Posts

vender pela internet

Quer vender pela internet? Então pare de pensar só em vender!

Vender pela Internet é o desejo de praticamente todas empresas e profissionais liberais nesta era cada vez mais digital. Entretanto, a ânsia de querer conquistar clientes através de site e redes sociais, por exemplo, faz muitos adotarem as estratégias erradas.

Como vender pela internet

Em primeiro lugar, é fundamental atrair as pessoas certas para o seu negócio. E como fazer esse processo de atração? Através de conteúdo qualificado, agregando valor para o público. Sem isso, não conquistamos a tão falada e cobiçada “autoridade” no universo digital. E, sem autoridade, dificilmente fazemos vendas.

Pense comigo: você contrataria um pacote de 10 sessões de Coaching de um coach que o único conteúdo que ele posta nas redes sociais é sobre vendas e o valor do processo?

Por outro lado, qual a chance de você fechar com um profissional que produz conteúdo, escreve artigos, grava vídeos, disponibiliza e-books e oferece webinários gratuitos? Imagino que a tendência é você optar por este segundo coach, desde que, claro, se identifique com o que leu e assistiu.

Gerar autoridade e se relacionar com os leads são passos fundamentais para vender pela internet. Quando essas etapas são bem realizadas, a venda é consequência. E acredite: com bem menos esforço.

Almir Rizzatto é jornalista e pós-graduado em Comunicação Empresarial, Relações Públicas e Marketing. É fundador da agência RZT Comunicação, palestrante, instrutor, consultor e especialista em Marketing Digital. Através da RZT, oferece soluções para profissionais liberais e empresas de todos os portes, além de cursos como os de Marketing Digital e SEO.

Contatos do jornalista especialista em Marketing Digital Almir Rizzatto

Site: http://www.rztcomunicacao.com.br

Facebook: https://www.facebook.com/RZTComunicacao

Youtube: https://www.youtube.com/RZTComunicacao

E-mail: almir@rztcomunicacao.com.br

Telefones: (11) 5051-8142 e 99628-1733

Para conferir mais artigos do jornalista especialista em Marketing Digital Almir Rizzatto, clique aqui.

*Imagem
: divulgação

marketing internacional

5 dicas de como aplicar o Marketing Internacional no seu negócio

Muitas empresas almejam estender sua atuação para outros países. Porém, é preciso analisar se o seu negócio está preparado para o Marketing Internacional. Antes de se lançar no mercado exterior, é necessário realizar uma série de estudos, com o objetivo de verificar se vale a pena investir fora do país de origem.

O Marketing Internacional consiste no planejamento de ações de divulgação, pesquisa de mercado e promoção do seu negócio em outros países.

Para fazer uma atuação internacional, a empresa necessita avaliar diversas questões do mercado desejado.

Além disso, tenha certeza de que seu público nacional é fiel e consolidado, antes de tentar conquistar clientes internacionais. Esteja, ainda, com suas finanças organizadas, já que a economia mundial pode ter imprevistos ao longo do caminho.

Se você já fez essa análise e verificou que chegou a hora de expandir os horizontes do seu negócio, separamos a seguir 5 dicas de como aplicar o Marketing Internacional.

Veja 5 dicas para aplicar o Marketing Internacional na sua empresa

1) Faça uma pesquise da cultura local: estude os fatores culturais, sociais e políticos sobre a região de seu novo mercado. Aprenda também o idioma do país e faça o marketing de conteúdo com a língua nativa. Isso é importante para evitar que as pessoas não entendam sua mensagem, o que pode gerar gastos financeiros desnecessários. Analise, ainda, como os cidadãos se comportam nas redes sociais.

2) Realize adaptações: veja se sua marca pode se adaptar a um novo tipo de público. Observe quais são as demandas daquele novo mercado e aja de acordo com a região.

3) Estude as regras do país: verifique quais são os impostos e as taxas que precisam ser pagas. Veja, ainda, as leis que você precisa obedecer para estar conforme a legislação do país. Caso você desrespeite algo, podem acontecer processos judiciais e prejudicar a reputação da sua empresa.

4) Repita estratégias que deram certo: avalie quais ações tiveram resultados positivos em seu país de origem e invista nas estratégias que podem ser utilizadas no novo mercado. Porém, faça um estudo sobre a cultura local antes, para ver se o público nativo vai aceitar da mesma forma.

5) Faça a segmentação das campanhas: é preciso investir em campanhas para públicos específicos, da mesma forma que você faz em seu mercado de origem. Assim, seu negócio terá mais visibilidade no novo país.

Se seu negócio está preparado para ser lançado no mercado externo, não hesite em promovê-lo em outros países. Estude essas dicas e, se houver demanda, chegou a hora de estender seus horizontes internacionais.

*Fontes: Hotmart; MKT Sem Segredos

*Imagem: divulgação

 

moderar comentarios

Veja 5 dicas para moderar comentários em sua página no Facebook

Moderar comentários é uma das formas que as empresas têm de controlar sua imagem perante o público. É importante saber como agir e responder às pessoas que comentam nas páginas. Qualquer resposta malfeita pode gerar uma crise e ferir a reputação da companhia.

Algumas redes sociais, como o Facebook, por exemplo, procuram facilitar o trabalho de moderação dos gestores de páginas e disponibilizam ferramentas que auxiliam quem precisa monitorar esse tipo de atividade na rede.

Além dos serviços oferecidos pelas mídias sociais, há atitudes que você pode tomar para evitar que a imagem da empresa seja prejudicada, assim como tornar a relação com o público ainda melhor.

Confira abaixo 5 dicas de como moderar comentários em sua página no Facebook.

5 dicas para moderar comentários no Facebook

1) Cuidado ao ocultar comentários: quando o usuário da plataforma faz alguma crítica, ele quer ser ouvido. Por isso, se você apaga o comentário dele, isso pode indicar que a empresa é autoritária, manchando sua imagem.

É preciso entender que problemas ocorrem com qualquer empresa e, se você responde educadamente seu cliente, isso mostra que você quer ajudá-lo de alguma forma. Tal atitude vai mostrar ao público que a empresa é solícita, melhorando sua reputação.

Agora, se o comentário for preconceituoso, possuir spam ou só tiver a intenção de disseminar ódio, fique à vontade para omiti-lo – ou até mesmo banir o usuário da página, se for algo muito ofensivo.

2) Bloqueie palavras ofensivas: crie uma lista com termos que você considera indesejados. Dessa forma, os comentários que contenham essas palavras serão automaticamente ocultados pelo Facebook. Para aprender a fazer isso, clique aqui.

3) Ative o filtro de linguagem ofensiva do Facebook: com a ajuda da comunidade que acessa a plataforma, a rede social criou um filtro com expressões consideradas ofensivas pelos próprios usuários. Acesse aqui e veja como fazer isso.

4) Mande inbox quando o assunto for delicado: para evitar que um comentário negativo tome proporções maiores e chame mais atenção na rede social, você pode tentar contornar a situação respondendo o usuário pelo inbox. Dessa forma, o assunto fica somente entre você e o reclamante. O público pode ver que você atendeu à solicitação pelo privado, já que o Facebook mostra no comentário que ele foi respondido.

5) Enalteça comentários positivos: interaja bastante com aqueles que comentam positivamente em relação à sua empresa. Assim, você aumenta a visibilidade desses comentários positivos e reforça o relacionamento do público com a marca.

Moderar comentários: conclusão

Moderar comentários pode parecer simples, mas é uma tarefa que exige bastante atenção e dedicação. Sabendo como monitorar da forma certa, é possível evitar crises de imagem, além de ajudar o marketing da empresa.

*Fontes: Techtudo; mLabs

*Imagem: divulgação

encurtar links

Veja 5 motivos para encurtar links nas redes sociais

 Com a popularização do Twitter, se tornou comum encurtar links nas redes sociais. Além de deixar os posts mais limpos em termos visuais, as URL’s menores despertam mais confiança aos seguidores, que costumam se assustar com endereços grandes.

Atualmente, existem diversas plataformas, também conhecidas como compressores, que encurtam os links, gerando uma nova sequência que leva para a mesma página.

Entre os encurtadores mais populares, estão: Bitly (clique aqui); TinyURL (acesse aqui); Notlong (confira aqui); Goo.gl (clique aqui), entre outros.

Essa prática proporciona vários benefícios. Separamos abaixo 5 razões que vão fazer você querer diminuir sua URL agora mesmo!

Confira 5 motivos para encurtar links

1) Você consegue rastrear os cliques: quando os links são encurtados nessas plataformas especializadas, é possível realizar um rastreamento, ou seja, você consegue identificar a origem de quem está acessando seu site.

Dessa forma, você poderá saber quais locais de divulgação estão levando mais visitantes à sua página.

2) Ocupam menos espaço nos posts: muitas redes sociais possuem limites de caracteres em suas publicações. No caso do Twitter, por exemplo, só é permitido digitar até 280. Nessas situações, encurtar links é essencial. Assim, você pode transmitir sua mensagem e ainda publicar, com tranquilidade, a URL do conteúdo.

3) Deixam as publicações mais amigáveis aos usuários: o aspecto visual é muito importante em marketing digital. Ao deixar os links mais curtos, os posts ficam mais atraentes para quem lê, já que são menos poluídos do que as URL’s inteiras.

4) Você pode personalizar: há plataformas que possibilitam a personalização dos links, deixando a publicação ainda mais profissional. Dessa forma, é possível também manter a palavra-chave em evidência, garantindo o bom rankeamento no seu site.

5) Facilidade da memorização: com o encurtamento da URL, o público poderá memorizar os links com mais facilidade, já que estarão mais curtos. Se estiverem personalizados, ficará ainda mais simples de registrar na memória.

Agora que você sabe as várias vantagens de reduzir o tamanho dos seus links, experimente realizar essa prática e veja como seus resultados vão ficar ainda melhores.

*Fontes: mLabs; Host Bits

*Imagem: divulgação

estrategias de marketing digital

4 estratégias de Marketing Digital para ter resultados (sem investir muito)

Existem dezenas de estratégias de Marketing Digital para você aplicar no seu negócio. E algumas podem ser implementadas mesmo quando o orçamento é enxuto.

Neste artigo, abordo 4 ideias que, quando bem executadas, podem dar resultados. Ou seja, gerar leads e vendas.

Só reforço a necessidade de um budget mínimo para você fazer campanhas pagas nas redes sociais. Isso especialmente para caso você ainda não tenha uma grande lista, um número significativo de leads.

Hoje, em razão do alcance orgânico baixo, é fundamental investir em anúncios para impactarmos um público expressivo. Caso contrário, um conteúdo que você dedicou horas para elaborar pode atingir poucas pessoas e te frustrar.

Confira abaixo 4 estratégias de Marketing Digital:

1) E-books

Disponibilizar livros eletrônicos gratuitos é um ótimo recurso. E-books bem elaborados ajudam na construção da autoridade e geram leads. Para isso, é fundamental que você “feche” o conteúdo e o entregue apenas para pessoas que se cadastram, inserindo nome e e-mail.

2) Newsletters

Enviar conteúdos relevantes periodicamente estreita o relacionamento com o público. Vale a pena compilar artigos e novidades e encaminhar um boletim informativo por mês, por exemplo. E o material nem precisa ter um layout elaborado. Atualmente é muito comum enviar em formato de texto puro, como se fosse um e-mail normal.

3) Webinários ao vivo

As transmissões ao vivo vêm funcionando muito bem e geram grande engajamento. Isso, claro, desde que o conteúdo seja relevante. E tão fundamental quanto: direcionado para o público certo. É recomendável que as pessoas se cadastrem para participar do webinário, que pode ser feito gratuitamente pelo YouTube, por exemplo.

Lives no Facebook e no Instagram proporcionam muita interação. O único aspecto negativo, nestes casos, é que são abertos e você não irá gerar leads.

4) Videoaulas ou palestras gravadas

A oferta de conteúdo gratuito em vídeo normalmente resulta em bom retorno. Mas, assim como todas as outras estratégias descritas acima, é fundamental que o conteúdo não fique “aberto” ao público. O material só deve ser entregue ao lead após ele fornecer, pelo menos, nome e e-mail.

Almir Rizzatto é jornalista e pós-graduado em Comunicação Empresarial, Relações Públicas e Marketing. É fundador da agência RZT Comunicação, palestrante, instrutor, consultor e especialista em Marketing Digital. Através da RZT, oferece soluções para profissionais liberais e empresas de todos os portes, além de cursos como os de Marketing Digital e SEO.

*Imagem: divulgação

Marketing Digital

7 estratégias de Marketing Digital para turbinar seu negócio em 2019

Às vésperas de um novo ano, é hora de pensar nas estratégias de Marketing Digital. Se os resultados não foram os esperados em 2018, é bem provável que algo que você fez não foi da melhor maneira.

Neste artigo listo abaixo algumas ações para colocar em prática.

 

Confira 7 estratégias de marketing digital para adotar no próximo ano

1) Capacite-se ou terceirize sua área digital

Sem aprender a fazer (de verdade!) ou sem contar com alguém da área, a tendência é você passar um ano gastando, e não investindo.

2) Estabeleça um processo para gerar leads

Antes de pensar em vender, preocupe-se em atrair potenciais clientes, leads realmente qualificados. Seja criativo, atinja as dores do seu público e apresente soluções. É fundamental usar páginas de captura nesta que é uma das mais importantes estratégias de Marketing Digital.

3) Cuide com carinho dos seus leads

Não adianta gerar leads e, depois, ignorá-los. Mantenha relacionamento constante, através de e-mails marketing, boletins informativos, WhatsApp… Criar um funil de vendas auxiliará muito.

4) Produza MUITO conteúdo

Isso vale para site ou blog, redes sociais, e-books, webinários, lives… Diversifique sua produção. Lembre-se dos stories, que estão em alta. Mas cuidado: quantidade não é qualidade. Capriche para que te vejam como uma autoridade no assunto.

5) Invista em campanhas pagas

Imaginar que é possível depender apenas do alcance orgânico nas redes sociais, por exemplo, é muita ingenuidade nos dias de hoje. Destine um budget mensal para anúncios.

6) Analise as métricas dos anúncios

Não basta só fazer as campanhas e aguardar os leads, as vendas… É preciso acompanhar de perto os resultados, até porque, certamente, em vários momentos será necessário mudar de direção. É normal, faz parte. Se fosse fácil, seu sobrinho que “entende de internet” poderia fazer.

7) Estabeleça parcerias para compartilhar conteúdo

Ficar fechado em seu mundo é um erro. Troque conteúdos com veículos de comunicação e outras marcas que possuem canais, como blogs e redes sociais. No Marketing Digital, isso se chama guest posts e favorece o link building. Todos ganham e a estratégia permite alcançar novos públicos.

Aplicando essas estratégias, são grandes as chances de você terminar 2019 sorrindo.

Dica para quem quer se especializar em Marketing Digital

A propósito, aproveite o início de ano para descobrir de que forma o Marketing Digital pode ajudar você a ter um 2019 sensacional.

Nos dias 18 e 19/01/2019 estarei à frente do Curso presencial (e prático) de Marketing Digital em São Paulo. Serão dois dias incríveis e intensos, das 8h30 às 17h30, na região da Paulista, com MUITA prática em sala de aula.

Clique no link abaixo e saiba mais!

Curso presencial (e prático!) de Marketing Digital em São Paulo! 

Espero por você!

Almir Rizzatto

Almir Rizzatto é jornalista e pós-graduado em Comunicação Empresarial, Relações Públicas e Marketing. É fundador da agência RZT Comunicação, palestrante, instrutor, consultor e especialista em Marketing Digital. Através da RZT, oferece soluções para profissionais liberais e empresas de todos os portes, além de cursos como os de Marketing Digital e SEO.

*Imagem: divulgação

YouTube

Confira 5 dicas para criar uma introdução no seu canal do YouTube

O YouTube é a plataforma de vídeos mais acessada em todo o mundo. Atualmente, o site possui mais de um bilhão de usuários (veja aqui). Com tanta audiência, é preciso produzir cada vez mais conteúdos diferenciados, para se destacar nessa rede com milhares de canais disputando visualizações e assinaturas.

Além de elaborar vídeos com boa qualidade de edição e exibir conteúdos que interessem seu público, é necessário ficar atento a um detalhe que faz a diferença na hora de cativar o usuário de internet: as introduções.

Ao criar uma abertura, seu canal ficará muito mais profissional e passará para sua audiência a sensação de que você se dedica ao produzir seus materiais. Além disso, as introduções ajudam a reforçar sua marca, criando mais aproximação com o público e ampliando a autoridade do seu negócio.

Mas, antes de editar uma abertura, é preciso saber as formas certas de desenvolver uma.

5 dicas para desenvolver uma introdução para seu canal no YouTube

Separamos a seguir 5 dicas para te ajudar na criação de uma introdução para seu canal no YouTube. Confira:

1) Analise o propósito do seu canal: antes de elaborar uma vinheta, você precisa avaliar o objetivo dos seus vídeos e a forma como eles são. Por exemplo, se os materiais são mais diretos, sua abertura não deve ser demorada.

2) Fique atento com a duração das introduções: uma abertura longa pode cansar seu público. Elas precisam ser curtas, a não ser que faça algum sentido ter uma vinheta um pouco maior. De qualquer forma, acesse o YouTube Analytics do canal para ver a média de oscilações dos vídeos e, assim, ter uma média do tempo que as aberturas podem ter.

3) Crie uma identidade visual para a abertura: a introdução não precisa ter um design extremamente elaborado, mas é interessante que tenha elementos que combinem com sua marca. Pode ser o nome do seu canal centralizado em uma foto simples.

4) Escolha uma trilha sonora para a abertura: um recurso sonoro ajuda a reforçar sua marca. Você pode escolher uma música fixa para todos os vídeos, o que vai amplificar a aproximação entre você e sua audiência. Há também a opção de optar diferentes áudios em cada vídeo, caso você queira personalizar cada material.

5)
Use programas e sites para desenvolver as introduções: há alguns softwares e até mesmo páginas na internet que ajudam a criar vinhetas. Entre eles, você pode experimentar: iVipID (acesse aqui); IntroMaker (conheça aqui); Sony Vegas (veja aqui), entre outros.

Agora que você conheceu algumas dicas para criar uma introdução de qualidade, é hora de colocar em prática. Seu público vai ficar admirado com o tom mais profissional que seu canal vai adotar.

*Fontes: Hotmart; Edools

*Imagem: divulgação

 

 

 

viralizar conteudo

Veja 5 dicas para viralizar conteúdo na internet

Viralizar conteúdo é o desejo de muitas empresas que querem se destacar na internet. As redes sociais possuem um grande poder de influência na vida de milhares de pessoas. De acordo com o relatório Digital in 2018, divulgado pelos serviços online Hootsuite e We Are Social (confira aqui), as mídias sociais são utilizadas por cerca de 3,2 bilhões de indivíduos, o que equivale a 42% de toda a população mundial.

Portanto, ao publicar algo que viraliza nessas plataformas, o poder de influência é altamente significativo, e chama a atenção de milhares de pessoas para sua empresa. Mas, o que é preciso para que um conteúdo se torne popular na web?

Nosso artigo de hoje vai apresentar 5 dicas para que seu conteúdo faça sucesso nas redes sociais e, assim, seu número de potenciais clientes aumente.

Confira 5 dicas para viralizar conteúdo na internet

Veja abaixo 5 formas para que um conteúdo tenha mais chances de viralizar na internet:

1) Pesquise o que é interessante para seu público-alvo:
para despertar a atenção das pessoas, o conteúdo precisa ser interessante para elas. Faça uma pesquisa e veja o que está atraindo mais seu público-alvo e, com essa base, produza algo.

2) Provoque emoção: as pessoas ficam mais propensas a compartilhar um material na internet quando ele desperta algum sentimento, seja por compaixão ou pelo humor. Procure produzir um conteúdo que sensibilize as pessoas a ponto delas sentirem vontade de mostrá-lo a seus amigos nas redes.

3) Produza algo de utilidade pública: quando o conteúdo possui informações úteis, que podem auxiliar as pessoas de alguma forma, é muito fácil de viralizar. Mas, é preciso que a publicação seja simples, clara e, dependendo do teor da mensagem, didática, para que chame a atenção do público. Se ela for muito extensa ou com excesso de dados, o efeito pode ser reverso.

4) Use storytelling: conteúdos que contam histórias também despertam muito o emocional das pessoas, aumentando as chances de se tornar popular.

5) Compartilhe em diversos canais: divulgue seu conteúdo em diversos locais, seja no YouTube, Facebook, Instagram, Twitter, entre outros. Quanto mais alcance sua publicação tiver, mais popular ficará.

Agora que você aprendeu a viralizar conteúdo, experimentar colocar seu conhecimento em prática. Pesquise, elabore seu material e espalhe pelas redes. Assim, sua empresa será ainda mais reconhecida no mercado.

*Fontes: Inunda Web; Post Digital

*Imagem: divulgação

gifs

Aprenda 4 formas de usar gifs em sua estratégia de marketing digital

Os gifs (Graphic Interchange Format) existem na internet desde 1987. É um formato de imagem que, a partir de sequências simples, gera uma sensação de movimento. Eles ganharam bastante popularidade nos últimos anos, devido às redes sociais. Muitas empresas perceberam também que é possível fazer boas campanhas com eles, sem a necessidade de criar produções mais caras, como vídeos, por exemplo.

Além disso, os gifs costumam atrair muito as pessoas, por sua capacidade de mexer com o emocional do público. Geralmente, tem um tom mais humorístico, o que pode ser um grande fator de engajamento.

Esse formato de imagem pode ser utilizado de diferentes maneiras pelas empresas. Selecionamos 4 dicas de como você pode utilizá-lo, para conseguir mais audiência e conquistar clientes e leads.

Como usar gifs em estratégias de marketing digital

Confira a seguir 4 diferentes maneiras de aplicar os gifs em seus canais de divulgação:

1) Nas redes sociais: podem ser usados como conteúdo, seja para anunciar algum produto e serviço, ou em campanhas publicitárias. É interessante criar o gif com um toque de humor. Assim, você estará se comunicando com seus seguidores na linguagem que eles gostam. Use bastante a criatividade para atrair o público.

2) Em blogs: quando os posts têm conteúdo extenso, é uma boa alternativa intercalar com gifs, para que a leitura fique mais envolvente. Além disso, eles podem ajudar a resumir o assunto de uma maneira mais didática e leve, pois chamam a atenção do leitor e reforçam a mensagem.

3) Chatbots: para atender o público de maneira bem-humorada, muitas empresas estão adotando os gifs em suas respostas, inclusive no Messenger, do Facebook. É uma forma de mostrar ao público que sua marca está atenta às novidades e entende seus anseios.

4) E-commerces:
nesse caso, eles podem ser empregados em posts para avisar sobre promoções, dando destaque às “call to actions” (chamadas para ação). Se, por exemplo, o gif conter a imagem de um cronômetro fazendo contagem regressiva para o término de uma campanha, dará uma sensação de emergência maior ao público.

Usar gifs em sua estratégia de marketing digital é uma forma de chamar a atenção e cativar o público. Experimente aplicar esse formato de imagem em seus canais de divulgação e perceba como o engajamento aumentará.

*Fontes: Mail Relay; Inunda Web

*Imagem: divulgação

conteudo para blog

Veja 5 dicas de criação de conteúdo para blog

Criar conteúdo para blog exige planejamento e pesquisa. Os posts precisam ser direcionados ao público-alvo e devem atender suas dúvidas e problemas. Ao publicar temas importantes para a audiência, a página terá muitos acessos e seu negócio atingirá as expectativas.

No entanto, muitos têm dificuldades ao criar materiais para seus blogs. Onde pesquisar? Como buscar fontes? O que postar? Para te ajudar nesse processo, separamos 5 dicas de como procurar conteúdo relevante.

Confira 5 dicas de como pesquisar conteúdo para blog

Aprenda a montar seu plano editorial de uma vez por todas. Veja abaixo 5 formas de buscar conteúdo:

1) Conheça sua persona: antes de começar a pesquisar, é preciso que você defina sua audiência. Você pode entrevistar seus clientes antigos, assim como criar, no Google Docs (acesse aqui), um questionário que te auxilie a estruturar um público-alvo, e depois divulgá-lo em suas redes sociais.

Ao estabelecer as características da persona, ficará mais fácil filtrar o conteúdo que você vai pesquisar.

2) Veja quais são as tendências: você precisa estar atento às novidades que acontecem relacionadas ao seu negócio, para que consiga aproveitá-las no seu conteúdo. Assim, seu público vai gostar e seguirá seu blog com mais atenção e fidelidade, já que as principais tendências são informadas por você.

Uma das formas de verificar o que está em alta, é acessar o Google Trends (conheça aqui), assim como assinar o Google Alerts (veja aqui), para receber notícias dos assuntos das palavras-chave que você selecionou.

3) Analise sua concorrência e inspirações: outra dica é sempre checar o que seus concorrentes estão postando. Veja como eles publicam, quais assuntos fazem mais sucesso entre os seguidores deles etc. Dessa forma, você pode avaliar como fazer um conteúdo ainda melhor. Vale também acompanhar páginas que são referências para o seu negócio, assim como influencers da área que você atua.

4) Aproveite datas comemorativas: pesquise datas que se relacionam com o nicho do seu blog e faça conteúdo a partir delas. Assim, você monta seu cronograma editorial de todos os meses, se guiando com base nos eventos.

5) Pergunte ao público: saber o que sua audiência gosta de ver e ler é essencial. Os stories, por exemplo, são ótimas opções para lançar questões à sua persona. Faça posts descontraídos, buscando esse tipo de ajuda.

Conteúdo para blog: conclusão

Viu como há diversas maneiras de planejar conteúdo para blog? Ao saber dessas dicas, você estará mais preparado para planejar seus posts e, assim, sua página agradará muito mais a audiência, aumentando sua autoridade no meio em que atua.

*Fontes: Mateada; We.digi

*Imagem: divulgação