Posts

thumbnail

Thumbnail: confira 5 dicas para deixar miniaturas atrativas

Saber deixar uma thumbnail atraente é essencial nos dias de hoje, sobretudo para quem trabalha com marketing digital. O termo provém do inglês e significa “unha do polegar”. O nome foi atribuído às imagens em miniatura, devido ao tamanho pequeno delas.

Vários sites utilizam as thumbnails, como o Google, por exemplo. Mas, é no YouTube que elas demandam mais atenção, já que as pessoas notam um vídeo pela primeira vez por meio desses quadros. Portanto, é preciso saber como fazer uma boa miniatura para, consequentemente, atrair mais audiência ao seu canal.

Além disso, por serem menores, são mais leves. Dessa forma, deixam sua página menos pesada, o que contribui para o rankeamento no Google.

Nesse artigo, são apresentadas 5 dicas de como você pode desenvolver essas pequenas imagens.

Como deixar a thumbnail atrativa

De acordo com a FastCompany, 90% das pessoas veem vídeos antes de tomar alguma decisão (saiba mais aqui). Esses números comprovam o poder da imagem no mundo do marketing e da internet. Veja a seguir algumas sugestões de como trabalhar bem as miniaturas do seu canal no YouTube:

1) Atente-se ao tamanho: para que a imagem seja exibida corretamente, o tamanho e a resolução precisam obedecer aos padrões da plataforma. As medidas recomendadas são: resolução de 1280 x 720, largura mínima de 640 pixels e imagem menor que 2MB. Além disso, a proporção deve ser de 16:9.

Preste atenção no formato também, que pode ser: JPG, PNG, BMP ou GIF.

2) Deixe a imagem padronizada: é importante, ainda, manter uma identidade visual em suas thumbnails. Isso vale tanto para as imagens, como para a tipografia delas. Assim, seu público vai reconhecer seu canal sempre que for lançado algum vídeo.

3) Valorize as fontes: invista em letras menos decoradas e cursivas. O texto deve ser compreendido com facilidade pelo usuário.

4) Pense nas cores: caso você já tenha uma marca, pode seguir as cores dela. Também pode usar tonalidades que combinem mais com sua estratégia de marketing. Utilize cores contrastantes com o fundo da miniatura e que sejam chamativas. Há algumas ferramentas para ajudar nessa questão, como: Get Colors From Image e Adobe Color.

5) Escolha um bom programa para editar suas imagens: alguns softwares contribuem de forma significativa para deixar as miniaturas ainda mais chamativas. Entre elas, se destacam: Flimbo, que é considerado o mais simples de mexer; o Fotor, ferramenta usada online; e o Adobe Photoshop, que exige conhecimentos mais técnicos.

Colocando em prática

Agora que você já aprendeu a aprimorar uma thumbnail, chegou o momento de experimentar seu conhecimento. Ao deixar as miniaturas mais atrativas, seu canal vai chamar ainda mais a atenção do público.

*Fontes: Ideal Marketing; NitroNews

*Imagem: divulgação

vídeos nativos no LinkedIn

Vídeos nativos no LinkedIn: veja 5 dicas de conteúdo para aumentar a audiência

Os vídeos nativos no LinkedIn foram lançados em agosto de 2017 e, após um ano, expandiram bastante na plataforma. Hoje, o recurso está disponível para todas as company pages que estão na rede social.

Usar esse tipo de ferramenta é fundamental em toda estratégia de marketing. De acordo com a pesquisa The State of Video Marketing 2018, mais de 80% das pessoas compram produtos ou serviços após assistirem a conteúdos audiovisuais na internet.

Além disso, segundo o estudo Content Preferences Survey Report 2018, 49% daqueles que acessam à internet preferem consumir vídeos, como formato principal.

O LinkedIn é uma plataforma que está em constante crescimento no Brasil. Um levantamento realizado pela empresa mostrou que, em 2017, o Brasil atingiu a marca de 29 milhões de usuários cadastrados, se tornando o 3º maior mercado da companhia no mundo.

Esses números comprovam que investir em vídeos nativos no LinkedIn é uma das melhores formas, atualmente, para aumentar a audiência do seu negócio. Neste artigo, selecionamos 5 dicas de conteúdo para você produzir em formato de vídeo na plataforma.

Vídeos nativos no LinkedIn: 5 dicas de conteúdo

A forma de postar os vídeos é semelhante às outras redes sociais. Os diferenciais dos vídeos nativos no LinkedIn são as informações obtidas das pessoas que assistem aos conteúdos audiovisuais. A plataforma mostra quem visualizou, qual o cargo dela e onde ela trabalha. São dados úteis para compreender o público e direcionar seus materiais para essa audiência.

Confira abaixo algumas dicas de conteúdo de vídeo para sua company page no LinkedIn:

1 – Publique os bastidores dos trabalhos: os clientes se sentem envolvidos com a marca quando acompanham frequentemente os bastidores dos projetos da empresa. Grave os processos de produção de algum trabalho e poste na rede social. É simples de fazer e vai aumentar a expectativa do público sobre os planos e realizações da companhia.

2 – Faça entrevistas: produza vídeos com pessoas apaixonadas pelos seus trabalhos. Entreviste esses profissionais, que motivam seu público, sejam da sua organização ou de outras empresas.

3 – Mostre seus projetos futuros: compartilhe seus projetos futuros, para criar expectativas sobre o lançamento deles.

4 – Apresente sua empresa: assim como no YouTube, é importante ter vídeos introdutórios, que apresentem a marca ao público que está conhecendo sua empresa agora.

5 – Compartilhe alguma sabedoria: produza algum vídeo contando alguma experiência sua ou de algum profissional, que leve conhecimento ao seu público. Esse tipo de conteúdo gera empatia e conquista audiência.

Agora que você já sabe como aproveitar os vídeos nativos no LinkedIn, planeje seu conteúdo e prepare-se para atrair parcerias e clientes.

*Fontes: Neil Patel; Nerdweb; Rock Content

*Imagem: divulgação

IGTV

IGTV: como usar a nova plataforma do Instagram em seu negócio

A nova ferramenta do Instagram, IGTV, foi lançada no dia 2 de junho, durante um evento em São Francisco, nos Estados Unidos, para comemorar a marca de 1 bilhão de usuários no aplicativo.

De acordo com o presidente executivo e um dos fundadores da rede social, Kevin Systrom, uma das propostas do recurso é que os vídeos sejam feitos na vertical, diferentemente das outras plataformas, que priorizam o formato horizontal.

Além disso, a recém-lançada funcionalidade do Instagram visa concorrer com o YouTube, maior plataforma de compartilhamento de vídeos atualmente.

Neste artigo, apresentaremos as principais características do recurso e daremos dicas de como você pode aproveitá-lo em seu negócio.

Onde encontrar o IGTV

Se você já tem o Instagram baixado em seu celular, é possível encontrá-lo na própria interface do aplicativo. Ele está no canto superior direito, acima dos stories e ao lado do Direct, na tela inicial. Também há a opção de fazer o download da funcionalidade em um app separado.

Características do IGTV e como usá-lo

Quem possui a conta verificada ou com alcances maiores na rede social, consegue fazer vídeos de até 1 hora. Para os demais usuários, o tempo fica limitado a 10 minutos, com no mínimo 15 segundos de duração.

Para postar conteúdo no IGTV, é preciso fazer o upload do seu arquivo. A funcionalidade ainda não permite gravar vídeos diretamente, apenas assisti-los.

O Instagram criou um manual para orientar a produção audiovisual na nova plataforma. Para acessá-lo e conferir mais detalhes, clique aqui.

A rede social também possibilita que você gerencie os vídeos pelo seu desktop. No perfil de cada conta, tem a aba “IGTV”.

Os vídeos precisam estar na vertical e devem ter resolução de até 4K (4000 pixels na horizontal e 2000 na vertical).

As transmissões também são segmentadas. O usuário tem a opção de ver conteúdo das categorias “Para você”, “Seguindo”, “Popular” e “Continuar assistindo”.

Para criar um canal, é preciso selecionar o ícone de engrenagem localizado na interface do recurso, no canto inferior direito. Em seguida, é só clicar em “Criar canal” e agir conforme as instruções que vão aparecer.

O que você pode produzir para o IGTV

O Instagram está se tornando uma das redes sociais mais promissoras da atualidade. De acordo com a empresa Bloomberg, o aplicativo pode render US$ 100 bilhões ao Facebook. Então, vale a pena investir na plataforma. Confira algumas dicas:

Produza conteúdo original: não publique vídeos repetidos no recurso, como materiais que já tenham sido postados em seu canal no YouTube. Invista em um conteúdo diversificado, que seu público queira ver e você ainda não teve como divulgar em outros locais.

Faça entrevistas: esse formato é interessante na nova plataforma, já que ela tem uma duração maior e os vídeos não são apagados.

Divulgue tutoriais: se sua empresa vende algum tipo de produto ou serviço, postar conteúdos de “Do It Yourself” e dicas de como utilizar a mercadoria, também podem atrair seu público.

Apresente seu trabalho: aproveite para mostrar sua expertise, além das vantagens e características do que você faz ou vende.

Desenvolva webinars: esse tipo de seminário é muito adequado nesse ambiente, pois você já tem o público-alvo inscrito no seu perfil na rede. Você também pode inserir links para landing pages nos vídeos.

Responda dúvidas: o espaço é propício para sanar as dúvidas mais frequentes dos seus clientes. Aproveite que a plataforma não exclui o conteúdo e conquiste seu público esclarecendo questionamentos deles.

Agora que você já conhece o IGTV, que tal experimentar a ferramenta? Ela pode ser uma ótima fonte para fidelizar e conquistar ainda mais clientes.

Fontes: Rock Content; Mateada; Dose de Marketing; Inforce

facebook

Facebook lança ferramenta para legendas automáticas nos vídeos

Em fevereiro passado, o Facebook introduziu uma nova ferramenta para criar legendas automaticamente para anúncios em vídeo. Agora, a plataforma está estendendo o recurso a todos os vídeos publicados pela fanpages.

Pesquisas apontam que, quando o som começa a tocar inesperadamente, 80% dos usuários do Facebook reagem negativamente e rolam a página para outra postagem. Esta é a principal razão pela qual os vídeos silenciosos tendem melhor desempenho na rede social.

Você deve imaginar que um vídeo sem som não faz muito sentido. E é difícil para os profissionais de marketing e comunicação transmitirem suas mensagens em silêncio. Por isso, as legendas se tornaram muito importantes.

Você pode importar um arquivo SRT e colocar legenda em seus vídeos, mas desde outubro passado, o Facebook disponibiliza a ferramenta de “auto-caption” para todas as páginas. Hoje, a maioria delas pode usar este recurso.

A ferramenta é alimentada pelo software de reconhecimento de voz do Facebook. Na maioria das páginas ele está localizado no canto direito. E, claro, é possível revisar e editar as legendas geradas automaticamente antes de publicar seu vídeo. Observe que também é possível adicionar legendas automáticas aos vídeos que você já publicou.

Para adicionar legendas de forma automática, vá à sua biblioteca, selecione o vídeo que deseja editar e clique em “legendas”. Se sua página já tem este recurso ativado, o botão “gerar” já deve estar disponibilizado.

Com informações do site Sniply