Posts

8 passos para quem pensa em montar seu negócio próprio

As estatísticas e números em torno do desemprego no Brasil assustam. O último levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontava mais de 12 milhões de brasileiros sem ocupação em 2016. E, segundo a Organização Internacional do Trabalho (OIT), esse número deve aumentar em mais 1,2 milhão neste ano. Tudo isso ainda reflexo da pior recessão dos últimos tempos.

Por tudo isso, muitos que já estão sem emprego e até mesmo outros que temem pelo futuro profissional começam a pensar em empreender. “Para muitos, é a oportunidade de, enfim, dar asas àquele antigo sonho que, por razões mais diversas, ainda estava engavetado”, explica o consultor e especialista em vendas José Ricardo Noronha.

Paralelamente à existência de alguns obstáculos, como recursos escassos, acesso limitado e caro ao crédito, alta carga tributária e falta de coragem, Noronha cita 8 passos muito importantes para você ter um negócio próprio de sucesso. Veja abaixo:

1) Tenha uma grande causa

De nada adianta ter um grande sonho que seja único e exclusivamente impulsionado pelo desejo de ficar milionário. É preciso ter uma grande causa, um grande propósito e um grande sonho que permitam usar toda a sua inteligência e capacidade em transformar a ideia em um negócio de sucesso.

O mundo, por mais incrível que possa parecer, ainda continua carente de ideias e projetos que sejam, de fato, transformadores. Vale apostar, por exemplo, em projetos de empreendedorismo social, que unem a resolução de problemas que não têm sido resolvidos pelo poder público e que, ao mesmo tempo, possam gerar lucro.

2) Tenha coragem

Para empreender e fazer seu sonho acontecer, é preciso superar os medos, os fantasmas e as barreiras visíveis e invisíveis. Ou seja, é necessário coragem para correr riscos, resistência para enfrentar os grandes percalços ao longo do caminho e resiliência, que é a capacidade de se manter firme diante dos grandes obstáculos, da pressão e do estresse que certamente acontecerão em muitos momentos.

Tem um sonho na gaveta? Desengavete-o e busque apoio de amigos, familiares e ex-colegas de trabalho que possam lhe dar não apenas potencial suporte financeiro, mas, principalmente, dar o tão importante feedback sobre a viabilidade da sua ideia.

3) Use a criatividade

Vivemos hoje em dia o fenômeno da comoditização em um mercado recheado de ofertas de produtos e serviços cada vez mais similares ou exatamente iguais. Portanto, para empreender com sucesso, é fundamental usar a criatividade, pois ela é um dos diferenciais competitivos mais fundamentais para que você tenha um negócio realmente único, atraente e que resolva problemas, necessidades e sonhos dos seus clientes.

Aliás, ser criativo é saber usar bem suas grandes competências, talentos e pontos fortes e conectá-los às necessidades das pessoas e das empresas, incluindo aí, especialmente, as necessidades e desejos que sequer foram por elas identificadas ainda. Foque nas necessidades não consideradas pelo público alvo do seu negócio!

4) Seja competente

De nada adianta ter uma causa sensacional, a coragem de assumir incríveis riscos, a criatividade para fazer se você não tiver a competência para colocar em prática o seu plano de negócios. E é aqui que entra a tão imprescindível educação continuada, que se traduz em um investimento perene em você mesmo e também na equipe que irá compor o seu negócio.

Aprenda a aprender e o mais importante: a colocar em prática rapidamente os seus grandes aprendizados que os cursos, palestras, livros e, principalmente, a vida vão lhe proporcionar.

5) Tenha paixão

Se você não for apaixonado pelo que faz ou pela sua ideia de negócio, pare imediatamente. A proposta parece um tanto quanto extrema, mas é absolutamente verdadeira, especialmente quando se quer inovar.

Busque algo que você seja verdadeiramente apaixonado e verá que o trabalho, por mais desafiador que seja, será feito com muito mais prazer e satisfação. Sem tesão, nada rola!

6) Tenha um propósito

É necessário enxergar e viver de forma plena a nobreza da sua missão, do DNA e dos valores de existência do negócio que pretende montar. Estudos comprovam que empresas que conseguem demonstrar de forma genuína ao mercado e aos seus clientes a razão da sua existência não apenas vendem mais, como têm um poder de atração, retenção e motivação de seus talentos muito maior.

Crie um grande propósito que se transforme em um grande imã de clientes para o seu negócio.

7) Seja perseverante

Todo e qualquer novo empreendimento carece de muito trabalho, muita dedicação e uma enorme capacidade de resiliência. É preciso se manter firme com sua paixão, com o seu propósito e com o seu grande sonho de mudar positivamente o mundo.

Trabalhe duro hoje e sempre com a certeza de que grandes problemas acontecerão e que, a despeito deles, você tem que se manter firme e com absoluta determinação para fazer acontecer o seu grande sonho. Persevere!

8) Invista em pessoas

Todo negócio precisa de gente muito qualificada e motivada. Mesmo em negócios individuais, a capacitação constante e a motivação de se trabalhar com algo que tenha um propósito definido e alto impacto no mundo são elementos absolutamente essenciais.

Portanto, invista nas pessoas que já fazem ou farão parte do seu negócio, treinando-as, motivando-as e dando a elas o senso de pertencer a algo maior, algo que transcenda a pura e tão fundamental busca do lucro e do sucesso.

Coloque no papel esses 8 passos e conecte-os à missão, visão, propósito e valores do seu negócio! Eu tenho certeza que eles terão enorme valia na construção do seu grande sonho!

Sobre José Ricardo Noronha

É vendedor, palestrante, professor, escritor e consultor. Tem como sonho e missão transformar a carreira e a vida de milhares de profissionais e os resultados de vendas de empresas através do compartilhamento de lições, experiências, dicas e da sua própria história de superação pessoal.

Formou-se em Direito pela PUC/SP e tem MBA Executivo Internacional pela FIA/USP. Possui especialização em Marketing, Empreendedorismo, Empreendedorismo Social e Vendas pela Vanderbilt University (Owen Graduate School of Management) e atua como professor dos Programas de MBA da FIA e também do Programa de Educação Continuada do Corretor de Imóveis do CRECI/SP.

Escreveu os livros “Vendedores Vencedores” e “Vendas. Como eu faço?”, que contam com a participação especial de experts como Gustavo Cerbasi, Robert Wong, Eugenio Mussak, Raul e James Hunter, entre outros. É considerado um dos 5 maiores palestrantes e professores de vendas do Brasil.

Site: www.paixaoporvendas.com.br | Blog: www.josericardonoronha.com.br

Atendimento à imprensa:

Almir Rizzatto – RZT Comunicação
almir@rztcomunicacao.com.br
www.rztcomunicacao.com.br
Fones: (11) 5051-8142 | 99628-1733

internet

Faça da internet uma aliada de seu negócio e não uma inimiga de sua imagem

Da mesma forma que a tecnologia e o ritmo acelerado de divulgação das informações geram um avanço na área da comunicação empresarial, a internet pode se transformar em um desafio para as empresas frente ao público e mercado. E o fato de qualquer pessoa com acesso à internet poder ser uma formadora de opinião, traz benefícios, mas também, riscos para a imagem das marcas.

O amplo alcance de pessoas pelas redes sociais, faz com que qualquer mal-entendido ou boato nas redes sociais sobre a sua empresa se espalhe rapidamente e tome proporções drásticas. Por isso, investir em uma boa comunicação empresarial se tornou essencial para qualquer marca que se preze.

E, mesmo que fatores pareçam colocar a comunicação fora de controle, não há motivo para as empresas ficarem tão assustadas. Na medida do possível, a marca pode evitar muitos equívocos, monitorando constantemente os comentários de suas páginas nas redes sociais e atendendo a todas às dúvidas e reclamações. A pior atitude é evitar se posicionar diante deste tipo de postagem dos consumidores, pois eles ficam revoltados, o que pode levá-los a prejudicar a empresa nas mesmas mídias.

Nota-se que a falta de um bom suporte na área digital pode causar uma série de prejuízos, tanto financeiros, quanto de imagem e reputação. E, cada vez mais, é necessário dar uma atenção especial para esta área.

Mas, nem por isso a sua empresa precisa ser refém das mídias digitais. Use a internet a seu favor, com publicações de conteúdos sobre seus produtos que possam até tirar dúvidas de seus consumidores antes mesmo deles perguntarem.

O investimento na comunicação empresarial vem se tornando cada vez mais indispensável para as empresas. E, além de atender a mídia, público interno e externo, como vem atuando há muito tempo, a presença constante nas redes sociais se tornou fundamental. Por isso, é importante a contratação de uma equipe qualificada e exclusiva para cuidar particularmente desta área.

Devido ao alcance incalculável de pessoas, a internet já se tornou uma grande dor de cabeça para muitas empresas. Entretanto, isso não precisa ser uma regra. Com a devida atenção com o que se deixa divulgar nas mídias sociais, elas podem se tornar grandes aliadas de seu negócio, melhorando sua imagem e aumentando o número de clientes.

Com informações do site Sambatech

Portrait of beautiful office worker

4 dicas para criar seu blog e interagir com o público

Partindo da pesquisa “We Are Social”, que apontou que o Brasil ocupa a primeira posição no ranking de internautas que mais passam tempo online, podemos concluir que apostar seu negócio em plataformas digitais é o caminho certo para o sucesso.

Estar presente nas redes sociais se tornou quase que uma obrigação para os empreendedores. Mas, além destas mídias, existe outra plataforma muito interessante para interagir com seu público: o blog.

Criar um blog vale tanto para os negócios já estabelecidos, quanto para os recentes no mercado. Além de ser um ótimo meio de interação com os consumidores, também pode é uma forma divertida de ganhar dinheiro.

E se você ainda não sabe por onde começar, listamos aqui 4 dicas para criar seu blog:

1- Escolha a plataforma ideal

Existem diversos sites para hospedar diferentes formas de conteúdo. A escolha vai do tipo de postagem que se pretende fazer. Se a intenção é trabalhar com textos, por exemplo, WordPress e Blogger são duas boas plataformas. O Pinterest é uma excelente página para fotografia. E o Youtube é o site mais fácil e popular para divulgar vídeos.

2- Escolha um tema

Para direcionar a audiência e ganhar seguidores, é importante que o blog siga um tema específico. Por meio de seus artigos, reflita suas ideias e exponha opiniões seguindo uma linha para não dispersar dos principais assuntos. Se o blog tiver vários colaboradores com temas diferentes, certifique-se de que os assuntos têm uma ligação entre si.

3- Relacione-se com seus seguidores

Mantenha-se sempre conectado com seus seguidores para que estejam próximos e interagindo com seu trabalho. Comunique-se por meio das redes sociais e responda aos comentários no blog. Um espaço no blog para que possam entrar em contato é uma boa ideia para ouvir as opiniões e dar voz ao público.

4- Faça conexões

Parcerias com outros blogs podem ajudar o seu a se manter bem posicionado no ranking de pesquisa do Google, fazendo com que lhe dê credibilidade. Em seu conteúdo, coloque referência de outros portais ou blogs para indicar para seus seguidores. Assim, cria-se uma relação com outros blogueiros e o seu também poderá ser citado em outras postagens.

Com informações do site Universia

Speak

Utilizando a comunicação na gestão das pessoas e do negócio

No mundo corporativo, a atuação de qualquer empresa deve ser pautada pelo trio de palavras comunicação, pessoas e negócio. Para conseguir utilizar a comunicação na gestão do negócio e dos colaboradores, uma das principais ferramentas hoje em dia é a comunicação interna.

Além de mobilizar as pessoas em torno dos grandes desafios das organizações, o endomarketing – marketing institucional interno – promove melhores práticas de comunicação dentro da empresa e estimula a integração em torno das grandes mudanças.

Na era da tecnologia, as informações são compartilhadas em uma velocidade cada vez mais rápida. A influência e o poder de escolha do consumidor cresceram muito nas últimas décadas, assim como a preocupação das empresas nas áreas da sustentabilidade e da responsabilidade social. A qualidade do produto ou do serviço não é suficiente para a escolha final do cliente.

Assim, os novos objetivos e estratégias determinados pelo mercado no século XXI podem e devem ser compartilhados tanto na comunicação externa como na interna.

Para obter o engajamento e compromisso de seus colaboradores, a empresa deve ter em mente que são os funcionários que detêm o conhecimento para contribuir para o sucesso do negócio. E a comunicação é a ferramenta ideal para realizar a divisão das informações entre todos aqueles que integram a organização, motivando inspiração, confiança, compromisso e a criação de equipes vencedoras.

(Com informações de O Jornal Econômico)