança e diretoria. “Já vi executivos com enorme dificuldade, tanto na estruturação do texto quanto com a própria Língua Portuguesa.”

Prejuízo para todos os lados

A deficiência em comunicação gera danos tanto para empresas quanto para empregados. Uma pesquisa feita pelo Project Management Institute Brasil (PMI), com 300 companhias nacionais e multinacionais, mostrou que em 76% das organizações os projetos não dão certo porque os funcionários não sabem escrever nem falar bem.

“E profissionais com essa dificuldade, obviamente, têm menos chances de serem contratados e promovidos. Ser um bom comunicador é fundamental para ter uma carreira de sucesso, até porque nos comunicamos o tempo todo, seja internamente, com clientes ou nas redes sociais”, lembra Almir Rizzatto.