inbound-marketing

Veja como funciona a prática do Inbound Marketing nas plataformas digitais

Conhecido como “marketing de atração”, o Inbound Marketing é uma das estratégias do meio digital mais usadas pela comunicação atualmente. Tem como objetivo conquistar o público alvo com conteúdos por meio de publicações em blogs, redes sociais, email marketing, entre outros.

Independentemente do tamanho ou segmento, qualquer empresa pode usar este recurso, desde que a base seja o conteúdo com assuntos pertinentes e que tragam valor aos seus potenciais clientes.

A estratégia do Inbound Marketing consiste na atração, conversão, fechamento e encantamento e essas etapas se complementam. Veja como funciona cada uma delas:

1- Atração: atrair um determinado público com conteúdos relevantes distribuídos em blogs, redes sociais, e-mails marketing, entre outros canais.

2- Conversão: entregar esses conteúdos relevantes solicitando, em troca, alguns dados pessoais (nome, e-mail, telefone). Isso pode ser feito com CTA’s (call-to-action), landing pages e formulários.

3- Fechamento: o trabalho de Atração e Conversão é propício para fortalecer o fechamento. Note que, se um lead consome seus conteúdos relevantes, existe uma chance muito grande de ser um cliente em potencial.

4- Encantamento: manter o contato, solicitar feedbacks, ofertar novas oportunidades e compartilhar dicas são fundamentais para transformar o seu lead em cliente e defensor da marca.

Por ser mais acessível que o marketing convencional, muitas organizações já aderiram a esta prática. Além disso, o Inbound Marketing possibilita alcançar um público bem maior, mais engajado e disposto a consumir ao que o conteúdo se refere. Quem ainda não usa esta estratégia está ultrapassado no mercado.

Os resultados são comprovados por todas as marcas que já aderiram ao Inbound Marketing. Com uma estrutura adequada para divulgar o conteúdo (blogs, redes sociais, email marketing) e uma meta inicial, com certeza a sua empresa notará crescimento de consumidores em seu site, interessados em seus produtos e serviços. Por isso, se ainda não é adepto a esta prática, corra atrás do prejuízo e comece já.

Com informações do site Próxxima

0 comentários

Faça seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *