Posts

inbound-marketing

7 ações para uma boa estratégia de Inbound Marketing

Uma boa estratégia de Inbound Marketing reúne diversas ações realizadas pelas empresas e são voltadas para cada etapa do Funil de Vendas, onde se encontram seus leads.

Seu objetivo principal é fazer com que eles concretizem a compra dos produtos da marca, mas, quando as ações são bem qualificadas, também posicionam a empresa como referência na área em que atua.

Para conseguir uma boa estratégia de Inbound Marketing, algumas ações são fundamentais. Confira 7 delas:

1- Conteúdo relevante e postado frequentemente

Um conteúdo relevante é aquele que responde às dúvidas e mostra novidades que os consumidores buscam no mercado. Um bom material só será construído quando se tem conhecimento sobre os interesses do público-alvo.

Outro ponto é que, seus conteúdos só chamarão atenção dos visitantes quando eles percebem que seus materiais são postados frequentemente. Um blog que possui um intervalo muito grande entre as postagens passa a impressão de abandonado e não dá à marca a relevância que ela busca.

2- Ofertas para capturar leads              

Mais do que saber apenas o número de visitantes do seu site, o Inbound Marketing usa ações para ter informações das pessoas.

Nesse caso, é preciso usar algum tipo de “isca”, um material interessante que o visitante pode baixar e, em troca, ele deixa informações, como nome e email. E, assim, você cria a sua própria base de contato.

3- Nutrição de leads

Cada lead tem um interesse diferente quando navega em seu site. Alguns chegam apenas para conhecer os produtos, outros para comparar preços, mas nem todos estão determinados a realizar uma compra.

A nutrição de leads é uma ação que consiste em enviar informações e novidades, por meio de email marketing, para a sua base de contatos. O objetivo é instigá-los a finalizar uma compra no site. Entretanto, os tipos de conteúdo mudam de acordo com a etapa que o lead se encontra no Funil de Vendas.

4- Ter um site responsivo

Site responsivo é aquele que se adapta às diferentes telas, tanto para desktops, quanto para smartphones e tablets. E, pelo grande número de acessos por dispositivos móveis, é preciso estar preparado e ter suporte para que o visitante consiga navegar e até mesmo realizar uma compra por qualquer tipo de aparelho.

5- Estar presente nas redes sociais

As redes sociais são ferramentas indispensáveis para um bom trabalho de Inbound Marketing. Por meio delas é possível postar os conteúdos do site e blog da empresa, a fim de alcançar mais visualizações e interações dos seguidores, como curtidas, comentários e compartilhamentos.

6- Parceria com influenciadores digitais

Manter relacionamento com os influenciadores digitais é uma forma de continuar disseminando o seu conteúdo, principal objetivo do Inbound Marketing.

Por possuir um grande número de seguidores, os influenciadores digitais farão sua marca chegar ao conhecimento de mais pessoas e também ganhar mais credibilidade.

7 -Analisar os resultados

A análise dos resultados de Inbound Marketing é mais precisa do que do Marketing comum. Uma das métricas mais usadas é o ROI (Retorno Sobre Investimento), que pode medir um resultado geral ou por cada campanha.

A taxa de conversão também traz resultados bem concretos. Aqui, analisamos o número de visitantes que se converteram em leads e, quantos destes leads se tornaram clientes de fato.

Com informações do blog Inspire

aumentar-vendas

5 estratégias para aumentar suas vendas

Já falamos diversas vezes aqui no blog o quanto um site é importante para a empresa. Depois do endereço ser registrado na internet, o próximo passo é manter o conteúdo sempre atualizado, com informações sobre os trabalhos desenvolvidos, as novidades do mercado e o que a marca tem a oferecer para o consumidor.

Além de usar esta estratégia para tornar-se referência na área em que atua, o website pode se ser um grande aliado para aumentar suas vendas, já que antes de ir à loja física, muitos consumidores procuram na internet o que desejam comprar.

Aqui citamos algumas estratégias para usar em seu site e aumentar as vendas do seu negócio:

1- Use o site para atrair tráfego

A produção de conteúdo é a melhor estratégia para atrair pessoas para o seu site. Crie materiais a respeito do seu negócio, das novidades do mercado e artigos que esclareçam dúvidas de seus clientes.

E para que as pessoas conheçam a sua página, trabalhe em algumas formas de promoção, como email marketing, mídias sociais, SEO e compra de mídia.

2- SEO

Outro assunto já bastante falado aqui no blog da RZT, as estratégias de SEO otimizam seu site para que a empresa seja encontrada logo nos primeiros resultados dos buscadores. Para que isso aconteça, crie o melhor conteúdo, com as palavras-chave fazendo sentido no contexto e incluídas em posições estratégicas, como no título, legendas, imagens, etc.

3 – Compra de mídia

O SEO é uma forma gratuita de se manter nas primeiras páginas dos buscadores. Entretanto, se você estiver disposto a investir, é possível comprar espaços para anunciar no Google AdWords e Facebook Ads, campanhas de marketing offline e online, entre outras. Apesar do custo, esta estratégia pode aumentar significativamente o acesso ao seu site e, consequentemente, suas vendas.

4- Conversão

Você deve criar situações que chamem a atenção das pessoas que acessam o seu site e estimulem a conversão. Estas ações são chamadas “call-to-action”, que geralmente são botões atrativos que chamam as pessoas para clicarem ali em troca de alguma informação.

O modelo mais famoso ultimamente é a Lading Page. Você oferece algo, como um eBook ou artigo de interesse do usuário e, em troca, ele preenche um pequeno formulário, onde você captura o nome, email, profissão e outro dado que lhe seja útil. Assim, você faz a conversão de leads e conquista mais um email para a sua lista.

5- Mantenha um site profissional e seguro

Inclua em seu site todas as informações a respeito do seu negócio: contato (email e telefone), endereço, “sobre” a empresa, trabalhos já desenvolvidos, produtos com os quais trabalha, etc. Seja o mais transparente possível para passar credibilidade por meio de seu site ao cliente

Após estas dicas, a principal conclusão é a de que você deve inovar sempre no conteúdo do seu site. Invista nas ferramentas que facilitam o trabalho da sua equipe e fique atento às novidades do mercado. Use a internet a seu favor, desbanque a concorrência e aumente o número de suas vendas.

Com informações do blog Resultados Digitais

instagram-vendas

10 dicas para um empreendimento de sucesso no Instagram

Uma pesquisa feita nos Estados Unidos revelou que 84% dos usuários de smartphones pesquisam e compram produtos por aplicativos ou pela web. Este pode ser um dos fatores que levou o Instagram a anunciar recentemente que pretende lançar uma nova tela para vendas. Esta plataforma deve tornar as vendas pela internet um campo ainda mais promissor.

De acordo com a especialista em Marketing Digital Ana Tex, o índice de engajamento no Instagram é quase 6 vezes maior que no Facebook, o que faz da rede um grande potencial para empreendimento online.

Esta função de vendas deve fazer com que o Instagram cresça ainda mais. Entretanto, não basta apenas criar uma página e anunciar produtos. É preciso adotar estratégias para conquistar clientes nesta rede social.

Listamos 10 dicas para ajudar seu empreendimento a ter sucesso no Instagram:

1- Deixe o perfil público

Muitas marcas fazem perfis privados e isso pode desagradar o potencial cliente, pois ele não poderá ver seu conteúdo sem se comprometer a segui-lo. Para alavancar o negócio, um perfil aberto é fundamental.

2- Eduque e entretenha o público

O Instagram exige conteúdo relevante, que entretenha e inspire os usuários para que se interessem em seguir sua conta. Descubra o gosto de seu público e faça postagens baseadas em seu interesse.

Um erro que muitas empresas cometem é fazer venda em todos os posts. O Instagram também é uma ferramenta para comunicação e deve compartilhar outros tipos de conteúdo além dos comerciais. Por isso, reserve uns 20% das publicações para assuntos diversificados.

3- Crie vídeos sobre seus produtos e serviços

Vídeos que mostram seus produtos e serviços podem contribuir para aproximar o consumidor de sua loja. Aproveite estes posts para tirar as dúvidas de seus clientes. Mostre detalhes do seu negócio e explique os benefícios que ele traz.

4- Use hastags

O Instagram é a rede social em que as hashtags são mais eficientes. Escolha aquelas que sejam mais buscadas pelo seu público, variando palavras com e sem acento. Se usar muitas hashtags em um post, coloque-as nos comentários para não poluir a legenda.

5- Seja visto

Poste todos os dias. Faça experiências, com três posts por dia e verifique o resultado. Se não tiver tempo para publicar conteúdo tantas vezes ao dia, existem ferramentas que fazem o agendamento e facilitam seu trabalho.

6- Dê dicas aos seus seguidores

Fale sobre as tendências relacionadas ao seu negócio. Faça pesquisas para dar dicas aos seus seguidores e, dessa forma, você passa a ser não somente um vendedor, mas autoridade em seu segmento.

7-  Crie competições

Faça competições para ter engajamento do seu público alvo na rede social.

8- Faça chamadas para ações

Seus posts no Instagram devem ser estratégicos e ter uma “Call-to-Action” (Chamada para ação). Em uma ação, por exemplo, mostre aos seus seguidores o que eles devem fazer para participar e ter acesso a algum conteúdo gratuito ou informações importantes sobre o seu negócio. É interessante você conseguir o email e fazer um relacionamento com este possível cliente.

9- Divulgue seu Instagram de forma online e offline

Espalhe por aí que o seu negócio tem um perfil no Instagram com conteúdos relevantes. Faça isso em suas outras redes sociais e também de forma offline.

10- Descubra parceiros estratégicos e formadores de opinião

Pesquise parceiros e formadores de opinião que podem ajudar na divulgação do negócio no seu segmento. Também fique atento ao que eles estão fazendo nas redes sociais. Isso pode servir de inspiração.

Com informações do site NewTrade

Artigo: Marketing de conteúdo e redes sociais revolucionam mundo das vendas

*Por José Ricardo Noronha

Levantamentos de instituições renomadas, que se dedicam ao estudo das realidades e tendências no fascinante mundo das vendas complexas, vêm trazendo dados cada vez mais substanciais sobre o crescimento de uma nova revolução. Trata-se da chamada “venda social”.

De forma bastante resumida, a “venda social” está umbilicalmente relacionada ao perfil do “novo cliente” no mundo das vendas de alta complexidade. Um cliente muito mais informado, exigente e reticente. E, algumas vezes, até arisco aos vendedores das antigas, que ainda não se deram conta de que hoje todos nós, vendedores, dispomos de inúmeros novos meios sociais para estabelecer conexões mais inteligentes com nossos clientes e prospects.

Venda social está, portanto, ligada à crucial tarefa de bem utilizarmos as redes sociais para construir diálogos mais próximos, customizados e efetivamente ligados às necessidades e desafios que nossos clientes têm enfrentado.

E está relacionada também à cada vez mais fundamental tarefa de fazer o bom uso dos meios sociais para pesquisar mais sobre nossos clientes, para criar novos canais de prospecção, utilizando, por exemplo, o LinkedIn com maior eficácia. Sem falar no compartilhamento de conteúdos que, de fato, sejam relevantes e atraentes para os públicos que são atendidos por nossas organizações.

Dentro deste conceito, podemos destacar o crescimento acelerado das estratégias de marketing de conteúdo. Empresas de diversos portes e indústrias têm dedicado esforços e investimentos cada vez mais substanciais na produção de bons conteúdos que sejam altamente orientados e focados nos problemas, desafios e oportunidades que são enfrentados pelos seus clientes e prospects.

Peço também sua especial atenção a outros dados importantes:

• Segundo a plataforma Influitive, 84% dos compradores no mundo das vendas consultivas (B2B) têm iniciado seus processos de compra a partir de recomendações;

• De acordo com o LinkedIn, 3 entre 4 compradores no mundo das vendas complexas confiam nas mídias sociais para se engajar com pares e amigos sobre suas decisões de compra;

• A consultoria Forrester estima que 1 milhão de profissionais de vendas consultivas deverão perder seus empregos até 2020 em virtude de clientes que irão privilegiar o processo de compra via e-commerce;

• No mundo das vendas inteligentes e da “venda social”, fazer bom uso de ferramentas como o LinkedIn para pesquisar mais sobre os prospects, de ferramentas de CRM para um melhor e mais disciplinado controle de todas as interações com nossos clientes e também de ferramentas de automação de marketing nunca foi tão essencial quanto agora.

Diante de tantos dados consistentes e até alarmantes, ofereço uma “dica de ouro” para você, que é líder ou profissional de vendas consultivas: inclua as habilidades e competências de mídias sociais e da chamada “venda social” ao ferramental de treinamento e capacitação dos seus colaboradores. O processo de vendas no mundo das vendas consultivas passará cada vez mais pela Internet e pelo emergente poder das recomendações.

Quem não dedicar muita atenção a estes pontos pode ficar para trás! Ou melhor: já está ficando!

* José Ricardo Noronha é vendedor, palestrante, professor, escritor e consultor. Formou-se em Direito pela PUC/SP e tem MBA Executivo Internacional pela FIA/USP. Possui especialização em Marketing, Empreendedorismo, Empreendedorismo Social e Vendas pela Owen Graduate School of Management e é Professor dos MBAs da FIA. É autor dos livros “Vendedores Vencedores” e “Vendas. Como eu faço?”. www.paixaoporvendas.com.br

Sobre José Ricardo Noronha

É vendedor, palestrante, professor, escritor e consultor. Tem como sonho e missão transformar a carreira e a vida de milhares de profissionais e os resultados de vendas de empresas através do compartilhamento de lições, experiências, dicas e da sua própria história de superação pessoal.

Formou-se em Direito pela PUC/SP e tem MBA Executivo Internacional pela FIA/USP. Possui especialização em Marketing, Empreendedorismo, Empreendedorismo Social e Vendas pela Vanderbilt University (Owen Graduate School of Management) e atua como professor dos Programas de MBA da FIA e também do Programa de Educação Continuada do Corretor de Imóveis do CRECI/SP.

Escreveu os livros “Vendedores Vencedores” e “Vendas. Como eu faço?”, que contam com a participação especial de experts como Gustavo Cerbasi, Robert Wong, Eugenio Mussak, Raul e James Hunter, entre outros. É considerado um dos 5 maiores palestrantes e professores de vendas do Brasil.

Site: www.paixaoporvendas.com.br | Blog: www.josericardonoronha.com.br

Atendimento à imprensa:

Almir Rizzatto – RZT Comunicação
almir@rztcomunicacao.com.br
www.rztcomunicacao.com.br
Fones: (11) 5051-8142 | 99628-1733

8-dicas-para-promover-suas-vendas-nas-plataformas-digitais

8 dicas para promover suas vendas nas plataformas digitais

A internet já se tornou indispensável no cotidiano das pessoas, mas muitos empreendedores insistem em ignorar o fato das ferramentas digitais atingirem um público amplo e qualificado.

Muitos justificam esta resistência pela complexidade das plataformas digitais ou porquê os resultados não serão os esperados. Entretanto, as ferramentas estão se tornando menos complicadas e oferecem diversos modelos de monitoramento, até mesmo sobre o público atingido, que pode se tornar cliente do negócio.

Caso você seja ou conheça um destes empreendedores resistentes à tecnologia, veja algumas considerações para divulgar produtos e serviços pela internet:

1- Orçamento e planejamento

Antes de investir nas plataformas digitais, faça um planejamento de quantas pessoas deseja atingir no primeiro momento e qual o orçamento necessário para isso. Entretanto, não busque um número de clientes maior do que possa atender.

2- Aumente a visibilidade de seu negócio

Se o investimento em marketing digital estiver muito fora do seu alcance no momento, procure alternativas gratuitas que possam ajudar no crescimento do seu negócio. Páginas em redes sociais como Facebook, Instagram e Twitter permitem divulgações de informações como seus produtos e serviços, contatos, endereço, etc. Criar um site próprio também pode ajudar muito na visibilidade da sua empresa.

3- As ferramentas para anúncio não são tão complicadas

Ao contrário do que muitos pensam, anunciar na internet não é um bicho de sete cabeças. Google, Twitter, Facebook e Instagram, por exemplo, disponibilizam tutoriais gratuitos que ensinam a mexer nas ferramentas.

4- Tenha um objetivo

Os resultados de uma campanha podem ser mensurados pelo número de visitas no site da empresa, nos cadastros, download de arquivos e aplicativos, seguidores das páginas nas redes sociais, etc. Mas, para saber se realmente está funcionando, você deve colocar uma meta. Por exemplo, aumentar em 10% os visitantes do site em um mês. Assim, será mais fácil saber se a sua estratégia está funcionando ou não.

5- Tenha paciência

Muitas pessoas esperam crescer nas plataformas do dia para a noite, mas é preciso ter paciência. Os resultados podem levar um tempo para aparecer e isto não é motivo para desânimo. Mesmo que ainda não tenha atingido o número de pessoas desejado, continue as postagens. Desta forma, quando a página estiver com uma boa visibilidade e curtidas, seus conteúdos estarão lá e você mostrará que sempre tem material novo para oferecer.

6- Monitoramento

As campanhas não vão se manter sozinhas. É fundamental para a continuidade da página que haja um monitoramente para cada publicação. E, então, você verá se o conteúdo alcançou o engajamento esperado e quais tipos de postagens chamam atenção dos usuários ou não.

7- Teste diferentes tipos de campanha

Fazer várias campanhas diferentes varia o conteúdo e mostra quais assuntos mais repercutem nas mídias sociais. No Google, por exemplo, é possível testar variações de um mesmo anúncio para saber qual se sairá melhor. Descubra quais são os canais mais adequados, se funciona tanto para desktop quanto para dispositivos móveis, palavras-chave, etc.

8- Segmente seu público

Não desperdice dinheiro com campanhas para alcançar pessoas que não tenham interesse em suas vendas. Por isso, faça uma segmentação do perfil de cada um para atingir somente potenciais consumidores. Alguns anúncios são muito caros e não podem ser desperdiçados.

Existem muitos outros benefícios em colocar seu negócio nas plataformas digitais, mas estes itens já deixaram muito claro como a internet pode impulsionar as suas vendas. Ficar de fora abre chance para a concorrência, por isso, procure já as melhores opções para divulgar sua empresa.

Com informações do portal Pequenas Empresas Grandes Negócios

internet

Faça da internet uma aliada de seu negócio e não uma inimiga de sua imagem

Da mesma forma que a tecnologia e o ritmo acelerado de divulgação das informações geram um avanço na área da comunicação empresarial, a internet pode se transformar em um desafio para as empresas frente ao público e mercado. E o fato de qualquer pessoa com acesso à internet poder ser uma formadora de opinião, traz benefícios, mas também, riscos para a imagem das marcas.

O amplo alcance de pessoas pelas redes sociais, faz com que qualquer mal-entendido ou boato nas redes sociais sobre a sua empresa se espalhe rapidamente e tome proporções drásticas. Por isso, investir em uma boa comunicação empresarial se tornou essencial para qualquer marca que se preze.

E, mesmo que fatores pareçam colocar a comunicação fora de controle, não há motivo para as empresas ficarem tão assustadas. Na medida do possível, a marca pode evitar muitos equívocos, monitorando constantemente os comentários de suas páginas nas redes sociais e atendendo a todas às dúvidas e reclamações. A pior atitude é evitar se posicionar diante deste tipo de postagem dos consumidores, pois eles ficam revoltados, o que pode levá-los a prejudicar a empresa nas mesmas mídias.

Nota-se que a falta de um bom suporte na área digital pode causar uma série de prejuízos, tanto financeiros, quanto de imagem e reputação. E, cada vez mais, é necessário dar uma atenção especial para esta área.

Mas, nem por isso a sua empresa precisa ser refém das mídias digitais. Use a internet a seu favor, com publicações de conteúdos sobre seus produtos que possam até tirar dúvidas de seus consumidores antes mesmo deles perguntarem.

O investimento na comunicação empresarial vem se tornando cada vez mais indispensável para as empresas. E, além de atender a mídia, público interno e externo, como vem atuando há muito tempo, a presença constante nas redes sociais se tornou fundamental. Por isso, é importante a contratação de uma equipe qualificada e exclusiva para cuidar particularmente desta área.

Devido ao alcance incalculável de pessoas, a internet já se tornou uma grande dor de cabeça para muitas empresas. Entretanto, isso não precisa ser uma regra. Com a devida atenção com o que se deixa divulgar nas mídias sociais, elas podem se tornar grandes aliadas de seu negócio, melhorando sua imagem e aumentando o número de clientes.

Com informações do site Sambatech

Artigo: 5 condutas assertivas do vendedor contemporâneo

*Por Erik Penna

 “Se você não cuidar do seu cliente, o seu concorrente irá.” (Bob Hooey)

O Dia do Vendedor é celebrado no Brasil em 1º de outubro. Por sinal, a profissão de vendas é uma das mais antigas da humanidade e acredite, ainda há vendedores que agem como se estivessem na antiguidade.

Trabalhei com centenas de vendedores, ensinei e aprendi muito com eles, e afirmo que qualquer pessoa que tenha força de vontade, coragem, persistência e algumas técnicas pode se dar bem no mundo das vendas. Certa vez, atuei com um vendedor espetacular, ele até ganhou prêmio de melhor vendedor na empresa. Me lembro que, na entrevista de admissão, ele disse que sua única experiência profissional era como motorista na marinha.

Reparei que os vendedores que se destacam pela alta performance possuem alguns pontos em comum e que normalmente precisam:

1- Gostar, gostar e gostar de pessoas –  É imprescindível gostar de gente, de ajudar e inspirar as pessoas, de se relacionar levando soluções e ideias que melhorem a vida dos clientes. É preciso gostar do produto que vende e conhecer bem o que vai oferecer, afinal, ninguém ama aquilo que não conhece.

2- Perguntar, perguntar e perguntar – Saber perguntar para entender e só depois atender a real necessidade do cliente é a forma mais efetiva de proceder.

Alguns vendedores não se sentem à vontade para fazer perguntas e alegam que os clientes não apreciam esta prática. De fato, algumas pessoas não gostam de ser questionadas, mas duas dicas podem resolver isso: a) pergunte em tom de bate-papo e não de interrogatório; b) justifique as perguntas, ou seja, avise o cliente que fará algumas questões para conseguir entender melhor a necessidade dele e, de acordo com as respostas, você poderá buscar a melhor opção e condição monetária. Pronto! Sabendo disso, muitos clientes sentirão que serão beneficiados e responderão bem mais motivados.

3- Escutar, escutar e escutar – Escutar mais e falar menos. Com o passar do tempo, o profissional de vendas que atua com excelência evoluiu e aprendeu que não adiantar mais falar, falar, falar e vencer o cliente pelo cansaço ou com alguma mentira. Ele precisa dizer a verdade e escutar para descobrir a melhor sugestão para apresentar.

O mercado no passado valorizava o vendedor que falava bastante, mas hoje isso mudou. Diversas empresas preferem o vendedor introvertido, aquele que fala menos, mas escuta atentamente e responde de forma assertiva. O falastrão que engana os clientes para vender a qualquer custo está fadado ao fracasso, pois o peixe morre pela boca.

4- Treinar, treinar e treinar – treinar continuamente. Antigamente, um vendedor fazia meia dúzia de cursos e, com algum tempo de trabalho, já se apresentava como um expert das vendas.

Segundo a ABTD (Associação Brasileira de Treinamento e Desenvolvimento) as organizações brasileiras vêm investindo cada vez mais na qualificação dos colaboradores, mas para se ter uma ideia do quanto precisa melhorar, o estudo ainda revela que o Brasil treina por ano 16,6 horas/colaborador, enquanto os Estados Unidos treina 31,5 horas/colaborador, quase o dobro.

O treinamento já é o terceiro fator mais valorizado na hora de reter talentos nas organizações, é o que revela pesquisa da Panorama RH 2016, da Mercer.

Hoje, quando realizo palestras motivacionais e treinamentos de vendas em diversas empresas e entidades por todo o Brasil, percebo que o nível de interesse por parte do funcionário com a capacitação aumentou consideravelmente, afinal, quem acha que sabe tudo na verdade não sabe nada.

5- Superar, superar e superar – superar as metas, pois elas existem para serem ultrapassadas. Walt Disney disse certa vez: “A diferença entre ganhar e perder é muitas vezes…não desistir”. Mas você já reparou como as pessoas desistem facilmente das metas quando elas começam a ficar difíceis? Meta fácil qualquer um bate, mas para metas difíceis chame um campeão, pois ele é incansável, corajoso, persistente e só sossega quando atinge seu objetivo. O ser humano tende a ficar na zona de conforto, mas os grandes vitoriosos fogem desta cilada mortal e buscam sempre novos desafios.

Quer distinguir um vencedor de um perdedor? É fácil, pergunte o motivo do seu insucesso. Os medíocres fogem da responsabilidade e atrelam seu insucesso a algum fator externo, já os verdadeiros campeões olham para dentro de si e buscam internamente uma forma de aprimorar e vencer. E, assim, encaram suas dificuldades com persistência e resiliência, superam suas adversidades com disciplina e foco, conquistam suas metas e, não por acaso, chegam merecidamente ao topo.

Parabéns vendedor!

* Erik Penna é palestrante motivacional, especialista em vendas com qualificação internacional, consultor e autor dos livros “A Divertida Arte de Vender”, “Motivação Nota 10” e “21 soluções para potencializar seu negócio”. Saiba mais sobre motivação e vendas em: www.erikpenna.com.br

Sobre o palestrante motivacional Erik Penna

É palestrante motivacional, especialista em vendas com qualificação internacional e consultor. Possui MBA em Gestão de Pessoas pela Fundação Getúlio Vargas, pós-graduação em Administração e Marketing pela Universidade Paulista e graduação em Economia pela Universidade de Taubaté.

Aborda nas palestras ensinamentos baseados nas experiências vivenciadas por ele durante a sua carreira como executivo de vendas, professor, escritor, motivador de equipes e gestor corporativo. É autor dos livros “A Divertida Arte de Vender”, “Motivação Nota 10”, “21 soluções para potencializar seu negócio” e coautor dos livros “Gigantes das Vendas” e “Gigantes da Motivação”.

Site: www.erikpenna.com.br

Atendimento à imprensa

Patrícia Arantes  RZT Comunicação
www.rztcomunicacao.com.br
patricia@rztcomunicacao.com.br
Fones: (11) 5051-8142 / 99873-6008

 

Universidade das Vendas chega ao mercado com mais de 70 horas de capacitação online

Além das videoaulas, há materiais extras de apoio, como textos em PDF, e-books, vídeos com palestras, dicas de leitura e outros. Durante cada curso também são realizadas avaliações, para que o aluno teste imediatamente o aprendizado.

“A ideia de criar a Universidade das Vendas surgiu da falta de uma ferramenta deste porte no mercado corporativo brasileiro. A capacitação dos profissionais de vendas se faz cada vez mais necessária neste mundo tão competitivo e a plataforma atenderá essa demanda das empresas de forma escalável e econômica”, afirma o idealizador José Ricardo Noronha.

Ao adquirir o acesso anual, o aluno pode acessar todo o conteúdo 24 horas por dia e assistir às videoaulas quantas vezes desejar. Há também um fórum para interação entre os participantes, além de uma Central de Atendimento para tirar dúvidas.

“Novos conteúdos serão sempre acrescentados, transformando a Universidade das Vendas em um projeto realmente grandioso e que satisfaça e supere as necessidades não só dos vendedores, mas de líderes, gerentes e dos departamentos de Recursos Humanos de organizações dos mais diversos portes e das mais variadas indústrias.”

Entre os cursos já disponíveis estão Técnicas de vendas, Liderança em Vendas, Atendimento e Encantamento de Clientes e Negociação.

Serviço:

Site: www.universidadedasvendas.com.br
Investimento: R$ 1.500 para acesso a todos os cursos, durante 1 ano.
Contato: vendas@universidadedasvendas.com.br

Sobre José Ricardo Noronha

É vendedor, palestrante, professor, escritor e consultor. Tem como sonho e missão transformar a carreira e a vida de milhares de profissionais e os resultados de vendas de empresas através do compartilhamento de lições, experiências, dicas e da sua própria história de superação pessoal.

Formou-se em Direito pela PUC/SP e tem MBA Executivo Internacional pela FIA/USP. Possui especialização em Marketing, Empreendedorismo, Empreendedorismo Social e Vendas pela Vanderbilt University (Owen Graduate School of Management) e atua como professor dos Programas de MBA da FIA e também do Programa de Educação Continuada do Corretor de Imóveis do CRECI/SP.

Escreveu os livros “Vendedores Vencedores” e “Vendas. Como eu faço?”, que contam com a participação especial de experts como Gustavo Cerbasi, Robert Wong, Eugenio Mussak, Raul e James Hunter, entre outros. É considerado um dos 5 maiores palestrantes e professores de vendas do Brasil.

Site: www.paixaoporvendas.com.br | Blog: www.josericardonoronha.com.br

Atendimento à imprensa:

Almir Rizzatto – RZT Comunicação
almir@rztcomunicacao.com.br
www.rztcomunicacao.com.br
Fones: (11) 5051-8142 | 99628-1733

Artigo: Excelentes vendedores atuam como médicos

*Por Erik Penna

Ao longo desses anos, tenho observado que, se uma pessoa deseja atingir a excelência em vendas, é fundamental atuar como um ótimo médico. Tive o prazer de assistir a aula do Dr. Smith – professor PhD. – durante uma formação internacional sobre liderança que fiz na Universidade de Tampa – EUA, e obtive este importante aprendizado. Vou explicar melhor essa interessante analogia e, com certeza, isso poderá otimizar sua performance na hora de atender seus clientes.

Pare para pensar a última vez que você precisou de uma consulta com seu médico de confiança. Por acaso, ao adentrar o consultório, o médico começou a lhe sugerir algumas promoções de remédios ou indicar novos medicamentos que ele havia recebido? Evidentemente que não, pois seria algo incorreto e anormal. Mas acredite: tem vendedor que age assim e considera correto e normal! Lembra-se do dia em que você entrou numa loja e o vendedor disparou a falar, oferecer produtos, sem nem mesmo saber o que você precisava? Se o médico for um bom profissional, primeiramente ele perguntará o motivo da visita e, através de uma adequada sondagem, investigará até descobrir o problema para só depois receitar, não é mesmo?

Parece óbvio, mas inúmeros profissionais de atendimento ao cliente e vendedores se esquecem de ouvir atentamente e, equivocadamente, ao ver o cliente se aproximar, já acionam a metralhadora de argumentos para convencê-lo a levar um produto que, muitas vezes, não tem absolutamente nada a ver com sua necessidade.

Imagine um médico lhe receitar um remédio para micose se você está com dor de cabeça? Adianta tal medicamento funcionar perfeitamente e ser até muito barato? Não, ele foi indicado indevidamente!

Então, não queira vender um produto ou serviço sem antes escutar seu cliente, entender seus desejos. É conversando e se interessando por ele que você investigará adequadamente seu problema. Após descobrir a real necessidade do cliente, aí sim será hora de brilhar. Apresente a receita adequada, recomende a melhor solução, arrase, dê o seu show!

Além da escuta ativa, assim como um grande vendedor, um médico se torna raro quando atende com pontualidade, faz o pós-venda e conquista o “Uau!”. Sim, é difícil encontrar um médico com esses 3 atributos, mas existe. Eu conheço um pediatra que atendeu minha filha. No pós-venda, ele me surpreendeu profundamente um dia após a consulta dela. Pouco depois do almoço o telefone tocou e era ele perguntando se a princesa já estava melhor. Eu achei que era um trote, afinal, um médico ligar no dia seguinte para saber do paciente é mesmo algo extremamente difícil. Uau! Sim, foi isso que eu e minha esposa falamos ao término da ligação. Hoje, não somos apenas pacientes ou clientes, mas somos fãs deste médico.

E você, atuando como vendedor, já conquistou quantos fãs? Reflita sobre isso e não perca mais tempo. Faça a diferença e colha os resultados positivos do excelente trabalho que oferecer!

* Erik Penna é palestrante motivacional, especialista em vendas com qualificação internacional, consultor e autor dos livros “A Divertida Arte de Vender”, “Motivação Nota 10” e “21 soluções para potencializar seu negócio”. Site: www.erikpenna.com.br

Sobre Erik Penna

É palestrante motivacional, especialista em vendas com qualificação internacional e consultor. Possui MBA em Gestão de Pessoas pela Fundação Getúlio Vargas, pós-graduação em Administração e Marketing pela Universidade Paulista e graduação em Economia pela Universidade de Taubaté.

Aborda nas palestras ensinamentos baseados nas experiências vivenciadas por ele durante a sua carreira como executivo de vendas, professor, escritor, motivador de equipes e gestor corporativo. É autor dos livros “A Divertida Arte de Vender”, “Motivação Nota 10”, “21 soluções para potencializar seu negócio” e coautor dos livros “Gigantes das Vendas” e “Gigantes da Motivação”.

Site: www.erikpenna.com.br

Atendimento à imprensa

Patrícia Arantes  RZT Comunicação
www.rztcomunicacao.com.br
patricia@rztcomunicacao.com.br
Fones: (11) 5051-8142 / 99873-6008

Artigo: O tripé básico do atendimento de excelência

*Por Erik Penna

“Faça o que você faz tão bem, que as pessoas vão querer vê-lo novamente, e vão trazer seus amigos.” (Walt Disney)

Tenho realizado diversas palestras sobre atendimento ao cliente pelo Brasil e, uma das perguntas mais recorrentes, é: “Como minha equipe deve receber o cliente?”.

Enumero a seguir os 3 passos básicos para quando os clientes chegarem:

1- Olho no olho

É preciso olhar nos olhos das pessoas. Hoje, com a correria do cotidiano e tamanha tecnologia para roubar nossa atenção, às vezes nos esquecemos de fazer o básico: Olhar nos olhos das pessoas de forma receptiva e com brilho nos olhos. Apenas recomendo cuidado para que o olhar não seja intimidador.

Por falar em intimidar, outro dia aconteceu algo assustador e ao mesmo tempo engraçado. Eu estava de mãos dadas com minha filha andando pelo calçadão do centro da cidade onde moramos. De repente, apareceram dois homens gigantes vestidos de preto e nos abordaram falando em voz alta: “Estão precisando de alguma coisa?”. Eu, assustado, não consegui entender direito o que haviam dito e logo respondi: “Podem levar meu relógio e minha carteira, mas deixem minha filha em paz”. Foi quando eles responderam: “Não é um assalto, apenas estamos convidando vocês para entrarem na loja”. Eu disse: “Nossa, que jeito agressivo de abordar, que susto!”.

2- Sorriso no rosto

O segundo passo é acolher com um sorriso genuíno no rosto, algo leve, mas que demonstre alegria por sua presença. O sorriso pode ser leve, sutil, mas lembre-se que o objetivo não é flertar, mas sim, atender bem e vender.

3- Saudação Animada

Faça uma saudação inicial animada, ou seja, com alma. Fale de forma entusiasmada: “Bom dia”, “Boa tarde”, “Seja bem-vindo”. Expresse algo que o cliente perceba que você, de fato, está querendo dizer as palavras que pronunciou.

Estes passos são tão básicos que a maioria dos vendedores esquece de utilizar em seu dia a dia diante do cliente.

O básico de um atendimento de excelência já foi feito. Se quiser ir além e criar uma empatia ainda maior, passe a chamar o cliente pelo nome dele. Alguns vendedores me relatam que não sabem o nome ou esquecem com facilidade. Então, segue outra dica: pergunte o nome e, logo que o cliente responder repita o nome dele. Desta forma, você confirmará a pronúncia correta e começará a gravar o nome do cliente com mais facilidade. Outra dica nesta hora é: ao repetir o nome do cliente, sempre faça uma ligação mental com uma pessoa que você conhece (um parente, amigo ou familiar) e que tenha o mesmo nome ou semelhante.

Para finalizar, ao realizar um atendimento de excelência, busque assuntos positivos para conversar com o cliente. Evite ficar falando de problemas e fatos negativos, seja um mensageiro do otimismo.

* Erik Penna é palestrante motivacional, especialista em vendas, consultor e autor dos livros “A Divertida Arte de Vender”, “Motivação Nota 10” e “21 soluções para potencializar seu negócio”. Site: www.erikpenna.com.br

Sobre Erik Penna

É palestrante motivacional, especialista em vendas e consultor. Possui MBA em Gestão de Pessoas pela Fundação Getúlio Vargas, pós-graduação em Administração e Marketing pela Universidade Paulista e graduação em Economia pela Universidade de Taubaté.

Aborda nas palestras ensinamentos baseados nas experiências vivenciadas por ele durante a sua carreira como executivo de vendas, professor, escritor, motivador de equipes e gestor corporativo. É autor dos livros “A Divertida Arte de Vender”, “Motivação Nota 10”, “21 soluções para potencializar seu negócio” e coautor dos livros “Gigantes das Vendas” e “Gigantes da Motivação”. Site: www.erikpenna.com.br

Atendimento à imprensa

Patrícia Arantes – RZT Comunicação
www.rztcomunicacao.com.br
patricia@rztcomunicacao.com.br
Fones: (11) 5051-8142 / 99873-6008